quinta-feira, 27 de abril de 2017

Making Of - Um Fim de Semana em Recife Part. 02 #BLR

Aplicativo da Uber agora permite envio de mensagem ao motorista; veja como funciona


Uber: função nova no app permite envio de mensagens de texto (Brendan McDermid/Reuters)

A Uber adicionou uma boa novidade em seu app. Agora, usuários poderão trocar mensagens com o motorista do carro.

A função, que chegou no final da última semana, promete ser uma maneira simples de comunicação. Vale lembrar que já era possível realizar uma ligação para o motorista.

Agora, com a função de mensagens de texto, a comunicação fica mais fácil para os usuários. Assim como já acontece com as ligações, o número de telefone do motorista e do passageiro não são exibidos um ao outro. Isso garante a privacidade de ambos.

Para iniciar uma conversa por texto, o usuário deve, após pedir seu Uber, clicar em “Contatar”. O chat estará disponível somente antes que a viagem comece—outra forma de garantir que não haverá qualquer tipo de contato indevido por qualquer uma das partes.

Para usar o chat como forma de comunicação, tenha a versão mais atualizada do app instalado em seu smartphone.

Veja abaixo uma imagem mostrando como enviar mensagem:



Exame

Casal é flagrado fazendo sexo em plena luz do dia no Seridó potiguar



Está no Blog Jota Dantas

A Polícia Militar já havia recebido a denúncia, contudo não havia feito o flagrante. Só que um morador que passou no local e se sentiu incomodado e resolveu tirar uma foto para chamar a atenção de Casais que usam a Praça da Rodoviária para fazer sexo em plena luz do dia. Na foto se observa toda a parte abdominal introduzida entre as paredes, contudo o movimento pélvico foi flagrado por todos que passaram na região. E vale ressaltar que na hora da onça beber água, no momento que a pupila dilata e o coração acelera, onde os casais vivem momentos de paixão, precisa de ter todo cuidado, pois isso é crime.

No Brasil, transar em local público é considerado crime de ato obsceno. O procedimento prescrito pela lei diz que, ao ser flagrado pela polícia, o casal será levado à delegacia.

“A pena para ato obsceno é de no mínimo três meses e no máximo um ano. A pessoa deve se comprometer a comparecer em juízo para não ser presa em flagrante, e uma transação penal será feita, em que haverá aplicação de pena”, diz Hugo Crepaldi Neto, professor de processo penal da PUC-SP.

Com mudança no foro, só dois inquéritos da Lava Jato podem ficar no STF


SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (STF) EM BRASÍLIA (FOTO: ANDRÉ RICHTER/AGÊNCIA BRASIL)

Se for promulgada nos termos em que foi aprovada em primeiro turno no plenário Senado, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que extingue o foro privilegiado para todas as autoridades exceto os chefes dos Três Poderes levaria a um “êxodo” de inquéritos do Supremo Tribunal Federal (STF), que seguiriam para a primeira instância. A rigor, a Suprema Corte manteria, por exemplo, apenas dois dos 76 inquéritos abertos com base nas delações da Odebrecht, por envolverem o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Ambos são investigados conjuntamente em inquérito que apura a suspeita de recebimento de propina por parlamentares para a aprovação de medidas provisórias entre 2009 e 2013 em favor da empreiteira. Além dos dois, são investigados os senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Renan Calheiros (PMDB-AL), e o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PDMB-BA) – o grupo dos cinco teria recebido R$ 7 milhões segundo o pedido de investigação que a Procuradoria-Geral da República enviou ao STF.

Rodrigo Maia também passou a ser investigado junto com o pai dele, César Maia (DEM), vereador e ex-prefeito do Rio. Delatores narraram que eles receberam R$ 350 mil indevidos em 2008, ano em que não foram candidatos. A investigação é sob a suspeita dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.Um terceiro inquérito que também ficaria na Corte, e não tem relação com a Odebrecht, apura se Rodrigo Maia atuou em favor dos interesses da construtora OAS no Congresso Nacional, em troca de doações para as eleições em 2014. A investigação tem por base mensagens trocadas entre o deputado e o empresário Léo Pinheiro, dono da OAS, sobre suposta doação eleitoral em 2014 que não foi contabilizada. A Procuradoria-Geral da República viu indícios dos crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro.

Mérito

Para o professor Ivar Hartmann, coordenador do projeto Supremo em Números e professor da FGV Direito Rio, o maior mérito de uma revisão do alcance do foro privilegiado não é desafogar o STF. “É terminar com um sistema que era de um lado causa de grande ineficiência no julgamento dos processos e de outro lado sempre perpetuou a noção entre os brasileiros de que a lei é aplicada de maneira diferente pra pessoas diferentes. A ideia de que pessoas importantes têm privilégios e outras regras a cumprir.”

Levantamento da FGV Direito Rio aponta que apenas 5,71% das ações penais que tramitaram no STF ao longo dos últimos dez anos permaneceriam na Corte, se tivesse sido aplicada a proposta do ministro Luís Roberto Barroso, de restringir o foro privilegiado aos crimes relacionados estritamente ao cargo ocupado pelo político. A proposta de Barroso deve ser levada a julgamento no Supremo no dia 31 de maio. Nesta quarta-feira, 26, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, disse que “em princípio”, a data do julgamento está mantida.

Época

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Festa Carioca " Fica Comigo " anima Natal no dia 06 de Maio 2017


Está chegando o grande dia! No dia 06 de maio, o Mirante do Centro de Convenções de Natal será palco da festa mais bonita e alto astral que a cidade já viu. Com o desejo de espalhar o amor pelo mundo, a balada carioca Fica Comigo promete levar os potiguares em uma verdadeira viagem ao tempo. No palco a banda Fica Comigo, que dá nome a festa, promete surpreender o público. 

O grupo formado por 18 pessoas – entre membros da banda e staff – é o primeiro bloco de pagode retrô do mundo. O repertório da noite contará com hits de bandas como Só Pra Contrariar, Exaltasamba, Raça Negra, Soweto e Molejo e promete deixar todos os potiguares apaixonados com o Bloco do Amor.
Os ingressos do segundo lote já estão à venda nas lojas Hugo Multmarcas (Shopping Cidade Jardim) e Sol Bijoux (Midway Mall). Garantindo mais conforto e comodidade aos natalenses, os ingressos da festa também podem ser adquiridos pelo aplicativo Sem Hora ou acessando o site da Bilheteria Digital.

Além da banda Fica Comigo, o line-up da festa conta com os DJs Rafa M, Dj Gigga e DJ True Love – com seu mix de música brasileira, pop, black music e funk. A produção da festa em Natal contará ainda com uma decoração especial, característica da festa. Para ajudar os futuros apaixonados a entrarem no clima do amor, o evento terá balões de coração, varal de adesivos, backdrops para garantir que aquele registro da festa seja ainda mais marcante e bonés – os itens mais cobiçados da festa. Mais informações: (84) 3026-3232 Telepesquisa. 

Mais sobre o movimento “FicaComigo”:

O que começou de modo intimista e entre amigos, logo chamou a atenção do grande público. Em 2012 o Fica Comigo colocou o seu bloco na rua, sendo cotado pelo jornal O Globo como o Top 10 das promessas do Rio para o carnaval. Promessa essa que se concretizou. Em 2015 o bloco já tinha ultrapassado a marca dos 60.000 foliões apaixonados. Ao todo, foram realizadas até o momento mais de 250 apresentações em diversas parte do país, nas quais mais de 200.000 pessoas já cantaram e se apaixonaram ao som da folia, tendo em seu portfólio festas exclusivas como o Camarote da Brahma, Camarote Rio e a Allegria, além de mega eventos como o Desfile no Carnaval de Rua. 

Serviço:

Fica Comigo – Bloco do Amor
Dia: 06 de maio (sábado)
Horário: 20h
Local: Centro de Convenções de Natal
Vendas: Hugo Multmarcas (Shopping Cidade Jardim) e Sol Bijoux (Midway)
Vendas online: aplicativo Sem Hora e site da Bilheteria Digital.
Informações: (84) 3026-3232 Telepesquisa

Em carta a ministro, Anatel diz que pode intervir na Oi mesmo sem MP

Gilberto Kassab, da Ciência, Tecnologia e Comunicações, confirmou que recebeu a carta e informou que ela detalha preocupação da Anatel com situação da operadora.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, confirmou nesta quarta-feira (26) que recebeu uma carta em que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) expõe a possibilidade de uma intervenção na Oi antes mesmo de o governo editar a medida provisória que vai tratar desse tema.

"Ela [Anatel] fez um alerta, correto, cuidadoso e respeitoso de que o governo estivesse atento de que poderia, eventualmente, independentemente da MP, ser necessária a ação da Anatel intervindo na Oi", disse o ministro. A operadora passa por um processo de recuperação judicial.

Kassab afirmou que o documento expõe as preocupações da Anatel em relação à situação da Oi, entre elas a de que a empresa, ao longo do tempo, pode não "corresponder às suas responsabilidades no desempenho das suas atividades."

Desde o ano passado, quando a Oi pediu recuperação judicial, o governo vem planejando a edição de uma medida provisória que permitirá às agências reguladoras fazer intervenções mais amplas nas empresas, caso sejam necessárias.

Atualmente, a Lei de Recuperação Judicial só permite a intervenção nos serviços que são prestados por meio de concessão. Com a MP, diz o governo, as agências também vão poder intervir caso o serviço público seja prestado via autorização ou permissão.

O governo justifica que medida provisória é necessária porque, sem ela, a Anatel só poderia intervir no serviço de telefonia fixa da Oi, que é uma concessão. As áreas responsáveis pelos serviços de banda larga e telefonia celular ficariam de fora porque são prestados por meio de autorizações.

Segundo o ministro, a medida deve ser publicada e enviada ao Congresso Nacional nos próximos dias.



Por Laís Lis, G1, Brasília

WhatsApp irá sair do ar por 10 dias por causa de jogo? Não é verdade!


Texto diz que aplicativo será suspenso no dia 3. Assessoria do WhatsApp afirma que ele é falso e reforça que não envia mensagens diretamente a usuários.

Circula em grupos do WhatsApp uma mensagem que avisa que o serviço de mensagens ficará fora do ar a partir do dia 3 de maio por causa de grupos que promovem o jogo "Baleia Azul". Não é verdade.

