segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Uma mulher e dois homens são executados dentro de residência em Natal


Uma mulher e dois homens foram mortos, e uma terceira pessoa ficou ferida depois que criminosos invadirem uma residência na Redinha Nova, Zona Norte de Natal, e atiraram contra o grupo. Segundo a polícia, o crime aconteceu na noite deste sábado (27).

De acordo com o relatório da Polícia Militar, cinco homens pertencentes à facção criminosa Sindicato do RN invadiram a casa em que estavam quatro pessoas que, segundo a PM, integravam o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Ainda de acordo com a polícia, os cinco do Sindicato do RN trancaram os quatro do PCC no banheiro do imóvel e em seguida atiraram neles. Dois homens e uma mulher morreram na hora. Um terceiro homem ficou gravemente ferido e foi levado ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Nenhum suspeito foi encontrado. As duas facções disputam o domínio do tráfico de drogas no Rio Grande do Norte.



G1/RN

Com 17 tiros em carro, ‘super-heroínas’ saem ilesas de tiroteio no Rio: ‘Não sei como’







Foram 17 tiros no carro e apenas alguns arranhões pelo corpo. A administradora Monique Lorosa e a turismóloga Jade Burmeister voltavam de um bloco do bloco na Gávea, Zona Sul do Rio, quando se viram no meio da linha dos disparos entre bandidos e policiais militares. Os criminosos fugiam em três carros roubados e abriram fogo contra os agentes em uma perseguição policial que deixou um garçom morto e feriu dois PMs e uma passageira de Uber.

Ainda abalada, Monique conta que decidiu deixar a folia com a amiga por volta de 21h e, já dentro do carro, ouviu o barulho da perseguição na Rua Conde de Bonfim. Os bandidos dispararam na direção do veículo e da calçada lotada do Bar Pinto, na qual o garçom Samuel Ferreira Coelho, de 24 anos, foi atingido no peito e não resistiu. As amigas ainda ficaram cinco minutos dentro do carro, mas resolveram sair à procura de abrigo.

— Os tiros começaram do nada. Foram muitos, nunca vi coisa igual. Só no nosso carro, foram 17 tiros, alguns de fuzil. Eu não sei como a gente está viva. Ela (Jade) me disse: ‘Amiga, acho que fui baleada’. Então eu abri a porta do carro e saí puxando ela. Eram os estilhaços em cima da gente. Um tiro de fuzil atravessou o vidro na altura das nossas cabeças. Caiu um policial baleado do meu lado, não consegui puxar ele — recorda Monique, de 35 anos, com a voz embargada.

O carro ficou lotado de marcas de tiros e teve vidros quebrados. Na tensão do tiroteio, a administradora lembra de ver “flashes” de armas e muitas pessoas no chão, feridas ou escondidas dos tiros. Diante de tantos disparos e a localização do carro, Monique só consegue encontrar uma justificativa para as duas saírem ilesas: estavam fantasiadas de super-heroínas.

— Não tem explicação, senão a gente não iria sobreviver. Foi o universo que conspirou para a gente estar viva. Ela estava de Mulher Maravilha e eu de Supergirl. Todos estão comentando que fomos salvas pela fantasia! Uma brincadeira carinhosa — destacou a tijucana, que ficou com arranhões pelo corpo, causados pelos estilhaços.

Ao saírem do carro, Monique e Jade, de 33 anos, foram socorridas por uma moradora. Mesmo sem nunca tê-las visto, a senhora levou as duas para a sua casa. Acalmou e cuidou delas até a chegada dos amigos, que ficaram responsáveis por falar com a polícia, ajudar na contagem de tiros. Elas estavam no bloco com cerca de dez pessoas, mas haviam resolvido ir embora sozinhas mais cedo que o resto dos colegas.

Monique, que também mora na Rua Conde de Bonfim, relata nunca ter visto tamanha violência na rua da Tijuca. Mas “todo dia ouve falar” de assaltos e situações perigosas na região.

— Eu tenho medo. Infelizmente, eu tenho medo. Mas eu tenho medo de todos os lugares. Em outra rua da Tijuca, um motociclista me disse que ia estourar as minhas costas no ano passado. Eu reagi ao assalto, corri muito, a moto dele caiu, e os vizinhos me puxaram para dentro. A gente não tem mais segurança no bairro. Neste sábado, os indivíduos estavam armados até os dentes, todos com armas enormes, não tinha para onde correr — lembrou.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o pânico e a correria de foliões do bloco durante o tiroteio. Nas imagens, é possível ver a movimentação nas calçadas em meio aos tiros e à sirene da polícia. O puxador do “Nem muda, nem sai de cima” tentava acalmar a multidão e gritava que os disparos nada tinham a ver com o desfile de carnaval. O armamento pesado dos criminosos impressionou quem passava no local. Segundo Monique, o confronto entre bandidos e policiais ocorreu longe do bloco, mas o forte barulho dos estampidos foi o suficiente para apavorar os foliões.



EXTRA

Bandidos tentam arrombar caixa eletrônico, PM é acionada e intensa troca de tiros assusta moradores na Cidade da Esperança


Os moradores do bairro Cidade da Esperança acordaram ao som de tiros na madrugada deste domingo, 28.

Bandidos tentavam arrombar um caixa eletrônico em uma farmácia, na Av. Rio Grande do Sul, quando a PM foi acionada.