O texto diz que um assistente do WhatsApp está avisando sobre a suspensão, válida por 10 dias, e pede para que a mensagem seja repassada para amigos e grupos.
(Foto: Arte/G1)
A assessoria do WhatsApp informa que a mensagem é falsa e esclarece que nunca manda mensagens diretamente aos usuários do aplicativo.

Mensagem falsa alerta para suspensão do aplicativo (Foto: Reprodução)

Tribunal na Coreia do Sul diz que Uber violou leis de transporte


Tela do aplicativo de celular Uber em São Paulo,
 na região da Avenida Paulista
 (Foto: Marcelo Brandt/G1)
Um tribunal da Coreia do Sul decidiu nesta quarta-feira (26) que o serviço de transporte Uber usou ilegalmente veículos particulares para fins comerciais, no mais recente contratempo legal para a companhia norte-americana na quarta maior economia da Ásia.

As operações do Uber na Coreia do Sul não devem ser afetadas pela decisão, uma vez que a empresa suspendeu seu serviço UberX depois que promotores apresentaram acusações contra a unidade local em 2014 por violar a lei de transportes, disse uma porta-voz da empresa.

A unidade local do Uber "se arrependeu e admitiu" seus atos ilegais e resolveu o problema, disse um juiz sul-coreano na decisão. A companhia foi multada em 10 milhões de wons (US$ 8,8 mil).

"O Uber respeita a decisão do tribunal e estamos ansiosos para fortalecer nossa parceria com o governo, clientes, motoristas e cidades da Coreia", declarou a companhia em um comunicado.

A unidade sul-coreana do Uber continua a oferecer os serviços de táxi de luxo, UberBlack, e UberAssist para idosos e deficientes, já que esses serviços não utilizam veículos particulares, disse o porta-voz.


G1

Trabalhadores dos Correios entram em greve por tempo indeterminado

Os trabalhadores dos Correios entram hoje (26), às 22h, em greve por tempo indeterminado. A possibilidade de privatização e demissões, o fechamento de agências e o “desmonte fiscal” da empresa, com diminuição do lucro devido a repasses ao governo e patrocínios, são os principais motivos para a mobilização, diz a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

A estatal afirma que teve prejuízos de R$ 2,1 bilhões em 2015 e de R$ 2 bilhões no ano passado. Em dezembro do ano passado, foi anunciado um plano de demissão voluntária e o fechamento de agências para reduzir os gastos. Já a Federação alega que a receita tem crescido.

“O que tem acontecido é um plano de desmonte próprio da empresa, atacando a própria qualidade e universalização do serviço. Faz parte de um projeto privado com interesse de entrar no mercado”, disse a secretária de Imprensa da Fentect, Suzy Cristiny.

Segundo a Fentect, a privatização colocaria em risco o direito da população aos serviços dos Correios, já que a empresa tem fechado agências em cidades menos lucrativas. “Mais de 200 agências estão sendo fechadas por todo o Brasil. Com isso, muitos moradores do interior e das periferias vão ficar sem o atendimento bancário e postal dos Correios do Brasil”, informou a federação.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, tem dito que é contra privatizar os Correios, mas que a empresa terá que fazer “cortes radicais” de gastos para evitar a privatização, já que o governo não socorrerá a empresa financeiramente.



Agência Brasil

Senado aprova em primeiro turno fim do foro privilegiado





Poucas horas após a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 10/2013, que prevê o fim do foro privilegiado no julgamento de crimes comuns, foi aprovada no plenário da Casa por unanimidade, em primeiro turno. De autoria de Alvaro Dias (PV-PR) e relatada por Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a PEC foi chancelada pelos 75 senadores presentes no plenário.

Caso seja aprovada, a proposta fará com que governadores, prefeitos, presidentes de câmaras municipais e de assembleias legislativas, presidentes de tribunais superiores e de justiças estaduais, além de membros do Ministério Público, percam o foro privilegiado em crimes como corrupção, lavagem de dinheiro, homicídio e roubo.

Emendas parlamentares acolhidas por Randolfe mantiveram, contudo, o foro privilegiado aos presidentes da República, da Câmara, do Senado e do Supremo Tribunal Federal (STF), cujos julgamentos continuarão cabendo ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Para entrar em vigor, o texto ainda deve passar por uma votação em segundo turno no Senado e em votações em dois turnos na Câmara, onde deve receber votos de pelo menos três quintos dos deputados (308 votos).

Além da exceção aos chefes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, o foro será mantido às outras autoridades em caso de crimes de responsabilidade, cometidos durante o exercício de cargos públicos, a exemplo de crime contra o exercício de direitos políticos, individuais e sociais, a segurança interna do país, a probidade na administração, a lei orçamentária e o cumprimento de leis e decisões judiciais.

A aprovação do texto no Senado aconteceu em seguida à votação, por 54 votos favoráveis a 19 contrários, ao projeto de lei que endurece as punições para os crimes de abuso de autoridade. A proposta passou com rapidez pela Casa após o relator, senador Roberto Requião (PMDB-PR), voltar atrás no controverso ponto que abria brecha para juízes, procuradores e delegados serem punidos por discordâncias na interpretação da lei, o chamado “crime de hermenêutica”. Agora, o texto segue para a apreciação da Câmara dos Deputados.



Por Veja

Le Cirque Amar é interditado pela prefeitura


A Semurb de Natal interditou na tarde de hoje, 26, o Le Cirque Amar, localizada na Av. Salgado Filho. Segundo a Secretaria, o circo entrou com pedido de renovação da licença, mas foi negado, pois está com alguns documentos necessários vencidos. Dentre eles estão: certidão de vistoria de corpo de bombeiros e contrato com ambulâncias.



Reprodução do Blog do BG

Justiça determina volta de Adriana Ancelmo, ex-primeira-dama do RJ, para o presídio



Adriana Ancelmo volta para casa em março, após ser beneficiada com a prisão domiciliar – Marcelo Theobald / Agência O Globo / 29-3-2017

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) determinou nesta quarta-feira que a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo volte para o presídio. Por unanimidade, os desembargadores da 1ª Turma Especializada revogaram a prisão domiciliar, que havia sido estipulada há um mês pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal. Votaram a favor do retorno dela à cadeia os desembargadores Abel Gomes, Paulo Espírito Santo e Ivan Athié.

O benefício concedido a Adriana foi questionado pelo Ministério Público Federal (MPF). Em recurso apresentado ao TRF-2, os procuradores sustentaram que, em casa, a ex-primeira-dama pode continuar praticando os crimes pelos quais ela responde na Operação Calicute, como lavagem de dinheiro. No ano passado, antes de a prisão ser decretada, agentes da Polícia Federal encontraram joias sem nota fiscal e R$ 53 mil em espécie em uma busca e apreensão no apartamento dela, no Leblon, Zona Sul do Rio.

“Esse fato, por si só, evidencia que Adriana e sua organização estão, no momento, ocultando e movimentando valores de forma a impedir sua apreensão, o que demonstra, extreme de dúvidas, a necessidade da custódia cautelar para garantia da ordem pública”, escreveram os procuradores da força-tarefa da Lava-Jato no Rio.

Na sessão do TRF-2, a procuradora regional da República Silvana Battini reforçou a posição.

— Adriana Ancelmo foi presa porque sua liberdade colocava e coloca em risco ordem pública e instrução criminal do processo. Era muito mais que esposa do ex-governador Sérgio Cabral, era sua cúmplice. Usou de sua atividade profissional para auxiliar organização criminosa chefiada por seu marido no desvio e ocultação de bens desviados do erário estadual. Está presa porque ajudou e ajuda a esconder dinheiro auferido ilicitamente pela organização criminosa.

O advogado Luiz Guilherme Vieira, um dos defensores de Adriana, sustentou a necessidade da presença da ex-primeira-dama junto aos filhos menores.

— Essas duas crianças (filhos de Adriana) estão há cinco meses com a família esfacelada. Existem irmãos maiores que nunca moraram com essas crianças, foram morar diante desta fatalidade. As regras impostas para a domiciliar são das mais rígidas que conheço da Lava-Jato. Ela não tem nenhum contato com o mundo externo. Foi feita uma perícia de empresa de engenharia, corroborada pela Polícia Federal, que lá esteve duas ou três vezes.

Ao proferir o voto, o desembargador Paulo Espírito Santo afirmou que a decisão de Bretas que concedeu a prisão domiciliar para Adriana é “ilegítima e ilegal”. De acordo com o desembargador, o juiz não poderia conceder a medida cautelar, já que a prisão preventiva já havia sido confirmada pelo próprio TRF-2.

— Como poderia existir uma decisão do juiz de primeiro grau (Bretas) se a decisão era nossa? A decisão saiu do âmbito dele e veio para o Tribunal. Poderia ser o STJ, num habeas corpus (concedendo a prisão domiciliar). Mas não ele. Essa ilegitimidade e ilegalidade… É ilegitima, a decisão dele. É excelente juiz, correto, trabalhador, mas cadê o fato novo? É ilegítima, é ilegal. Não era dele, a decisão. Era do Tribunal — criticou.

De acordo com o MPF, a lavagem de dinheiro é cometida, “usualmente”, por meio de telefone e internet. A decisão judicial estabelece que Adriana não pode ter linha telefônica fixa, telefones celulares e acesso à internet em casa, mas os procuradores consideram que a medida é de “difícil fiscalização”. Agentes da Polícia Federal já estiveram ao menos duas vezes no apartamento fazendo vistorias e não identificaram descumprimento ao que foi estabelecido.

Em dezembro, os mesmos desembargadores haviam negado um pedido de habeas corpus formulado pela defesa de Adriana. Os advogados pediam a liberdade ou alguma medida cautelar alternativa, como a prisão domiciliar. A prisão preventiva foi mantida por dois votos a um — os desembargadores Abel Gomes, relator, e Paulo Espírito Santo negaram o habeas corpus, enquanto o desembargador Ivan Athié se posicionou a favor da prisão domiciliar.

Presa preventivamente em dezembro, uma semana depois do marido, o ex-governador Sérgio Cabral, Adriana ganhou o direito de ficar em casa em março. Em uma audiência da Operação Calicute, o juiz Marcelo Bretas autorizou que ela deixasse o Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste. A decisão foi tomada de ofício, ou seja, sem que houvesse um pedido formal da defesa. O magistrado se baseou em um um artigo do Código de Processo Penal que estabelece que o juiz “poderá” conceder a prisão domiciliar para presas preventivas que têm filhos menores de 12 anos, caso de Adriana, mãe de uma criança de 11 anos.

FATOR PROCESSUAL

O MPF recorreu ao TRF-2 e, em decisão liminar, o desembargador Abel Gomes suspendeu a decisão de Bretas. A defesa de Adriana foi ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), e a ministra Maria Thereza de Assis Moura restabeleceu a decisão da primeira instância. A ministra não analisou o teor do despacho de Bretas, mas considerou que o Ministério Público, quando acionou a segunda instância, usou um instrumento jurídico inadequado — um mandado de segurança. O fator processual, então, fez com que a decisão do TRF-2 fosse anulada.

No recurso, o MPF argumentou ainda que não houve alteração na situação de Adriana que justificasse a prisão domiciliar. Segundo os procuradores depoimentos colhidos ao longo da fase de instrução do processo reforçam os crimes cometidos pela ex-primeira-dama.

“Temos então que ausentes novos elementos fáticos a alterar a realidade que determinou a edição do decreto de prisão preventiva e sua confirmação em sede de habeas corpus, não é o caso de se revogar a medida cautelar anteriormente deferida. Na verdade, as causas que embasaram a prisão preventiva de Adriana não só permanecem íntegras, como ganharam robustez com toda a prova produzida com a oitiva das testemunhas arroladas na denúncia”.

O Globo

ABC x Globo: Ingressos antecipados para a grande decisão do Estadual estão à venda; saiba onde garantir o seu!




Os ingressos para a grande decisão do Campeonato Potiguar 2017, entre ABC e Globo, marcada para o dia 1° de maio, às 17h, no Frasqueirão, já estão à venda. As entradas estão disponíveis no Espaço Mais Querido (Frasqueirão) e nos demais pontos de venda espalhados por Natal e Parnamirim.

INGRESSOS ANTECIPADOS


Os ingressos para o setor de arquibancada custam R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). Para o setor de cadeira, os valores são R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia).

Na segunda-feira (1°/05), dia da partida, os ingressos arquibancada custarão R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia). Os ingressos cadeira custarão R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia). As entradas estarão à venda somente na bilheteria do Frasqueirão.

PONTOS DE VENDA


As entradas estão disponíveis nos seguintes pontos de venda: SterBom (Midway e Prudente de Morais), On Line For Men (Norte Shopping, Hiper Prudente, Parnamirim e Via Direta), Livraria Câmara Cascudo (Parnamirim), Espaço Mais Querido e bilheterias do Frasqueirão.

ARQUIBANCADA:


R$ 40,00 / R$ 20,00

CADEIRA:

R$ 80,00 / R$ 40,00

Confira o horário de funcionamento dos pontos de venda:

SterBom – Midway:

Segunda-feira à sexta-feira: das 10h às 22h
Sábado: 10h às 22h
Domingo: 11h às 22h

SterBom – Shopping Natal Sul/Prudente de Morais:

Segunda-feira à sexta-feira: das 9h às 17h30
Sábado: 9h30 às 13h

On Line For Men – Norte Shopping:

Segunda-feira à sexta-feira: das 10h às 21h
Sábado: 10h às 21h
Domingo: 15h às 21h

On Line For Men – Hiper Prudente:

Segunda-feira à sexta-feira: das 9h às 21h
Sábado: 9h às 21h
Domingo: 15h às 21h

On Line For Men – Via Direta:

Segunda-feira à sexta-feira: das 9h às 21h
Sábado: 8h às 12h

On Line For Men – Parnamirim:

Segunda-feira à sexta-feira: das 8h às 18h
Sábado: 8h às 12h

Livraria Câmara Cascudo – Parnamirim:

Segunda-feira à sexta-feira: das 8h às 18h
Sábado: 8h às 12h

Espaço Mais Querido – Frasqueirão:

Segunda-feira à sexta-feira: das 9h às 17h30
Sábado: das 9h às 13h
Domingo: das 7h às 13h

Bilheteria – Frasqueirão:

Segunda-feira (1°/05), dia da partida, a partir das 9h

Informações: (84) 3346-9100

Último macho de rinoceronte-branco do norte ganha perfil no Tinder




Parceria entre organização ambiental e aplicativo de relacionamento quer arrecadar US$ 9 milhões para pesquisas sobre técnicas de reprodução assistida para salvar espécie.


(Foto: Divulgação)


"Este é o último macho vivo de rinoceronte-branco do norte. Deslize para a direita para ajudá-lo a encontrar uma parceira", diz o perfil do rinoceronte Sudan no Tinder.

O último macho de rinoceronte-branco do norte do mundo está em busca de uma parceira. Para aumentar as chances de Sudan conseguir se reproduzir, agora seu perfil está no Tinder.


A inclusão do gigante raro no aplicativo de relacionamento faz parte de uma campanha para arrecadar US$ 9 milhões para pesquisas sobre técnicas de reprodução assistida que possam levar a gestações e, em última medida, salvar a espécie atualmente em alto risco de extinção. A iniciativa nasceu de uma parceria entre a organização ambiental OI Pejeta Conservancy, do Quênia, com o Tinder.


Usuários do aplicativo de todo o mundo poderão ver, a partir de hoje, o perfil de Sudan. Se derem "like", receberão informações sobre a campanha e poderão fazer doações para ajudar a preservação da espécie.


O perfil do rinoceronte brinca com o fato de ser um espécime raro. "Sou único. Sério, sou o último macho de rinoceronte-branco no planeta Terra. Não quero me gabar, mas o destino da minha espécie literalmente depende de mim. Tenho uma boa performance sob pressão. Gosto de comer mato e relaxar na lama. Sem problemas, 1,80 de altura e 2 toneladas, se você se importa."


Sudan vive na reserva da organização, no Quênia, ao lado de duas fêmeas, Najin e Fatu. Mas eles não conseguiram procriar pelos métodos tradicionais. Pesquisadores do Grupo Europeu do Rinoceronte-Branco do Norte estão avançando em testes de uma técnica de reprodução assistida conhecida como seleção de óvulos, já aplicada om rinocerontes-brancos do sul. A esperança é conseguir aplicar a técnica com sucesso aos rinocerontes-brancos do norte, por isso a necessidade do financiamento.


“Salvar o rinoceronte-branco do norte é fundamental se quisermos, um dia, reintroduzir a espécie na África Central”, diz Richard Vigne, CEO da OI Pejeta Conservancy. “Eles têm traços genéticos únicos, que os capacitam a viver nesta parte da África. Por último, o desejo de reintroduzir uma população viável do rinoceronte-branco do norte na natureza é onde mora o verdadeiro valor do que será realizado”.


G1

Fachin sofre revés e STF solta condenados por Moro

Em uma sessão em que o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), foi voto vencido por três vezes, a Segunda Turma da Corte decidiu revogar nesta terça-feira, 25, as prisões do pecuarista José Carlos Bumlai e do ex-tesoureiro do PP João Cláudio Genu, condenados em primeira instância na Operação Lava Jato pelo juiz Sérgio Moro. O terceiro revés para Fachin foi a decisão de dar seguimento à tramitação do habeas corpus do ex-ministro José Dirceu, que será analisado em uma nova sessão.

Os ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli, que votaram a favor das defesas nos três casos, utilizaram argumentos que indicam disposição em rever o que o próprio Gilmar já chamou, no início do ano, de “alongadas prisões” determinadas em Curitiba, em referência às decisões de Moro na Lava Jato.

Ao votar sobre os habeas corpus de Bumlai e de Genu, Gilmar afirmou que o grupo político ao qual eles eram ligados já não está no poder, o que dificultaria a continuidade de cometimento de crimes. Toffoli citou decisão recente da própria Corte que autorizou o início da execução de pena a partir de condenação em segunda instância – o que ainda não aconteceu nos casos em análise na sessão.

“Se nós não concedermos esta ordem de habeas corpus, teríamos de mudar o precedente do plenário e dizer que a sentença de primeiro grau já é autoexecutável. O que o plenário fixou foi que a execução só pode começar após a decisão de segundo grau, após a apelação”, disse Toffoli.

Genu teve a prisão preventiva decretada em maio do ano passado e mantida em dezembro por Moro, que o condenou a oito anos e oito meses de prisão por corrupção passiva e associação criminosa relacionado à participação em esquema de corrupção que desviava recursos da Petrobrás.

Já Bumlai foi preso em novembro de 2015, na 21.ª fase da Operação Lava Jato. Ele estava no regime de prisão domiciliar desde novembro de 2016 por decisão do ministro Teori Zavascki, então relator da Lava Jato. Fachin votou por manter a decisão de Teori e foi seguido por Ricardo Lewandowski, mas Gilmar, Toffoli e o decano Celso de Mello votaram para conceder a liberdade, argumentando também a grave condição de saúde do pecuarista.

Bumlai foi condenado na primeira instância, em setembro de 2016, a 9 anos e 10 meses de prisão pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira e corrupção passiva.

Amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o pecuarista confessou ter feito empréstimos fraudulentos com o Banco Schahin, em 2004, para pagar dívidas do PT. Segundo a sentença de Moro, o empréstimo foi quitado de modo fraudulento com o fechamento de um contrato do Grupo Schahin com a Petrobrás. Em delação premiada, Salim Schain, acionista do grupo, afirma que a dívida foi perdoada em 2009.

Dirceu. Embora não tenham analisado o mérito do pedido de liberdade de Dirceu, a maioria dos ministros da Segunda Turma decidiu nesta terça-feira dar seguimento à tramitação do habeas corpus. A decisão contraria uma liminar de Fachin, que em fevereiro havia negado sequência ao pedido.

Após ser voto vencido, o próprio relator admitiu dar tramitação normal ao pedido, o que inclui abrir prazo para a Procuradoria-Geral da República se manifestar sobre o mérito. A votação, no entanto, ainda não tem data marcada.

Unanimidade. Em uma quarta decisão que atende a pedido da defesa, os ministros decidiram converter a prisão preventiva do lobista Fernando Moura, também alvo da Lava Jato, em domiciliar.

Os ministros entenderam que, apesar de ele ter admitido que mentiu em depoimento a Moro, o rompimento do acordo de delação premiada não pode ser usado como justificativa para decretar prisão. Neste caso, a votação foi unânime.

Gilmar aproveitou para criticar o uso das prisões preventivas. “As pessoas ficam presas enquanto não delatarem, o que significa que se usa a prisão preventiva para esse fim.”