Houve intensa troca de tiros, deixando os moradores em pânico. Os criminosos invadiram algumas residências. A PM fez buscas em algumas casas e conseguiu capturar três meliantes.




Blog do BG

Brenner marca novamente, Botafogo bate o Boavista e encaminha classificação


Deu para gasto. Mais do que isso: deu para vencer e deixar a classificação para semifinal da Taça Guanabara muito bem encaminhada.

A atuação do Botafogo não chegou a empolgar, mas foi suficiente para bater sem sustos o Boavista na tarde deste domingo, no Nilton Santos, e assumir a liderança do Grupo C. Brenner, de pênalti, marcou seu terceiro gol na competição e garantiu o resultado, em partida válida pela quarta rodada.

GE

Tríplex do Guarujá acumula dívida de R$ 80 mil de IPTU




Motivo da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro na última quarta-feira, o apartamento tríplex do Guarujá tem uma dívida de IPTU de R$ 80 mil. O débito está sendo cobrado da construtora OAS, apontada como laranja do petista na propriedade do imóvel.

A denúncia da força-tarefa da Lava Jato atribuiu a Lula a lavagem de R$ 2,2 milhões. Esse valor corresponde ao apartamento e a reforma paga pela empreiteira. Além disso, o caso também envolve o favorecimento da OAS em contratos com a Petrobrás.

Ao condenar Lula, o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava-Jato na segunda instância, afirmou que há prova “acima do razoável” dos crimes e que são coerentes os indícios de que o tríplex foi dado a Lula pela OAS e descontado da conta de propina do PT, como disse o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro em depoimento ao juiz Sergio Moro.

A corte gaúcha não só manteve a condenação do ex-presidente, como também aumentou a pena do juiz Sergio Moro de nove anos e meio de prisão para 12 anos e um mês.

Lula sempre negou a acusação. A defesa sustenta que o apartamento pertence a OAS e apresentou o processo de recuperação judicial da empresa, onde o tríplex figura nos documentos. Os advogados de Lula afirmam que ele é vítima de lawfare — nome usado para quando o estado usa a Justiça como ferramenta para perseguir alguém.

Na quinta-feira, o ex-presidente afirmou que não vai respeitar a decisão dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Contudo, um dia depois ele atendeu a uma outra decisão judicial que determinou que entregasse seu passaporte à Justiça e que o proibia de sair do país. O ex-presidente tinha uma viagem marcada para a Etiópia, onde participaria de uma conferência sobre a fome.

A ordem, porém, partiu de um juiz de Brasília e se refere a outro caso em que o petista é réu, derivado da Operação Zelotes, que investiga supostas irregularidades em negociações que levaram à compra de 36 caças da empresa sueca Saab. Segundo o Ministério Público Federal, Lula e o filho Luiz Cláudio receberam pouco mais de R$ 2,5 milhões para beneficiar a empresa.



O Globo


sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

“Daqui a pouco teremos que andar com um manual de comportamento. Se o mundo caminhar para o politicamente correto, vai ficar chato”, diz atriz Gabriela Duarte



Foto: (Patrick Sister/Divulgação)

Há oito anos sem papel de relevo na Globo, dois deles morando nos Estados Unidos, Gabriela Duarte volta à emissora em Orgulho e Paixão, novela das 6 inspirada nos romances de Jane Austen que estreia em março. Viverá uma baronesa do café que, na década de 20, cuida sozinha do filho e dos negócios, em um ambiente dominado por homens. 

No que concerne às pautas feministas, porém, a atriz se diz “moderada”. Simpatiza com a francesa Catherine Deneuve, que aderiu ao recente manifesto francês que pede calma na hora de distinguir assédio sexual de cantada imprópria. “Entendi o que ela quis dizer. Existem papeis que a mulher gosta e precisa desempenhar. Nós não podemos descaracterizar nenhum dos dois movimentos, mas também não dá para levar tudo ao pé da letra. Daqui a pouco, teremos de andar com um manual de comportamento. Se o mundo caminhar para o politicamente correto demais, vai ficar chato e complicado”, diz. Orgulho e Paixão tomará o lugar de Tempo de Amar — novela em que trabalha sua mamãe, Regina Duarte. “É realmente uma passagem de bastão”, celebra Gabriela.

Veja

Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros do RN realiza mais de 30 mil atendimentos em 2017



O Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (GBS-CBMRN), realizou, em 2017, um total de 30.023 atendimentos à população, nos mais variados tipos de ocorrências, como resgate de vítimas, atendimento pré-hospitalar, advertências, orientações, busca de cadáveres, auxílio ao público, resgate de animais, entre outros. O trabalho preventivo tem ganhado um destaque especial da Corporação, de modo a evitar a ocorrências de sinistros.

Buscando prevenir acidentes no litoral, os bombeiros intensificaram ações de orientações e advertências, em que o guarda-vida aborda diretamente o banhista para falar sobre os riscos de afogamento e das condutas de segurança pertinente ao local do banho. Em 2017, os bombeiros militares realizaram 23.946 abordagens de orientação e 5.893 de advertência ao longo do litoral do Rio Grande do Norte.