POR ESTADÃO CONTEÚDO

Alunos e funcionários em escola foram feitos reféns em Mossoró em arrastão

Momentos de terror foram vividos por cerca de 40 vítimas, entre alunos e funcionários, na escola Estadual Jerônimo Rosado Maia, no conjunto Vingt Rosado, em Mossoró, na noite dessa terça-feira (25). Na ocasião, as vítimas foram rendidas por homens armados, que iniciaram um arrastão, levando os pertences de quem estava no local.

De acordo com a Polícia Militar, os bandidos trancaram os funcionários em uma sala e ameaçaram os alunos, que tiveram que entregar os pertences. Informações dão conta que pelo menos dois assaltantes entraram na escola após ameaçar um vigilante.

Segundo as vítimas, os homens eram agressivos e por cerca de 20 minutos promoveram o terror. Logo após, fugiram com destino ignorado em uma motocicleta.



Reprodução do Blog do BG

Os bispos e as reformas. Por onde andavam?





A Igreja Católica, principal denominação religiosa em um país de maioria católica, apesar de não praticante, resolveu entrar de vez no campo da discussão política e social.

No Rio Grande do Norte, o arcebispo de Natal, dom Jaime Vieira da Rocha, como também o bispo de Caicó, dom Antônio Carlos, gravaram e divulgaram mensagens convocando a população a ir às ruas para protestar contra as reformas Trabalhista e da Previdência, em discussão no Congresso Nacional.

O arcebispo de Natal e os bispos de Caicó e Mossoró, cujas dioceses compõem a Província Eclesíástica de Natal, chegaram a produzir um documento conjunto que foi lido em todas as igrejas católicas do Estado no Domingo de Ramos. O mesmo documento foi entregue em Brasília aos integrantes da bancada federal potiguar.

A mensagem de dom Jaime, que usou os canais oficiais da Arquidiocese de Natal para convocar os fieis católicos, causou muita polêmica nos grupos de católicos envolvidos no trabalho pastoral e de evangelização.

Muitos acham indevida e inoportuna a manifestação da igreja católica.

E não são poucos os que estranham o fato de o arcebispo não ter se manifestado contra a corrupção desenfreada e nem contra os escândalos dentro da igreja católica, especialmente no caso das denúncias de pedofilia.

Até o papa Francisco se pronunciou. Mas a igreja católica no Rio Grande do Norte manteve-se em silêncio, que perdura até hoje.

Onde andava Dom Jaime para falar da pedofilia na Igreja no mundo e no Brasil? Para falar dos escândalos de corrupção no Vaticano? Para falar literalmente do envolvimento de padres em campanha políticas no RN? Para falar da corrupção generalizada no governo do PT sob o comando de Lula e Dilma?

Com esse tipo de manifestações de caráter político, a Igreja Católica e seu arcebispo perdem terreno, força e representatividade e afasta fiéis praticantes.

Se é para se pronunciar sobre reformas, qual o motivo do silêncio sobre corrupção e pedofilia. São ou não práticas criminosas.

Com a palavra a Igreja Católica no Estado e seus bispos.

Só nao vale ficar em silêncio.

Polícia Civil apreende adolescente de 15 anos por tráfico de drogas em Genipabu


Policiais civis da Delegacia Especializada de Atendimento ao Adolescente Infrator (DEA) apreenderam, nesta terça-feira (25), um adolescente de 15 anos pelos atos infracionais análogos aos crimes de receptação e tráfico de drogas. Ele estava com vários embrulhos de maconha preparada para a venda, um saco com a droga prensada, dinheiro e um iPhone que havia sido tomado de assalto no último domingo (23), no bar de Zé Cacau na praia de Genipabu, localizado na cidade de Extremoz.



Reprodução do Blog do BG

LG G6, novo smartphone da LG, chega ao Brasil a partir de R$ 4 mil

Nova aposta da sul-coreana no mundo dos celulares começa a ser vendido em 2 maio.

Resultado de imagem para lg g6

LG G6, novo smartphone da LG. (Foto: Divulgação/LG)

A LG anunciou nesta terça-feira (25) a chegada ao Brasil de seu novo smartphone LG G6 em 2 de maio a partir de R$ 4 mil. Uma das principais novidades do celular é a tela que, adotando um novo formato, é mais comprida que a de seus concorrentes.

Tela
A tela do G6, de 5,7 polegadas, cresceu, em relação ao do seu antecessor, o G5, que tinha 5,3 polegadas. Além disso, a empresa sul-coreana implantou telas “FullVision” em seu aparelho carro-chefe: o novo modelo de tela combina resolução Quad HD+ (2.880 x 1.440), superior ao Full HD, e um formato de 18:9.

Como as telas dos smartphones rivais têm proporção de 16:9, o resultado é que o LG G6 tem display mais comprido, como o objetivo de exibir aplicativos com mais espaço e até permitir usar dois desses programas ao mesmo tempo. O smartphone ainda tem suporte a dois padrões de tecnologia de qualidade de imagem HDR (que exibe maior gama de cores e com mais luminosidade): HDR 10 e Dolby Vision.

Câmera
O LG G6 também apresenta mudanças nas câmeras. As duas traseiras passam a ter capacidade de registrar imagens com resolução de 13 megapixels (o G5 possuía uma de 8 MP e outra de 13 MP). A câmera dianteira, para tirar selfies, tem capacidade de 5 MP e lente grande angular de 100º.

Resistente à água
Outra novidade do LG G6 é a chegada da tecnologia de resistência a água e à poeira. O novo smartphone possui certificação IP68, que garante sobrevivência caso seja mergulhado em água a uma profundidade de 1,5 metros por até 30 minutos.

Leitor de digitais

Assim como o G5, o sensor de impressões digitais fica na parte traseira do produto, ao lado da câmera.

Outras especificações
O processador do G6 é o Snapdragon 821, a memória RAM é de 4 GB e armazenamento interno é 32 GB.


terça-feira, 25 de abril de 2017

Seu RG já tem 10 anos? Saiba por que ele pode ser atualizado



A identidade não tem validade, mas em alguns casos é necessário emitir um novo RG em um prazo de dez anos, isso porque neste lapso temporal a fisionomia das pessoas podem sofrer alterações e por isso alguns órgãos públicos e instituições podem rejeitar o documento.

A Lei nº 7.116, de 29 de agosto de 1984, que regula a emissão de identidades no Brasil não faz nenhuma definição sobre prazo de validade do documento, mas, de acordo com diretor do Instituto de Identificação (II) do ITEP, Josebias Ferreira, a restrição da identidade acontece muito, principalmente nos bancos.

“Geralmente essas instituições financeiras recusam o documento devido à mudança de fisionomia de algumas pessoas e se baseando no tratado do MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) que regulamenta o prazo de validade das identidades em 10 anos”, comenta o diretor.

No entendimento do diretor do II, a rejeição do documento pode ser compreendida em alguns casos, não só pela mudança de fisionomia, mas também por uma eventual alteração na caligrafia ou pelo fato da identidade ficar deteriorada com o passar do tempo.



Blog do BG

Índios fecham Esplanada e entram em conflito com PM em ato por demarcação

Indígenas acampados em Brasília fecharam a Esplanada dos Ministérios durante uma marcha até o Congresso Nacional, na tarde desta terça-feira (25). A caminhada começou às 15h. Por volta das 15h30, os índios desceram correndo o gramado em frente ao Congresso e foram impedidos por policiais da Tropa de Choque de acessar a entrada que dá acesso à Câmara e ao Senado.

De acordo com a Polícia Militar, 2 mil índios participaram da manifestação. A organização do ato fala em 3,4 mil. A PM usou bombas de gás, balas de borracha e spray de pimenta para impedir que os manifestantes seguissem em direção ao prédio. Em resposta, indígenas atiraram flechas contra os militares e em direção ao Congresso.

Mais numerosos do que os policiais, os manifestantes conseguiram furar o bloqueio e começaram a pular dentro do espelho d’água. Caixões de papel foram jogados no gramado e também na água. O grupo protesta contra o governo do presidente Michel Temer e reivindica o avanço na demarcação de terras indígenas.
Índios de diferentes etnias estão reunidos em Brasília para a 14ª edição do

Acampamento Terra Livre (ATL). O objetivo é pedir mais respeito à natureza e à demarcação de terras. O evento é promovido pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e deve se estender até a próxima sexta-feira (28).



G1

Nisia Floresta sediará a 2ª Etapa da Copa Potiguar Vetnil de 3Tambores



Idealizada pelo 3TRN e pela ANQM, a Copa Potiguar Vetnil de Três Tambores tem chamado a atenção dos tambozeiros e amante dos cavalos de todo o Nordeste Brasileiro.

A 1ª Etapa da Copa foi realizada no Parque Otaviano Pessoa, em Macaiba, no último dia 25 de março, e reuniu equipes Potiguares, Pernambucanas, Cearenses e Paraibanas, em um evento digno de aplausos pela sua organização, pelo nível técnicos dos atletas e cavalos em pista, pelo empenho do promotor do evento em atender às expectativas dos presentes, e, principalmente, pelo recorde de senhas corridas (197 inscrições) e pelo considerável número de pessoas que compareceu ao parque para assistir ao eventos.

A Copa Vetnil iniciou a temporada com o pé direito e a sequência do campeonato promete seguir o mesmo caminho. Dia 06 de maio de 2017, será a vez do Parque João Barros (Nisia Floresta) receber o público Potiguar e as equipes nordestinas que virão disputar a 2ª Etapa do Campeonato.

O evento tá sendo muito aguardado e provavelmente registrará mais um recorde de público e inscrições, o que indica que o Rio Grande do Norte vem despontando como um Estado que recebe bem seus visitantes e que realiza provas de alto nível.⁠⁠⁠⁠



Reprodução do Blog do BG

Sinais indicam o perfil dos participantes do jogo Baleia Azul



O jogo Baleia Azul tomou as manchetes do país ao induzir à fatalidade jovens e adolescentes. Por meio de mensagens em redes sociais, eles afirmam receber tarefas que são obrigados a cumprir.

Em grupos fechados, os chamados “curadores” do jogo são os responsáveis por fiscalizar a realização destas, que incluem automutilação e atividades com alto risco de morte. Originalmente divulgada como “fake news” (notícia falsa) por um veículo estatal da Rússia, o jogo vem se espalhando pela internet desde 2015.

Especialistas concordam que o jogo, de fato, era apenas um hoax, uma invenção que se tornou viral. No entanto, pela repercussão que gerou, pode ser que tenha se tornado real, uma vez que a polícia já identificou tentativas de suicídio relacionadas. Contudo, alguns sinais comportamentais podem indicar aos familiares se os adolescentes ou jovens estão envolvidos com esse tipo de jogo.