O relatório estatístico do Corpo de Bombeiros aponta que ao longo do ano passado foram realizados ainda 98 salvamentos aquáticos, principalmente nas praias da Redinha (26), do Meio (24) e de Búzios (13). Nesse período foi registrado sete casos de afogamento seguido de morte, sendo um na Praia do Meio, dois na Praia do Forte, dois em Camurupim, um no Rio Potengi e um no município de Santa Maria. Trinta e dois cadáveres foram encontrados em meio líquido pelos militares da Corporação, sem a confirmação do motivo do óbito.

MC Kevinho compra mansão e festeja: 'dia mais feliz da minha vida'


Cantor comemora comprar de casa de luxo para viver com a família

Dono dos sucessos mais bombados do funk no momento, o cantor MC Kevinhocomemorou nas redes sociais uma conquista pessoal. O jovem que é dono dos hits "Olha A Explosão", "O Grave Bater", "Rabiola" e outros comprou uma mansão luxuosa em São Paulo para viver com sua família.


(Reprodução/Instagram)

Muito feliz com a conquista, o cantor que teve uma infância e parte da adolescência sem luxos, vibrou por poder proporcionar para sua família uma casa com bastante conforto e na publicação. “Hoje é o dia mais feliz da minha vida. Muitos de vocês sabem da minha luta para chegar até aqui. Vários anos cantando... Já passei por muita coisa que muita gente nem imagina. E de um ano e meio para cá, tudo na minha vida mudou, graças a vocês, meus fãs”, comemorou ele.


(Reprodução/Instagram)

Que continuou falando sobre a luta para conquistar cada detalhe do casarão. “Sempre fui uma pessoa bem simples, de família. Sempre dei e dou prioridade para o meu pai e minha mãe. E com 13 para 14 anos, eu saí de casa em busca do meu sonho, que era cantar. Muitas pessoas desacreditaram, falaram que eu não ia conseguir, que eu não ia fazer sucesso, e graças a Deus, a vocês, meus fãs, minha equipe e aos meus empresários, conquistei muita coisa na música. Vários hits que emplacaram no Brasil inteiro... Depois de muita luta, muito trabalho, muitos shows, eu tinha comprado, há uns seis, sete meses, o apartamento do meus sonhos e que estava reformando. E hoje ele está pronto”, revelou.

Ainda sobre a conquista, o cantor lembrou que já dormiu no chão e que hoje é maravilhoso estar morando novamente com os pais. "Não estou mostrando para ficar ostentando nem nada. Quem me conhece, sabe. Eu gosto de ostentar trabalho, hits. Quero mostrar porque vocês fazem parte disso. Minha vontade de chorar agora é muito grande. Depois de vários anos, eu posso morar com o meu pai e minha mãe de novo, tirar o meu pai do emprego. Há quatro anos, eu estava dormindo no chão, em São Paulo. E hoje, graças a Deus, conquistei o meu primeiro apartamento e trouxe os meus pais para morarem comigo”, disse ele.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Detento se casa em cerimônia religiosa dentro do presídio em Santa Izabel do Pará


Casal está junto há 8 anos e se conheceu antes dele ser preso. Pastor diz que casamento contribui para processo de ressocialização.



Por G1 PA, Belém

Após oito anos de relacionamento, Rafael Maia, de 34 anos, e Brenda Cunha, de 24 anos, resolveram oficializar a união em uma cerimônia religiosa. O noivo, que cumpre pena no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará II (CRPP II), em Santa Izabel do Pará, avisou a direção do presídio, que autorizou a realização do casamento em um espaço improvisado na casa penal na última quinta-feira (18).

A situação do noivo não desanimou a noiva, que providenciou todos os detalhes da cerimônia: usou vestido branco com direito a véu, bolo de casamento e convidados. “As nossas famílias não moram aqui, a minha está em Macapá e a dele no Rio de Janeiro, então eu tive que cuidar de tudo sozinha e com a ajuda também dos amigos. Comprei o vestido, fiz cabelo e maquiagem e hoje eu estou aqui para realizar meu maior sonho. Sempre sonhei com o meu casamento. Estou muito nervosa, mas muito feliz por estar aqui. Não é fácil a situação em que a gente se encontra, mas nos apoiamos e vamos superar tudo isso”, disse Brenda.

L’Oréal escolhe mulher com véu islâmico para comercial de shampoo

Inserção de mulheres muçulmanas no mundo da moda avança nos países ocidentais nos últimos dois anos.




Amena no comercial da L'Oréal Reino Unido. (Foto: Reprodução/Instagram)

A marca francesa de cosméticos L’Oréal fez uma escolha original para a campanha de lançamento de um shampoo: a garota-propaganda é uma mulher usando um véu islâmico, ou seja, seus cabelos permanecem cobertos. A blogueira britânica Amena Khan revelou pelo Instagram que foi a escolhida para participar do comercial.

“Estou tão animada e orgulhosa de anunciar que eu faço parte da nova campanha de publicidade da L’Oréal Paris Elvive”, publicou a blogueira e modelo, no dia 14 de janeiro. Amena é um fenômeno nas redes sociais – ela tem mais de 570 mil seguidores no Instagram.

A modelo acrescentou que a decisão da L’Oréal “muda as coisas” e contou um pouco da sua “complexa” relação com seus cabelos, que ela considera “sem brilho”. “Quando retiro o meu véu, quero que o meu cabelo esteja radiante”, comentou.

Em uma entrevista para a revista Vogue, ela acrescentou que ao escolher “literalmente uma garota coberta por um véu para uma campanha de shampoo, eles [da L’Oréal] evidenciam realmente as vozes que nós temos”.

A inserção de mulheres muçulmanas no mundo da moda avança nos países ocidentais nos últimos dois anos. Em 2017, a americana GAP estampou cartazes com uma modelo de véu nas suas vitrines na França e Kanye West escalou uma manequim com véu para um desfile em Nova York. Além disso, a Mattel lançou a primeira boneca Barbie com o adereço típico das muçulmanas. Em 2016, a polêmica tinha sido o lançamento de uma linha de “burquinis” (roupa de banho inspirada nas burcas) pela marca sueca H&M.


Por RFI

Tributação de Extremoz facilita para o contribuinte e entrega IPTU pelo WhatsApp



A Secretaria de Tributação de Extremoz está trabalhando uma segunda opção mais fácil, rápida e prática de entregar os carnês do IPTU 2018 à população além da entrega tradicional, feita pelos Correios e pela Prefeitura. Através do Zap da Tributação os contribuintes podem receber o carnê sem sair de casa, de modo muito mais econômico e rápido. O número (84) 98110-5186 recebe várias mensagens durante o dia de pessoas que pedem o documento pelo whatsApp ou mesmo querem receber alguma informação relativa ao seu imóvel.

O Zap da Tributação de Extremoz foi lançado no ano passado pela Secretaria como forma de facilitar, para os contribuintes, o recebimento do carnê. A ideia deu tão certo que a pasta resolveu repetir a ação este ano. De acordo com informações da Secretaria de Tributação, no ano passado foi registrada uma média de 1.400 atendimentos mensais. O objetivo é dobrar esse número em 2018.

“O Zap da Tributação tem recebido diversas mensagens todos os dias de pessoas que querem receber o carnê do IPTU antes mesmo do documento chegar em suas residências. No atendimento, nós pedimos apenas que a pessoa informe o CPF ou o número sequencial do imóvel, para que a gente identifique e transfira o carnê para o contribuinte baixar, em formato PDF, para ele efetuar o pagamento da forma como achar melhor”, explica o secretário de Tributação de Extremoz, Leandro Guimarães.

Além desse serviço online, a Prefeitura e os Correios também estão, em paralelo, entregando os carnês nas residências, da forma tradicional, de modo que o contribuinte tenha mais uma opção de recebimento do documento tributário.

Dívida ativa do RN pagaria 17 meses de folha, mas entenda por que o Estado não pode contar com ela






Se todo o volume de dívida que pessoas físicas e jurídicas têm com o Estado do Rio Grande do Norte fosse quitado hoje, seria possível, apenas com o valor, pagar por 17 meses seguidos a folha salarial do Governo do Estado, estimada hoje em cerca de R$ 430 milhões.

Mas esse é um cenário hipotético e improvável, já que muito pouco, pouquíssimo, na verdade, dos R$ 7.511.404.420,93 inscritos em dívida ativa são recuperados. Nesse valor, não estão inscritos os débitos gerados pela contratação de crédito junto ao Bandern e BDRN, assunto que está dominando as discussões sobre o pacote fiscal do governo enviado à Assembleia Legislativa.

Enquanto isso, o volume de recursos recuperados é equiparável ao volume morto de uma represa. Foram cerca de R$ 20 milhões quitados em razão de programas de refinanciamento em 2017. Em anos em que não há refis, os números caem para uma arrecadação anual entre R$ 10 milhões e R$ 12 milhões.

As estatísticas são desoladoras e ajudam a entender porque o programa de refinanciamento que o governo está propondo para dívidas do Bandern e BDRN não deve ter expectativas altas sobre a arrecadação.

O valor arrecadado no ano passado representa 0,26% do estoque de débitos acumulados. Na prática, significa dizer que o calote prevalece, apesar de todo o esforço da Procuradoria Geral do Estado. Não há sanção penal prevista para quem deixa de pagar ao Estado. Até mesmo administrativamente, uma empresa que contraiu crédito e não pagou pode até ser negativada, mas nunca impedida de funcionar.

Os números que embasam essa reportagem foram obtidos pela reportagem na Procuradoria Geral do Estado, órgão incumbido de tentar executar os valores devidos na dívida ativa, que é, objetivamente falando, o cadastro de débito que todo governo tem, seja municipal, estadual ou federal, e que reúne as informações de todas as pessoas que possuem algum tipo de pendência financeira com aquele governo.

“Medidas alternativas à execução judicial são mais eficazes que a execução em si. Para pessoas físicas, a dívida é quitada quando inscrevemos o nome do devedor no SPC. Para pessoas jurídicas, o saldo devedor é negociado quando fazemos o que chamamos de protesto, um mecanismo que torna difícil a vida da empresa, a relação com fornecedores, por conta da negativação”, explicou ao blog Renan Maia, procurador-chefe em exercício da Procuradoria Fiscal e da Dívida Ativa.



por Dinarte Assunção

XXIV Exame de Ordem: 2ª fase acontece neste domingo (21)


O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil aplicará no próximo domingo (21) a prova da segunda fase (prático-profissional) do XXIV Exame de Ordem Unificado em todo o país. No Rio Grande Norte, a prova será aplicada na UNI-RN – Centro Universitário do Rio Grande do Norte e em Mossoró no Colégio Diocesano Santa Luzia, a partir das 13h (horário de Brasília). Estão aptos os candidatos que foram aprovados na primeira fase (prova objetiva), realizada no dia 19 de novembro, pela Fundação Getúlio Vargas. Dos 1.696 inscritos no Estado, foram aprovados 795 para segunda fase, sendo 153 em Mossoró e 642 em Natal. Também estão aptos os examinandos que solicitaram reaproveitamento da 1ª fase do XX Exame.