1- Mudança de comportamento em geral

A adolescência é um período de mudança e vulnerabilidade, e alguns adolescentes não conseguem lidar bem com isso. Então, como são incapazes de digerir certos problemas, tendem a se sentir perdidos. Tal característica pode ser observada pela mudança de estilo, quando tendem a se esconder por trás de roupas mais fechadas, e pelo hábito de passarem mais tempo isolados em seus quartos.

2- Falta de motivação


Entre os jovens a falta de motivação é um fator comum. No entanto, dento do perfil mais propício de participantes do jogo, estes não consideram mais fazer planos para o futuro ou sentir empolgação em relação a novidades.

3- Baixa autoestima


A baixa autoestima é uma das características indiretamente exploradas por esse tipo de jogo. Neste perfil, os jovens sentem dificuldades em se abrir com outras pessoas sobre suas frustrações e problemas, o que os faz acreditar na falta de apoio. Neste momento experimentam uma série de mudanças e conflitos internos, por vezes mal resolvidos, e tudo isso pode contribuir para os problemas de autoestima.

Logo, é essencial que os pais conversem com os filhos sobre isso e procurem entender o que está acontecendo, orientando-os na busca de uma resolução, novas metas, perspectivas e, se necessário, na aceitação de suas identidades.



Jornal Ciência

Autoridade Marítima limita idade de crianças em “banana boat”

A Diretoria de Portos e Costas, por meio de Portaria publicada no Diário Oficial da União de 13 de abril, atualizou algumas regras relacionadas às atividades com equipamentos de entretenimento aquático contidas nas Normas da Autoridade Marítima para Amadores, Embarcações de Esporte e/ou Recreio e para Cadastramento e Funcionamento das Marinas, Clubes e Entidades
Desportivas Náuticas (NORMAM-03/DPC).

Dentre as alterações promovidas estão as novas regras para dispositivos flutuantes rebocados, tipo “banana boat” e “disc boat”.
A partir de agora é proibido o transporte de crianças menores de sete anos nesses dispositivos.

Crianças com idade igual ou maior do que sete anos e inferior a doze anos só poderão ser conduzidas acompanhadas ou autorizadas pelos pais ou responsáveis, sendo de inteira responsabilidade do condutor e/ou do proprietário da embarcação obter a anuência dos pais ou responsáveis pelo menor.

No caso do “banana boat”, a criança deverá ter condições de manter-se firme no dispositivo, apoiando seus pés no local apropriado e as mãos segurando na alça frontal do assento. No “disc boat”, elas deverão manter-se com as mãos apoiadas nas alças laterais. Recomenda-se, também, que as crianças estejam posicionadas entre dois adultos, de modo a manterem-se mais seguras e
equilibradas. O número de passageiros está limitado a cinco pessoas por dispositivo.

Além disso, a embarcação rebocadora, quando operada comercialmente, deverá ser conduzida por um aquaviário e dispor de um outro tripulante a bordo, que poderá ser um aquaviário ou amador, para observar a operação. Essas e outras atualizações relacionadas às atividades com equipamentos de entretenimento aquático podem ser vistas no Item 0112 do Capítulo 1 da NORMAM-03/DPC, em www.dpc.mar.mil.br.



Blog do BG

Justiça condena Bradesco Seguros a pagar indenização de R$ 30 bilhões

Uma decisão para fazer qualquer empresa tremer ou baixar as portas. Os desembargadores da 14ª Câmara Cível entenderam que a Bradesco Auto Re Companhia de Seguros tem que pagar indenização de nada mais, nada menos que R$ 30 bilhões à Ambiente Seguro Consultoria e Informática Ltda.

A ação, que começou em 2011, é porque a Ambiente desenvolveu sistema exclusivo, mas a Bradesco é acusada de descumprir cláusula contratual e ‘presentear’ corretores com o programa com 30 mil cópias.

Advogados da Bradesco questionam essa conta: alegam que cada unidade está saindo a R$ 1 milhão, quando a licença anual custava R$ 300 mil e cada cópia, estimada em R$ 697, 50.

Procurada pela coluna, a Bradesco foi lacônica na resposta. Informou apenas que a companhia de seguros não comenta casos em apreciação na Justiça. Os advogados da Ambiente não responderam à coluna. Vamos acompanhar de perto o desfecho, que tem recurso, e deve terminar só nas cortes superiores.

Valor de R$ 1,5 bilhão


Os advogados da Bradesco alegam que o patrimônio líquido da empresa é de R$ 1,5 bilhão. O que significa dizer que a indenização representa o equivalente a 20 vezes o valor da companhia. A decisão da 14ª Câmara Cível é considerada ‘absurda e vexatória’, afirmam os defensores.

Histórico do serviço

A Ambiente e a Bradesco celebraram dois contratos: um em 2002 e outro em 2008. Para o autor, o programa de software no primeiro não poderia ser repassado; no segundo, apenas a corretores cadastrados. A distribuição, para o autor, feriu os contratos, já que está em jogo direito autoral.

Sem vitória


Na 1ª instância, também chama a atenção a decisão. O juiz Ricardo Cyfer entendeu que o pedido da Ambiente era improcedente em maio do ano passado. Sustentou que não havia mais tempo para o autor da ação conseguir reparação civil, ou seja, havia prescrição.

Justiça e Cidadania – IG – por Adriana Cruz


IR 2017: mais de 10 milhões ainda não declararam; prazo termina na sexta

Prazo para enviar declarações começou em 2 de março e segue até o dia 28 de abril; Receita espera receber 28,3 milhões de declarações em 2017.

Restando pouco mais de três dias para o fim do prazo para envio da declaração de Imposto de Renda, mais de 10 milhões de contribuintes ainda não declararam, segundo informações divulgadas pelo Fisco nesta terça-feira (25).

De acordo com o órgão, até as 11h, último balanço da Receita, 18,09 milhões de declarações haviam sido entregues.

O prazo para envio começou em 2 de março e termina em 28 de abril. A expectativa da Receita Federal é receber 28,3 milhões de declarações neste ano. Com isso, ainda faltam enviar o documento cerca de 10,2 milhões de contribuintes.
  1.  Clique aqui para baixar o programa da Receita Federal para preencher a declaração
  2.  Veja dicas para fazer seu imposto de renda

Os contribuintes que enviaram a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda – caso tenham direito a elas. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade.

As restituições começarão a ser pagas em 16 de junho e seguem até dezembro, para os contribuintes cujas declarações não caíram em malha fina.

A multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo corresponde a 20% do imposto devido.

Quem deve declarar?


De acordo com a Receita Federal, deverá declarar, neste ano, o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2016. O valor subiu 1,54% em relação ao ano passado, quando somou R$ 28.123,91 (relativos ao ano-base 2015), embora a tabela do Imposto de Renda não tenha sido corrigida em 2016.

Quem optar pelo desconto simplificado, abre mão de todas as deduções admitidas na legislação tributária em troca de uma dedução de 20% do valor dos rendimentos tributáveis, limitada a R$ 16.754,34, mesmo valor do ano passado.

Estudo divulgado em janeiro pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional) aponta que, entre 1996 e 2016, a tabela do IRPF acumula uma defasagem de cerca de 83%. A defasagem acumulada no ano passado ficou em 6,36% – a maior dos últimos 13 anos. Isso sem contar a correção de 1,54% no limite de isenção.

No fim do ano passado, o governo informou que pretende corrigir a tabela do IR em 5% neste ano, o que valerá, se implementado, para a declaração do IRPF de 2018, referente ao ano-base 2017.

Dependentes maiores de 12 anos
Uma das novidades deste ano é que os contribuintes terão que informar o CPF das pessoas listadas como dependentes e que tenha 12 anos ou mais. Até o ano passado, a exigência era para dependentes acima dos 14 anos.

Formas de entrega

A entrega da declaração do Imposto de Renda 2017 poderá ser feita pela internet, com o programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), online (com certificado digital), na página do próprio Fisco, ou por meio do serviço "Fazer Declaração", disponível para tablets e smartphones.

Não é mais permitida a entrega do IR via disquete nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal. A entrega do documento via formulário foi extinta em 2010.

Por G1, Brasília

Adolescente de 13 anos atira na irmã de 10 com espingarda em Panelas, diz PM

Irmão pegou a arma na cabeceira da cama dos pais para caçar pássaros com a vítima, segundo a polícia. Menina ficou ferida e foi levada para o Hospital da Restauração.

Uma menina de 10 anos ficou ferida na noite do domingo (23) após ser atingida por um disparo de espingarda em Panelas, Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, quem atirou foi o irmão da vítima - um adolescente de 13 anos.

Ainda segundo a PM, o irmão da vítima pegou a arma na cabeceira da cama dos pais para caçar pássaros com a menina. Quando o adolescente tentou atirar contra a ave, a garota correu para ver o animal e foi atingida por um tiro no rosto, conforme informou a polícia.

A menina foi levada para uma unidade de saúde de Panelas, sendo transferida ao Hospital Regional do Agreste (HRA), e, em seguida, para o Hospital da Restauração (HR), no Recife. Segundo a PM, ela não corre risco de morte.

A espingarda foi apreendida pela polícia e o pai do casal de irmãos foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Bezerros, onde foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.


Por G1 Caruaru

Uber deixa de operar em algumas áreas do Recife por falta de segurança

Questionado, o aplicativo informou que não tem os locais nem a quantidade de áreas que estão bloqueados para chamados de passageiros.

Com a mudança, o passageiro que mora nesses locais não
 terá mais a opção de chamar o serviço de transporte
 (Foto: Eric Risberg/AP)
Para tentar evitar assaltos e crimes contra os motoristas, o aplicativo de transporte Uber passou a não funcionar em algumas áreas do Recife. A plataforma justificou a decisão que foi baseada na falta de segurança pública. Questionado, o aplicativo informou que não tem os locais nem a quantidade de áreas que estão bloqueados para chamados de passageiros.

“Nossa missão é oferecer transporte acessível a todas as pessoas em todos os lugares, ao toque de um botão. Há alguns locais específicos em que o nosso serviço não está disponível no momento, devido a questões de segurança pública”, informou em nota.

Com a mudança, o passageiro que mora nesses locais não terá mais a opção de chamar o serviço de transporte. A mensagem que aparece é “A Uber não está operando nessa área”.

Em março deste ano, o aplicativo havia informado que começaria a exigir o CPF dos passageiros no momento do cadastro, independentemente da forma de pagamento. Também no mês passado, dois motoristas do Uber foram mortos a tiros.