Os padrões de respostas preliminares da prova prático-profissional serão divulgados às 22h, no dia 21 de janeiro e o resultado preliminar da prova prático-profissional será divulgado na data provável 19 de fevereiro. O examinando terá três dias para a interposição de recursos contra o resultado preliminar da prova prático-profissional, de 20 a 23 de fevereiro.

Os candidatos devem conferir o local no Cartão de Informação, que está disponível na página de acompanhamento da Fundação Getúlio Vargas. No Cartão constam locais de provas, estabelecimento, sala e endereço que deverão comparecer na data do Exame. Para fazer a prova, os examinandos deverão levar caneta esferográfica de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente, bem como documento de identidade original com foto.

A prova é de caráter eliminatório, composta por uma peça profissional e quatro questões escritas discursivas, sob a forma de situações-problema. Essa fase compreende as seguintes áreas de opção do examinando no ato de sua inscrição: Direito Administrativo, Civil, Constitucional, Empresarial, Penal, Trabalho ou Tributário e do seu correspondente direito processual.

O Exame de Ordem Unificado pode ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Podem realizá-lo os estudantes de Direito do último ano do curso de graduação em Direito ou dos dois últimos semestres. A aprovação é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado, conforme estabelece o artigo 8º, IV, da Lei 8.906/1994.

Em crise, Caixa Econômica prevê 37% de aumento para seus vice-presidentes


A Caixa prevê aumentar em 37% o salário anual de seus vice-presidentes em 2018. A remuneração total de cada um dos 12 executivos pode chegar a R$ 87.398,94 mensais, se acumulados os limites máximos dos honorários, mais ganhos por metas e desempenho pessoal – que são variáveis – e benefícios. Era de R$ 63.548,63 no ano anterior. O último reajuste dos bancários foi de 2,75%, um pouco abaixo da inflação do ano passado, que foi de 2,95%.

O plano do banco de aumentar a remuneração dos vice-presidentes coincide com um momento complicado para a instituição financeira. Nesta semana, quatro executivos foram afastados por suspeita de corrupção e outras irregularidades. Depois de anos como líder na concessão de crédito no País, a Caixa precisa de dinheiro para não descumprir regras bancárias internacionais. O banco contava com um aporte de R$ 15 bilhões do FGTS para se adequar – o que não deve ocorrer depois do escândalo envolvendo os executivos.

Os quatro vice-presidentes afastados são acusados de vazamento de informações privilegiadas para políticos sobre o andamento de pedidos de empréstimos e também de negociar cargo em uma estatal como moeda de troca para liberação de crédito. Os cargos de vice-presidentes na Caixa costumam entrar no rol de negociações do governo com a base aliada em busca de apoio.

O banco prevê gastar R$ 12,5 milhões com salários e benefícios dos executivos entre abril de 2017 e março de 2018. No período anterior, os vices receberam R$ 9,1 milhões. A informação está em um relatório do comitê de remuneração, que é responsável por elaborar a proposta de gastos de pessoal que o conselho de administração do banco submete ao ministro da Fazenda.

ESTADÃO CONTEÚDO

Servidor federal recebe já em janeiro metade do 13º de 2018


Enquanto funcionários públicos de Estados como Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte ainda esperam pelo 13º de 2017, alguns empregados do serviço público federal já começaram a receber o benefício referente a 2018.

A gratificação antecipada vale para os servidores concursados da Câmara dos Deputados e também para os funcionários do Supremo Tribunal Federal (STF) e Ministério Público Federal.

Eles vão receber em janeiro a metade do 13º salário que, para a quase totalidade dos trabalhadores brasileiros, só é paga em novembro.

Funcionários da iniciativa privada podem pedir o adiantamento dessa parcela se tirarem férias no primeiro semestre do ano, mas apenas se a saída for entre os meses de fevereiro e junho. A lei não permite que o benefício seja pago no primeiro mês do ano.

Para antecipar o 13º a servidores desses três órgãos, será necessário usar recursos públicos no valor de quase R$ 200 milhões.

A benesse existe desde 2003 no caso do Supremo, desde 2006 para os servidores da Câmara e há quatro anos para os funcionários do Ministério Público Federal, e foi instituída sem alarde. Resoluções, portarias e atos disciplinam a vantagem.

Segundo informações reunidas pelo Banco Mundial, o salário médio no MP é de R$ 205 mil por ano, ou o equivalente a R$ 15.769 mensais.

No Judiciário e no Legislativo, as remunerações giram em torno de R$ 236 mil e R$ 216 mil por ano (R$ 18.153 e R$ 16.615 por mês).

Segundo levantamento do Banco Mundial com base nos dados do IBGE, o setor público paga em média salários 70% mais elevados do que os pagos pela iniciativa privada formal –R$ 44 mil contra R$ 26 mil por ano– e quase três vezes mais do que recebem os trabalhadores informais (R$ 16 mil anuais).