Um condutor de 32 anos foi morto quando transportava um ex-socioeducando da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), de 18 anos. Eles foram assassinados a tiros por dois homens que estavam em uma moto. O motorista não tinha antecedentes criminais.

O outro foi assassinado ao transportar um ex-presidiário, de 27 anos. O caso ocorreu nas proximidades da estação de metrô do bairro da Mangueira, na Zona Oeste do Recife. O passageiro ficou ferido no pé e no peito.

Segundo testemunhas, o carro com as duas vítimas estava estacionado quando um outro veículo de cor preta parou ao lado. Armado com uma pistola, um homem desceu do carro e efetuou os disparos. Na lataria do carro, havia 12 marcas de tiros.



Por G1 PE

Siri passa a ler WhatsApp em voz alta; veja como enviar mensagem sem usar as mãos no iOS e Android

Novo recurso é possível após Apple liberar integração entre apps de terceiros e sua assistente pessoal.

Siri ganha poder de ler mensagens do WhatsaApp em voz alta.
 (Foto: Reprodução/App Store/Apple)
A Siri, assistente pessoal de iPhones e iPads, passou a ler mensagens recebidas no WhatsApp em alto e bom som. A novidade chegou ao iOS, sistema operacional da Apple para aparelhos móveis, com a última versão (2.17.20) do aplicativo de comunicação do Facebook liberada nesta sexta-feira (21).

A nova integração entre Siri e WhatsApp só funciona se o iPhone rodar a versão 10.3 do iOS.

Para ter as mensagens lidas pela Siri, basta dar o comando “Leia minha última mensagem no WhatsApp”. A partir daí, a assistente pessoal não só lê o conteúdo, como também diz quem foi seu autor.

O novo recurso é o resultado da iniciativa da Apple de permitir que desenvolvedores de aplicativos criem interações com a Siri para desenvolvedores de aplicativos terceiros.

A possibilidade foi anunciada em junho de 2016 junto das novas ferramentas do iOS 10.

Apesar de a Siri só passar a ler mensagens recebidas pelo WhatsApp somente agora ao iOS, já era usar a assistente pessoal para enviá-las. Bater papo sem usar as mãos não é exclusividade do sistema operacional da Apple. Também é possível fazer isso no Android. Veja abaixo:

iOS

1. Vá a “Ajustes”;
2. Selecione as opções “Siri” e o “E aí Siri”. Essa função permite à assistente funcionar por meio de comandos de voz mesmo quando estiver o celular estiver bloqueado;
3. Para acionar a Siri, basta dizer “E aí Siri” se o iPhone estiver sendo carregado ou segurar o botão “Início”.
4. Para enviar mensagens, basta dizer “Enviar mensagem pelo WhatsApp”, falar quem é o destinatário, ditar o conteúdo do texto e confirmar a operação.
5. Também é possível fazer a Siri ler chats: quando uma mensagem chegar ao WhatsApp, diga “Leia minha última mensagem recebida no WhatsApp”.

Android

1. Para acionar o Now ou o Assistente Google, clique no ícone em formato de microfone ou fale “Ok, Google”.
2. Diga “Envie uma mensagem no WhatsApp”, o nome do destinatário e a mensagem que a ser enviada. Depois disso, basta confirmar o envio.


Por G1

Tráfego no sentido Pirangi-Ponta Negra parado por causa de acidente na Rota do Sol, e poste derrubado


Foto: Maurício Noronha

Acidente na manhã desta terça-feira(25), após o estádio Frasqueirão, envolve veículo HB20. Sinistro sem detalhes. Poste derrubado e grande congestionamento.



Reprodução do Blog do BG

Rejeitado pedido de liberdade para acusado de envolvimento em ataques de vandalismo em várias cidades do RN

A Câmara Criminal negou o pedido feito pela defesa de Fabrício Máximo de Araújo Souza, preso preventivamente por, segundo o julgamento de primeira instância, fortes indícios de envolvimento com a organização criminosa responsável pelos ataques de vandalismo que ocorreram em várias cidades do Estado do Rio Grande do Norte no início do ano de 2016, os quais exigiram a convocação da Força Nacional para auxiliar no restabelecimento da ordem na capital e em vários municípios da Região Metropolitana.

A decisão é baseada no Habeas Corpus Com Liminar n° 2017.003807-0, o qual argumentava a ocorrência de um suposto constrangimento ilegal da prisão preventiva, por alegada ausência dos requisitos para a sua decretação. Alega ainda que a decisão monocrática está baseada em fundamentos genéricos, os quais podem ser aplicadas as medidas cautelares diversas da prisão, previstas no artigo 319 do Código de Processo Penal.

O acusado foi preso pelo artigo 2º da a Lei 12.850/2013 e no artigo. 244-B do Estatuto da Criança e do Adolescente, os quais são, respectivamente, o delito de constituir, financiar ou integrar, organização criminosa e corrupção de menores.

O órgão julgador do TJRN entendeu que não existe a presença dos elementos de convicção para, nesse momento processual, conceder a medida antecipatória.

TJRN

Quadrilha explode mais um terminal bancário no interior do RN


(Foto: Notícias da Serra )
Em uma ação que durou cerca de 20 minutos, uma composta por pelo menos 10 homens encapuzados causou terror em Jaçanã, cidade do Agreste potiguar, distante 147 km de Natal, na madrugada desta terça-feira (25), por volta de 2h. 

Na ocasião, os bandidos explodiram um terminal bancário da agência do Bradesco, dentro de um posto de combustíveis no centro da cidade. Não bastasse, durante a fuga ainda espalharam grampos pelas estradas e saíram efetuando disparos para cima e contra prédios.

Segundo a Polícia Militar, e conforme imagem acima, o terminal bancário ficou destruído com a força da explosão. Não se tem informação da quantia levada. Diligências foram realizadas pela região, mas nenhum suspeito foi encontrado.



Reprodução do Blog do BG

Condenada pela morte de Isabella Nardoni, Anna Jatobá pede para ir ao semiaberto

A defesa de Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabella Nardoni, de 5 anos, pediu à Justiça nesta segunda-feira (24) a progressão da detenta do regime fechado para o semiaberto. Ela está presa na penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier em Tremembé (SP).

No documento, a defesa afirma que ela já tem direito ao benefício desde o último dia 18. A promotoria pretende submeter a presa a um exame psicológico antes de dar um parecer à Justiça sobre o pedido. (leia mais abaixo)
Condenada em 2010 a 26 anos e 8 meses de prisão pelo homicídio qualificado da criança, a defesa da madrasta de Isabella aponta que ela já cumpriu em regime fechado 2/5 da pena – correspondente 10 anos e sete meses de reclusão. Esse é o tempo mínimo para ter direito ao benefício da progressão.

Ela está presa desde 3 abril de 2008, portanto há nove anos. Mas, por trabalhar como costureira na penitenciária no interior de São Paulo, ela conseguiu reduzir a pena em 660 dias – o equivalente a um ano e sete meses.

Somadas a pena cumprida em regime fechado e os dias remidos, ela teria alcançado o tempo mínimo para ir ao semiaberto. Não há prazo para a Justiça julgar o pedido. O G1 procurou a Secretaria da Administração Penitenciária e aguarda posicionamento do órgão.


Anna Carolina Jatobá (Foto: Victor Moriyama/G1)

Avaliação

Para ter direito ao benefício, a detenta tem que atender a dois requisitos, sendo ter cumprido o tempo mínimo de prisão para progredir de regime e ter o comportamento considerado bom, o que a tornaria apta novamente ao convívio em sociedade.

Para o promotor que vai analisar o pedido de Anna Jatobá, Marcelo Negrini, ela precisa ser submetida à avaliação de psicólogos e psiquiatras. “Esses exames vão apontar se ela demonstra algum sinal de que poderia praticar novos delitos”, disse.

O advogado da detenta, Roberto Podval, disse que ela está ansiosa em relação ao pedido. “É uma mãe com dois filhos menores de idade, que já cumpriu a pena necessária para ter a progressão ao regime semiaberto”, disse. “Ela tem esse direito, não tem razão para que ela fique mais tempo do que o previsto”, concluiu.

Se for ao semiaberto, a presa terá direito a cinco saídas temporárias no ano, sendo Dia das Mães, Páscoa, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal e Ano Novo. Ela também pode ser autorizada a trabalhar e estudar fora da unidade, desde que retorne todas as noites para dormir.

Caso Isabella


Em 29 de março de 2008, Isabella, foi jogada da janela do apartamento do casal, no sexto andar de um prédio no bairro do Carandiru, na Zona Norte de São Paulo. Os condenados negam o crime. Eles alegam que uma outra pessoa entrou na residência e matou a criança.

A acusação se baseou em provas periciais produzidas pela Polícia Civil. Para o Ministério Público, Anna Jatobá esganou a enteada e Alexandre jogou o corpo da filha pela janela. Antes, o casal teria cortado uma tela de proteção do apartamento.

G1

América inicia venda de pacote de ingressos da primeira fase da Série D com preço promocional


A caminhada do América no Campeonato Brasileiro da Série D começa no dia 21 de maio, às 16h, contra o Murici-AL na Arena das Dunas, e na busca pelo acesso, o alvirrubro ficará mais fortalecido com a torcida do lado, empurrando e tornando a Arena um CALDEIRÃO!

Pensando no torcedor, a diretoria resolveu fazer uma promoção e vender o pacote com os jogos em casa na primeira fase por R$ 89 (para o setor Leste), ou seja, este valor dará direito a ingresso contra Murici-AL, Jacobina-BA e Sergipe. E mais, valor pago no pacote será revertido em desconto na ADESÃO e/ou RENOVAÇÃO do título de SÓCIO TORCEDOR para qualquer plano em 2018.


Durante o Brasileirão, os ingressos custarão R$ 60 (inteira) e R$ 30 (estudantes e idosos).
O pacote poderá ser adquirido até o dia 20/05 na Loja do Sócio, localizada na Sede Social do clube, de segunda a sexta, das 9h às 18h e no sábado das 9h às 12h.