Na esfera federal, o valor é R$ 55 mil por ano, em média.

Especialistas em contas públicas, como Raul Velloso, afirmam que desconheciam a antecipação do 13º. “Nunca tinha ouvido falar. Essa parcela do funcionalismo federal é cheia de regalias, é só procurar. Veja o auxílio-moradia, por exemplo, foi completamente desvirtuado.”

Neste ano, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tentou adiar os pagamentos, mas a decisão não caiu nada bem entre os servidores da Casa. Em mensagens trocadas nas redes sociais, grupos se organizaram para pressionar pelo pagamento.

FOLHAPRESS

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Governo federal anuncia investimentos imediatos para o RN de pelo menos R$ 420 milhões

por Dinarte Assunção



Na reunião com a bancada federal do Rio Grande do Norte, o presidente Michel Temer anunciou aporte de recursos para investimentos em segurança e saúde para o Estado que vê os serviços ameaçados pelos atrasos nos salários por causa do crescimento do rombo previdenciário.

Serão R$ 100 milhões para equipar o setor de segurança e R$ 320 para a saúde.

Além disso, foi pré-definido que a conta do Estado será colocada em negociação. A expectativa é que o próprio Banco do Brasil, detentora da conta atualmente, pague para mantê-la. Os valores estimados seriam de R$ 160 milhões.

Além disso, o governo do RN negocia dar um desconto na dívida de R$ 1,7 bilhão que a União tem com o Estado em disputa referente ao Fundeb. Decisão do próprio STF reconheceu a dívida. A ideia é que o Estado, com o desconto, possa receber os recursos mais rapidamente.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Prefeitura de Parnamirim abre para população sistema de câmeras que monitora orla de Pium a Pirangi


A Prefeitura de Parnamirim disponibiliza no seu portal monitoramento.parnamirim.rn.gov.br o link para que a população possa monitorar em tempo real vinte pontos da orla, no trecho entre a Feirinha de Frutas de Pium até às proximidades do Portal do Cajureiro (rotatória), Praça, Avenida Deputado Márcio Marino e Avenida Beira Mar.

Uma iniciativa da administração, denominada de Projeto Parnamirim Mais Segura, desenvolvida pelo Grupo de Ciência e Tecnologia da Informação (GCTI) para facilitar a comunicação, contribuir com a segurança e amenizar os pontos de estrangulamento no trânsito durante a estação verão. No total, são 20 câmeras, mas em operação encontram-se 14. “Até o carnaval, mais seis entrarão em funcionamento”, disse o Secretáro Adjunto do GCTI, Dario Medeiros

A administração também está disponibilizando sinal de Wi-fi, acesso gratuíto a Internet em 20 pontos, cobrindo um raio de aproximadamente 300 metros de cada antena. Até o momento estão em operação 8 pontos, mas até o carnaval – em fevereiro – todos os equipamentos estarão em funcionamento.

Com esta tecnologia, a Prefeitura espera oferecer informações sobre o trânsito; coibir possíveis ações de vandalismo, movimentação de pedestres nas imediações, tudo repassado para o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP).

Facebook altera página principal e desagrada investidores; ações caem mais de 4%




As ações do Facebook caíram mais de 4% nesta sexta-feira (12) após o presidente-executivo, Mark Zuckerberg, anunciar mudanças que segundo ele vão impactar o engajamento dos usuários no curto prazo.

Zuckerberg disse na véspera que a maior rede social do mundo atualizará a página principal, o feed de notícias, para priorizar o que compartilham amigos e a familiares, reduzindo o conteúdo não publicitário de veículos de mídia e marcas.

O aviso de Zuckerberg de que as pessoas poderiam ficar menos tempo no Facebook no curto prazo como resultado das mudanças causou uma queda de mais de 4% da ação da empresa.

A mudança acontece após críticas de que os algoritmos do Facebook podem ter priorizado a desinformação e informações enganosas nos feeds das pessoas, influenciando as eleições presidenciais norte-americanas de 2016.

O Facebook disse que seu novo sistema de classificação impactará o conteúdo não publicitário de marcas e veículos de mídia, como notícias e postagens de vídeos virais, mas não alterará a visibilidade de anúncios pagos.



O Globo


quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Lava-Jato já respinga em Cingapura, país considerado um dos menos corruptos do mundo




Cingapura é considerado o sétimo país menos corrupto do mundo pela ONG Transparência Internacional, mas essa reputação está sendo abalada pelo envolvimento de uma empresa ligada ao governo do país em denúncias de pagamento de propinas a executivos da Petrobras.

Esse é o maior escândalo do tipo já ocorrido nesta cidade-Estado e tem gerado repercussões políticas. Na última segunda-feira, a ministra da Fazenda e Justiça admitiu o golpe à imagem da nação asiática e declarou estar “extremamente desapontada com o que ocorreu”.

“A incorruptibilidade é um valor fundamental em Cingapura. As empresas de Cingapura precisam operar em diferentes contextos, mas esperamos que cumpram as leis dos países onde atuam”, disse a ministra Indranee Rajah, que foi ao Parlamento na última segunda-feira para dar explicações sobre o caso.

No centro do escândalo está a construtora de plataformas de petróleo Keppel Offshore and Marine, uma unidade do conglomerado Keppel Corporation, do qual o governo é dono de 20%.