Com informações do site do América

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Quem não votou nas últimas eleições deve regularizar situação até 2 de maio


Até o dia 2 de maio, o eleitor que não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições ou não pagou as multas correspondentes deve regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral. Após esse prazo, essas pessoas correm o risco de ter o título cancelado, lembrando que a legislação considera cada turno de votação um pleito diferente para efeito de cancelamento.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em todo o país, mais de 1,8 milhão de eleitores estão com seus títulos irregulares por ausência nas três últimas eleições. Em São Paulo (SP), esse número chega a 118.837 eleitores; no Rio de Janeiro (RJ) o total é de 119.734; em Belo Horizonte (MG) são 26.570; em Salvador (BA) esse número é de 31.263; e em Porto Alegre (RS), 18.782.

O cancelamento automático dos títulos de eleitores ocorrerá entre 17 a 19 de maio de 2017.

Os eleitores com voto facultativo (analfabetos, eleitores de 16 a 18 anos incompletos e maiores de 70 anos) ou com deficiência previamente informada à Justiça Eleitoral não necessitam comparecer ao cartório para regularizar a sua situação.

Para fazer a regularização, no cartório eleitoral, o eleitor deverá apresentar documento oficial com foto, comprovante de residência e, se possuir, título eleitoral e os comprovantes de votação, de justificativa ou de quitação de multa.

O cidadão pode consultar sua situação perante a Justiça Eleitoral nos cartórios eleitorais, no site do TSE ou no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado. Pode ainda ir ao cartório eleitoral e solicitar essa informação.

Agência Brasil

Um Fim de Semana em Recife-PE. #BLR




Neste passeio, você terá, de uma só vez, o melhor do Recife e de Olinda. No começo, um tour panorâmico pelo Recife, incluindo as três ilhas (Recife, Santo Antônio e Boa Vista), a Ponte Maurício de Nassau e a Praça da República (onde se encontram o Palácio do Governo, o Teatro de Santa Isabel e o Palácio da Justiça) e a Casa da Cultura, belíssimo prédio erguido em meados dos séculos XIX, para ser utilizado como casa de detenção. Hoje apresenta-se como centro representativo da cultura regional , com lojas de artesanato e comidas típicas.

Em Olinda, você visitará o Alto da Sé, com as Igrejas da Sé e da Misericórdia, de onde se descortina a mais bela vista das cidades do Recife e de Olinda. No carnaval, o povo desce as ladeiras com um entusiasmo contagiante, seguindo os tradicionais e monumentais bonecos, como o Homem da Meia-Noite, ou indo atrás dos blocos que ornamentam o carnaval da cidade, como a Pitombeira dos Quatro Cantos e o Elefantes. Olinda é considerada Patrimônio Natural e Cultural da Humanidade pela Unesco.

Em continuação, visita ao parque de envelhecimento de cachaça em barris de carvalho da Cachaçaria Carvalheira, onde se terá noção sobre o processo de fabricação e envelhecimento do destilado, açúcar e seus derivados.

Parada final no Shopping Recife, maior shopping da cidade, que tem como grande atrativo o Pátio das Esculturas, uma das maiores áreas de exposições múltiplas do Nordeste.


Recomendações para Passeio.
Agência: New Star - Receptivo e Turísmo
Guia: Marcelo Estrela
Contato: (81) 98856-9279 wts / 98501-7699

Moro decide adiar depoimento de Lula na Lava Jato



O juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato em Curitiba, decidiu mudar a data do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, até então previsto para o dia 3 de maio.

Segundo a Folha apurou, a mudança ocorrerá a pedido da Polícia Federal. Moro deve adiar o depoimento de Lula para o dia 10 de maio.

A decisão de mudar a data do depoimento foi confirmada pelo próprio Moro à cúpula da PF, em reunião em Curitiba, há algumas semanas.

A polícia argumentou que precisaria de mais tempo para organizar a segurança no local e que o feriado do dia do Trabalho, 1º de maio, dificultaria ainda mais a operação.

O PT e movimentos alinhados ao partido preparavam forte mobilização para apoiar o ex-presidente. Caravanas estavam partindo de diversos pontos do país.

O processo em que Lula será ouvido é relacionado ao episódio do tríplex em Guarujá, litoral de São Paulo, em que o ex-presidente é acusado de ter recebido vantagens indevidas da empreiteira OAS.

A defesa de Léo Pinheiro, sócio da empreiteira, entregou à Justiça Federal do Paraná documentos para tentar comprovar as afirmações de que o ex-presidente foi beneficiado pela reforma do apartamento.

Em depoimento na semana passada a Moro, o empreiteiro disse que o apartamento era de Lula.

Entre os documentos entregues estão o registro de que dois carros em nome do Instituto Lula passaram pelo sistema automático de cobrança dos pedágios a caminho do Guarujá entre 2011 e 2013. Não há, no entanto, documento que comprove que as viagens tiveram como destino o apartamento.

Há também registros de ligações telefônicas entre Pinheiro e pessoas ligadas a Lula, como Clara Ant, Paulo Okamotto, José de Filippi Jr. e Valdir Moraes da Silva (segurança), a partir de 2012. As listas trazem data e duração da conversa, mas não seu conteúdo.

Foram anexados ainda e-mails que mostram a agenda de Lula, na qual aparece a previsão de encontros com Pinheiro, e mensagens da secretária do instituto para Okamotto, que preside a entidade, avisando que o empresário havia ligado para falar com ele.

DEFESA

O advogado do petista, Cristiano Zanin Martins, afirmou que os documentos não comprovam as afirmações feitas pelo empresário, que classificou como uma “versão negociada para agradar” aos procuradores e destravar seu acordo de delação.

Na última quarta, a defesa de Lula apresentou documentos de recuperação judicial da OAS em que a empresa afirma ser a proprietária do tríplex do Condomínio Solaris.

Segundo Zanin Martins, o material reforça a tese da defesa de que é “impossível que o apartamento seja propriedade de Lula”.

Folha de São Paulo

Estudo mostra as melhores e piores capitais para se viver no Brasil; no geral de 4 áreas, Natal apenas em 17º


(Gabriel Flores / Prefeitura de Macapá/Divulgação)

Com pouco mais que 460 mil habitantes, a cidade de Macapá (AP) é a primeira na lista das piores capitais para se viver no Brasil, segundo estudo da consultoria Macroplan.

Para chegar a esta conclusão, a consultoria analisou os municípios com mais de 266 mil habitantes em 16 indicadores divididos em quatro áreas distintas: saúde, educação e cultura, segurança e saneamento e sustentabilidade.

O ranking foi formado por um índice que vai de 0 a 1 – quanto mais próximo de zero, pior é a condição de vida no local. Macapá ficou com um índice de 0,434.

Alguns exemplos explicam os pontos negativos da capital amapaense. Na área de saúde, por exemplo, Macapá aparece na 89ª posição entre as 100 maiores cidades do Brasil. Motivo? A cidade tem uma das mais altas taxas de mortalidade infantil e baixa cobertura de atendimento básico.

EXAME.com não conseguiu contato com a prefeitura da cidade até a publicação desta reportagem.

No extremo oposto está Curitiba (PR), que garantiu o primeiro lugar no ranking entre as melhores capitais do país, com índice de 0,695. Segundo o estudo, a cidade tem bons resultados nas quatro áreas analisadas pela consultoria.

Por lá, segundo o levantamento da Macroplan, 100% da população é atendida com água encanada e coleta de lixo. A título de comparação, na capital do Amapá, apenas 36,4% dos moradores têm água encanada.

Veja as melhores e piores capitais para se viver no Brasil e o desempenho de cada uma delas nas quatro áreas analisadas pela consultoria.

Polícia Militar realiza mais de 7 mil abordagens durante Operação Tiradentes

A Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte desencadeou 24 horas de operação intensificada em todas as regiões do Estado. A Operação Tiradentes foi idealizada em âmbito nacional pelo Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil, cujas instituições contam com um efetivo de mais de 600 mil policiais e bombeiros militares.

Iniciada às 14 horas dessa quinta-feira (20) e com término às 14h do dia seguinte (21), a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte empregou 2.323 policiais militares objetivando a preservação da Segurança Pública e o cumprimento da Lei.

No total, foram atendidas 320 ocorrências, com a realização de 7.268 abordagens a pessoas e veículos.

Durante a operação, a Polícia Militar apreendeu 37 veículos e foram confeccionados 78 autos de infrações de trânsito, além do registro de 14 veículos recuperados com queixa de furto ou roubo. Também foi contabilizada a prisão e captura de 19 pessoas e a apreensão de 1 adolescente envolvido com ato infracional. Foram registradas ainda quatro ocorrências de apreensões de drogas e entorpecentes e a apreensão de 12 armas de fogo.

“São números significativos que desenvolvemos em 24 horas de intensivo trabalho”, disse o Comandante Geral da PM, Coronel PM André Luiz Vieira de Azevedo. Os dados da Polícia Militar do RN foram apresentados à Secretária da Segurança Pública e da Defesa Social, Sheila Freitas, em reunião de encerramento. O resultado nacional da operação será divulgado pelo presidente do Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil, Coronel PM/DF Marcos Antônio Nunes de Oliveira.



Blog do BG

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Facebook lança Spaces, app de realidade virtual, para Oculus Rift

Na plataforma, pessoas criam avatares para interagir em mundo virtuais com os outros e mergulhar em fotos e vídeos em 360°.




Facebook Spaces é o app de realidade virtual do Facebook (Foto: Divulgação/Facebook)

O Facebook lançou nesta terça-feira (18) um aplicativo de realidade virtual para que as pessoas interajam em um mundo virtual como se estivessem na mesma sala.

Ainda em fase de testes, o serviço se chama Facebook Spaces e funciona nos óculos de realidade virtual Oculus Rift. Foi apresentado no F8, o evento do Facebook para desenvolvedores que é realizado para cerca de 4 mil participantes em San José, na Califórnia.

O Facebook já havia dado algumas mostras dessas tecnologia, como quando apresentou o brasileiro Hugo Barra como novo vice-presidente de realidade virtual. Para isso, divulgou uma foto que mostrava o avatar de Barra ao lado do de Mark Zuckerberg, presidente-executivo da rede social.

O primeiro passo no Facebook Spaces é o usuário criar um avatar para representá-lo. A partir de uma foto, o sistema de realidade virtual cria um boneco automaticamente, mas permite personalizar olhos, rotos e cabelo, por exemplo.

Feito isso, é possível convidar amigos que já estejam na plataforma virtual para integrar um mesmo ambiente, criado digitalmente ou que reproduza um local do mundo físico. Aí entram as fotos e os vídeos em 360°. Essas imagens não só podem ser vistas de dentro, como já ocorre em outros sistemas de realidade virtual. Mas o Space permite que o usuário e seus amigos transportem seus avatares para dentro delas.

Outro recurso é o de poder desenhar figuras e girá-las para aproveitar o caráter tridimensional da realidade virtual.

Além disso, é possível fazer ligar videoconferências dentro do Spaces usando as chamadas de vídeo do Messenger. Durante essas ligações, quem estiver no mundo virtual verá uma janela com a imagem do interlocutor na vida real, quem estiver no Spaces verá a imagem do avatar surgir na tela do celular.

Por G1

Previdência: lipoaspiração na proposta eleva apoio à reforma





Ao enviar a proposta de reforma da Previdência ao Congresso, em 6 de dezembro de 2016, Michel Temer afirmara: ”Sempre fizemos pequenas reformas. Eu mesmo fui relator de uma reforma previdenciária. Chega de pequenas reformas. Ou enfrentamos de frente o problema ou vamos condenar aqueles que vierem depois de nós a que batam nas portas do poder público e nada recebam.”

Decorridos quatro meses, o deputado Arthur Maia (PPS-BA), relator da reforma, apresentou a nova silhueta da proposta. Passou por uma lipoaspiração. Ficou menos pretensiosa. Mas tornou-se mais atraente —ou menos repulsiva— aos olhos dos deputados incumbidos de votá-la. O resultado ainda é incerto. Entretanto, elevaram-se as chances de aprovação.

Com o aval de Temer, o relator modificou até tópicos que o governo tratava como imutáveis. Por exemplo: a unificação em 65 anos da idade mínima para a aposentadoria de homens e mulheres. A bancada feminina bateu o salto alto no mármore do Planalto e arrancou o direito de se aposentar aos 62 anos. Na prática, todo mundo que chorou acabou levando alguma coisa.

Deputados nordestinos tornaram irrisórias as mudanças na aposentadoria rural, o lobby das polícias assegurou aos servidores armados um encontro com o pijama com dez anos de antecedência, o tucanato abrandou drasticamente as mexidas no BPC, o Benefício de Prestação Continuada pago a idosos e deficientes de baixa renda. E as pressões continuam.

Até aqui, o emagrecimento do texto original fez cair a economia que o governo esperava fazer nos próximos dez anos de R$ 800 bilhões para algo em torno de R$ 630 bilhões. Mas não resta outra alternativa a Michel Temer senão ceder. Uma eventual rejeição da proposta terá sobre o seu governo o peso de uma lápide.

A pregação de Temer também começou a surtir efeitos na Câmara. Rodeado de ministros e aliados lançados no caldeirão da Lava Jato pelos delatores da Odebrecht, o presidente sustenta que os investigados precisam reagir à onda de suspeição. E argumementa que a melhor reação seria a aprovação de reformas que tonifiquem a economia. Na expressão de Temer, não é hora de “acoelhar-se”.

O apoio à proposta do governo não é generalizado. Ao contrário, a resistência ainda é grande. Mas o discurso de parte dos governistas começa a mudar. “Não vai passar com facilidade, mas creio que a reforma da Previdência acabará sendo aprovada”, disse ao blog, por exemplo, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). Ele preside a comissão especial sobre outra reforma vital: a política. “Aprovar essa reforma da Previdência e outras não deixa de ser uma reação à Lava Jato, pois mostraremos ao país que o Congresso não parou.”

Lúcio integra o rol de políticos alcançados pela delação coletiva da Odebrecht. Ele ecoa o discurso de Temer: “Se não trabalharmos pelas reformas estruturais, vamos acabar dando razão aos que dizem que não temos legitimidade para legislar.” O deputado injeta pragmatismo em seu raciocínio: “As reformas vão melhorar o ambiente econômico. Se a economia reage, diminui a insatisfação popular. O que beneficia a classe política. O Lula se reelegeu na época do mensalão porque a economia estava bem.”

Por Josias de Souza

Banco do Brasil é condenado a conceder financiamento estudantil para universitário de Natal

O juiz Daniel Mesquita Monteiro Dias, em processo da 1ª Vara Cível de Natal, obrigou o Banco do Brasil a conceder financiamento referente ao FIES a um estudante universitário do curso de Educação Física da Faculdade Maurício de Nassau, sob pena de multa diária de R$ 500, confirmando liminar anteriormente deferida, caso ainda haja interesse do autor, consistente na conclusão do curso de ensino superior.

Em caso de não subsistir interesse do autor diante da perda do objeto da obrigação de fazer, ou seja, a conclusão do curso de ensino superior, o magistrado determinou a conversão da obrigação de fazer em perdas e danos no valor de R$ 24.480,00, corrigidos monetariamente e com incidência de juros, a contar da conclusão do curso superior.

O caso


Na ação, o estudante alegou que é aluno do curso de Bacharelado em Educação Física da Faculdade Maurício de Nassau, estando devidamente matriculado e já concluído o primeiro semestre de graduação superior. Sustentou que é de origem humilde e que precisa da concessão do benefício do FIES para poder concluir sua formação universitária.

Destacou que apesar de ter apresentado toda a documentação, bem como ter tido parecer favorável da CPSA da IES Faculdade Maurício de Nassau, teve o benefício negado pela instituição financeira. Destacou que, embora tenha apresentado fiador idôneo, o Banco do Brasil negou sem justificativa plausível a concessão do beneficio.

Decisão

Quando julgou o caso, o juiz Daniel Monteiro Dias entendeu que a ele se aplicam as disposições do Código de Defesa do Consumidor, uma vez que a atividade bancária é entendida como sendo uma prestação de serviço, enquadrado-se as instituições bancárias na qualidade de fornecedores de serviço.

Para o julgador, embora a análise financeira caiba ao Banco, este não se desincumbiu de apresentar justificava plausível para o indeferimento do consumidor. Ele observou, inclusive, que o texto da contestação apresentada é dissociado do caso dos autos e não traz elementos consistentes para embasar a negativa da concessão do financiamento educacional.

O juiz Daniel Monteiro Dias explicou, por fim, que a existência de registro em cadastro de inadimplente não é suficiente para ensejar a negativa do financiamento, principalmente, se for considerado que o estudante apresentou fiador apto a assumir a dívida em eventual caso de inadimplemento. “Assim, faz jus ao pleito a parte autora, não podendo o fornecedor negar a prestação de seus serviços sem justa causa”, concluiu.

(Processo nº 0136163-35.2012.8.20.0001)
TJRN

HORA DE REVIVER ALLEJO E CIA? Nintendo pode lançar versão retrô do Super Nintendo



A Nintendo pode lançar até o final do ano uma versão remasterizada do Super Nintendo, videogame que fez muito sucesso nos anos 1990. Segundo fontes do Eurogamer, site especializado em videogames, a empresa já está desenvolvendo uma versão do aparelho para chegar ao mercado no final do ano.

De acordo com o site, o novo console deverá vir com alguns jogos na memória, mas ainda não se sabe quais – é possível esperar que o videogame traga jogos como Super Mario World, Donkey Kong Country e The Legend of Zelda: A Link to the Past.

A notícia chega dias depois que a Nintendo anunciou que vai descontinuar a produção do NES Classic Edition, versão remasterizada do Nintendo Entertainment System, videogame lançado em 1985. Vendido nos EUA a US$ 60, o dispositivo tinha 30 jogos na memória e era uma reprodução, em miniatura, do console dos anos 1980.

Segundo a Nintendo, o sucesso do NES Classic Edition surpreendeu – a empresa pensou apenas em produzir um dispositivo retrô para o Natal do ano passado. De acordo com as fontes do Eurogamer, a produção da nova versão do Super Nintendo (também chamado de SNES) é um dos favores que fizeram a empresa nipônica encerrar a produção do NES.

30 jogos que a Nintendo vai relançar com o NES retrô(confira aqui)

Link Estadão

Prévia da inflação oficial é a menor para abril em 11 anos



Tomate puxou a alta de preços na prévia do IPCA de abril (Foto: Reprodução/TV Morena)

A prévia da inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15), ganhou força de março para abril, passando de 0,15% para 0,21%, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (20). Essa foi a menor taxa para um mês de abril desde 2006, quando ficou em 0,17%.

No acumulado do ano, a taxa é de 1,22%, abaixo dos 3,32% referentes ao mesmo período do ano anterior (de janeiro a abril).

No acumulado de 12 meses, o índice caiu para 4,41%, abaixo dos 4,73% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Segundo o IBGE, é a menor variação acumulada em períodos de 12 meses desde janeiro de 2010 (4,31%). Em abril de 2016, a taxa havia ficado em 0,51%.

Tomate puxa


O tomate, que ficou 30,79% mais caro, foi destaque de alta no ranking dos maiores impactos no índice. Além dele, outros alimentos passaram a custar mais de março para abril, a exemplo da batata-inglesa (11,63%), dos ovos (5,5%) e do leite longa vida (1,49%).

Já em relação aos grupos, os de alimentação e bebidas, com 0,31% de variação, e saúde e cuidados pessoais, com 0,91%, foram os principais responsáveis pelo resultado do IPCA-15, segundo o IBGE.

Os remédios são outro destaque, com alta de 0,86%, refletindo parte do reajuste anual, que passou a valer a partir de 31 de março, entre 1,36% e 4,76%, conforme o tipo do medicamento. Plano de saúde (1,07%), artigos de higiene pessoal (0,92%) e serviços médicos e dentários (0,89%) também exerceram influência sobre o resultado do grupo saúde e cuidados pessoais.

Por região


Quanto aos índices regionais, a região metropolitana de Recife apresentou o maior resultado (0,53%) em razão da alta registrada na gasolina, 5,03%, segundo o IBGE. O índice mais baixo foi o da região metropolitana de Belo Horizonte (-0,07%), onde os combustíveis tiveram variação de -3,32%.

O índice


Para o cálculo do IPCA-15 os preços foram coletados no período de 15 de março a 12 de abril e comparados com 14 de fevereiro a 14 de março. O indicador refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia. A metodologia utilizada é a mesma do IPCA, a diferença está no período de coleta dos preços e na abrangência geográfica.

Previsões


Nesta semana, os analistas do mercado financeiro reduziram novamente a previsão para a inflação para este ano, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 4,09% para 4,06%, a sexta queda consecutiva.

Com isso, o mercado financeiro estimou que a inflação ficará abaixo da meta central de inflação deste ano, fixada em 4,5% pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), e que o objetivo central será atingido. Na semana passada, o mercado já tinha estimado que a meta seria cumprida. A meta central de inflação não é atingida no Brasil desde 2009.

G1