O Departamento de Justiça americano acusou executivos da companhia de terem pago US$ 55 milhões (R$ 179 milhões) a funcionários da Petrobras entre 2001 e 2004, período que compreende o fim do segundo governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e o início do primeiro mandato de Lula (PT).

O esquema envolveu a obtenção de 13 contratos de construção de plataformas para a estatal e para a Sete Brasil, empresa de sondas criada para construir e alugar equipamentos de exploração no pré-sal. O esquema teria rendido US$ 351,8 milhões à Keppel Offshore and Marine, de acordo com o jornal The Business Times, de Cingapura.

Em uma das primeiras declarações de um líder do governo sobre o assunto, a ministra negou que autoridades estejam sendo lenientes com a companhia ao fechar com ela acordos no Brasil, em Cingapura e nos Estados Unidos que preveem o pagamento de uma multa bilionária, além de outros termos de ajuste de conduta, para evitar um processo.

“No que diz respeito à companhia, não se enganem, ela tem pago um preço alto, e merecidamente”, afirmou Rajah.

Em um comunicado, a Keppel reconheceu que pagamentos ilegais foram feitos “com o conhecimento de ex-executivos” da companhia e disse ter realizado uma “ampla investigação para identificar as transações suspeitas e cooperado com autoridades”.

“Práticas passadas não refletem como o grupo Keppel conduz seus negócios hoje. Temos zero tolerância para corrupção”, disse o presidente da empresa, Loh Chin Hua. “Este foi um capítulo doloroso para a Keppel. Os acordos significam que agora podemos olhar para o futuro e trabalhar para conquistar de volta a confiança que nossos acionistas depositaram em nós.”



Terra

Preço médio da gasolina sobe na primeira semana do ano


O preço médio da gasolina para o consumidor final subiu na primeira semana do ano, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (9) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No ano passado, o preço subiu 9%. O valor médio subiu de R$ 4,099 na última semana de 2017 para R$ 4,151, no décimo aumento consecutivo.

A medida faz parte da política de preços da empresa, que reajusta os valores quase diariamente com o objetivo de acompanhar as cotações internacionais. O repasse ou não para o consumidor final depende dos postos.

A redução dos preços pela estatal na primeira semana do ano coincide com o recuo das cotações internacionais do petróleo, com redução de 0,5% do Brent, utilizado como referência internacional.



G1

Marília Mendonça tem parte dos bens bloqueada pela Justiça




A cantora Marília Mendonça teve uma parcela de seus bens bloqueada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. A medida pretende assegurar o ressarcimento dos ingressos de shows cancelados pela cantora na cidade de Araguari, entre fevereiro e março de 2017.

VEJA



quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Força Nacional passa a atuar em quatro cidades do RN


A Força Nacional de Segurança Pública iniciou o reforço do policiamento em municípios na região metropolitana de Natal (RN). As equipes passaram a atuar em Parnamirim, Macaíba, Vera Cruz e Ielmo Marinho. De acordo com a FN, a mudança ocorre para melhor distribuir o patrulhamento no Rio Grande do Norte.

A medida foi adotada depois que as Forças Armadas, subordinadas ao Ministério da Defesa, assumiram o controle das operações de segurança pública no estado. O Exército está coordenando o patrulhamento e tem guarnições, especialmente, na capital e em Mossoró, na região Oeste potiguar. São as maiores cidades do RN.

Desde fevereiro de 2017, a Força Nacional atua contra o crime e a violência em Natal, dentro das ações do Plano Nacional de Segurança Pública. A operação foi prorrogada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública na semana passada, por mais seis meses, atendendo a pedido do governo estadual. O efetivo também foi reforçado com 100 homens.

O reforço se deu por causa da greve dos policiais militares e civis do Rio Grande do Norte. As categorias pedem, além do pagamento dos salários, melhores condições de trabalho. O governo do estado anunciou para o sábado (6) o pagamento da folha de novembro dos servidores, porém não tem prazo para pagar dezembro de o 13º salário.





G1

Preço médio da gasolina sobe 9,16% em 2017 e fecha ano a R$ 4,099


O valor médio da gasolina para o consumidor final subiu 9,16% em 2017, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (2) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Na última semana de 2016, o combustível valia R$ 3,755.

Ja última semana do ano passado, o valor médio da gasolina nos postos do país chegou a R$ 4,099, contra R$ 4,089 na semana anterior, uma variação de 0,24%. Foi a nona alta seguida dos preços.

O preço do diesel subiu 9,01% em 2017, terminando o ano a R$ 3,326. Na última semana, o combustível ficou 0,24% mais caro.

Já o etanol subiu 2,39% no ano, fechando a última semana de 2017 com o preço médio de R$ 2,912 por litro, segundo a ANP.

Os aumentos estão bem acima da inflação esperada para o ano, que deve terminar 2017 em 2,78%, segundo as expectativas de mercado registradas pelo boletim Focus, do Banco Central.

De julho até o final de 2017, o preço médio da gasolina para o consumidor subiu 16,78%, segundo a ANP. A alta mais acentuada aconteceu em meio ao anúncio da nova metodologia de reajustes da Petrobras e da elevação do tributo sobre os combustíveis. Já o diesel ficou 12,44% mais caro desde a nova política de preços.

Com o novo formato da política de preços, adotado em 3 de julho, a Petrobras passou a fazer reajustes mais frequentes nos valores dos combustíveis nas refinarias, inclusive diariamente.

Desde o início da nova metodologia, a gasolina acumula alta de 30,03% nas refinarias e o diesel, valorização de 26,68%, segundo o Valor Online. O repasse ou não para o consumidor final depende dos postos.

Nesta quarta, a Petrobras anunciou nesta quarta-feira reduções de 1,9% no preço do diesel e de 1,4% no preço da gasolina comercializados nas refinarias. Na terça-feira, foi anunciado alta de 0,6% no preço do diesel e recuo de 0,1% na gasolina.

Botijão de gás sobe mais de 20% no ano
Ainda de acordo com a ANP, o preço médio do botijão de gás de cozinha teve alta de 21,27% no ano, passando de R$ 55,58 no fim de 2016 para R$ 67,41 na última semana de 2017. Na variação semanal, o gás de cozinha ficou 0,70% mais caro.

O que diz a Petrobras
Segundo a Petrobras, a periodicidade frequente dos reajustes “possibilita a companhia competir de maneira mais ágil e eficiente com importadores”.

Diante da alta de preços acumulada desde julho, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, já chegou a declarar que o principal fator para o aumento do preço da gasolina é o aumento de impostos. Em julho deste ano, o governo anunciou a elevação da tributação sobre os combustíveis, como uma das medidas para tentar reequilibrar as contas públicas. Foi elevada a a alíquota de PIS e Cofins sobre os combustíveis.

Em resposta ao G1, a Petrobras disse que “é importante destacar que, na gasolina, por exemplo, apenas 29% do preço pago pelo consumidor final correspondem à parcela da Petrobras. Os demais 71% referiam-se a tributos, custo do etanol anidro e margens de distribuição e revenda – parcelas sobre as quais a Petrobras não tem gerência”.

Outra consequência da nova política de preços da Petrobras doi o aumento das importações de combustíveis, que dispararam 25% no ano. Somente as compras externas de gasolina no acumulado em 2017 até novembro, cresceram 53,8% sobre o mesmo período do ano passado.

O setor se tornou fortemente importador em um mercado de distribuição dominado por empresas como Raízen, dos grupos Cosan e Shell; Ipiranga, da Ultrapar; e a própria BR Distribuidora, controlada pela Petrobras, líder no segmento que tem liberdade para comprar de outras companhias, se for mais lucrativo.

Noiva morre 18 horas depois de se casar nos EUA




A americana Heather Mosher, de 31 anos, morreu 18 horas depois de se casar em um hospital no estado Connecticut, nos Estados Unidos, noticiou a agência de notícias AP. Heather lutava contra um câncer de mama que virou metástase e estava em estágio 4. Mesmo estando muito doente, seu noivo não hesitou de pedi-la em casamento e realizou a cerimônia no último 22 de dezembro.

Mesmo com dificuldades para respirar, a noiva colocou vestido branco e véu. Os noivos se conheceram em 2015, durante uma aula de ginástica. David, noivo de Heather, contou que planejava realizar o pedido de casamento em dezembro de 2016 e mesmo com o diagnóstico do câncer não desistiu de fazer de realizar a cerimônia. A princípio, o casamento estava programado para o dia 30, mas os médicos recomendaram que o casamento fosse feito antes, devido ao estado de saúde grave da noiva.

Em sua conta no Instagram, Christina Lee, amiga responsável pelas fotos do casamento, fez uma declaração para a Heather.”Ela lutou contra um câncer em estágio 4 que se espalhou por todo seu corpo, mas ela estava determinada em se casar com sua alma gêmea. Em menos de 24 horas, seu espírito deixou seu corpo e ascendeu para estar com Deus. Eu estou admirada com a força que o amor de Dave inspirou Heather até mesmo nas suas últimas horas. Ela foi o grande amor dele e ele foi o dela. Heather, sinto sua falta e amo você mais do que posso dizer. Obrigada por compartilhar essa jornada da sua vida comigo”.



ISTOÉ

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Polícia interrompe velório em Campina Grande e leva corpo para investigar morte


Um velório foi interrompido pela Polícia Civil em Campina Grande, nesta terça-feira (2) depois de uma denúncia anônima de que o homem teria sido vítima de violência. O corpo que estava sendo velado foi levado para passar por uma necrópsia. A suspeita é de que a pessoa que estava morta é vítima de homicídio culposo, aquele onde não há a intenção de matar.

O homem de 61 anos morreu na madrugada da segunda-feira (1º) e a família acreditava que a morte teria ocorrido após um infarto.

Depois do velório ser interrompido o corpo foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande, onde passou por necrópsia. O Numol confirmou que a vítima sofreu um traumatismo craniano antes de morrer.

Ainda na investigação, segundo a delegada de homicídios da Polícia Civil, Elen Maria, familiares confirmaram que houve uma confusão na madrugada em que a vítima morreu.

“Eles contam que estava tendo uma confraternização de réveillon com a família e que o homem havia bebido muito. Ele teve um prolema com uma das filhas e chegou a pegar uma faca. Familiares chegaram para apartar a confusão, momento em que ele teria caído e batido a cabeça. Então, estamos investigado se houve um homicídio doloso”, disse ela.

Depois do procedimento o corpo voltou a ser velado e foi enterrado pela família no cemitério São Judas de Tadeu, no bairro Cruzeiro, em Campina Grande.



G1