domingo, 30 de outubro de 2016

Hamilton vence no México e iguala recorde de Prost




O inglês Lewis Hamilton conquistou uma vitória importante neste domingo (30) no GP do México. O piloto da Mercedes largou na frente e não teve concorrência para vencer pela oitava vez neste ano e pela 51ª na carreira.

O número é simbólico para Hamilton: com este triunfo ele empata em segundo lugar na história da Fórmula 1 com o tetracampeão Alain Prost, que entre 1980 e 1993 também conquistou 51 vitórias.

Além disso, Lewis também diminuiu a diferença para Nico Rosberg no campeonato. O alemão não conseguiu fazer um bom final de semana, mas ainda assim salvou um segundo lugar ao fim da prova segurando os ataques de Max Verstappen.

A diferença entre os dois pilotos da Mercedes no mundial agora está em 19 pontos, o que significa que Rosberg pode ser campeão na próxima corrida, no Brasil, se vencer.

Em boa corrida, Max Verstappen completaria o pódio após pressionar Nico Rosberg durante todo o GP. O alemão teve de ser habilidoso durante a prova com os retardatários para não ser pego pelo holandês – que tentou uma ultrapassagem na curva 3 a certa altura, mas não conseguiu.

Sebastian Vettel, que foi o quarto na pista, ganhou a posição de Verstappen após o piloto holandês ser punido pela direção de provas no fim do GP por ter contado a primeira curva se defendendo do ataque de Vettel. Ricciardo subiu para quarto e Verstappen foi o quinto depois de ter 5s acrescidos no tempo de prova.

Felipe Massa fez corrida opaca. Ele passou a primeira volta em sexto, mas acabou ficando com o nono lugar no fim da prova. Já Felipe Nasr, único a largar com os pneus médios, fez uma parada apenas no fim da prova e chegou na 16ª posição.



Terra

Namorado mata jovem e avisa família da vítima em grupo de WhatsApp


Uma mulher de 27 anos foi assassinada a tiros dentro de casa neste domingo (30), no município de Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá. O principal suspeito do crime é o namorado da vítima, que, segundo a Polícia Civil, confessou o crime no grupo da família da mulher no WhatsApp. A vítima foi identificada como Elane Francisca Miguins Santos, segundo a Polícia Civil.

De acordo com a PM de Alta Floresta, os policiais foram acionados por volta de 4h após moradores do Bairro Cidade Alta ouvirem o barulho dos disparos. Ao chegar ao local, eles encontraram a vítima caída no chão ensaguentada.


A Polícia Civil informou que o namorado de Elane confessou a morte em uma mensagem de áudio, enviada para um grupo da família da vítima. No áudio, o homem disse que tinha atirado nela e pediu perdão aos familiares da mulher.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também esteve no local. Os peritos constaram, de maneira preliminar, marcas de tiros na porta do quarto onde ela estava, o que indica que o suspeito possa ter disparado através da porta.

O corpo de Elane foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Sinop, a 503 km de Cuiabá, onde deverá passar por exame de necropsia.

O namorado da mulher, principal suspeito do assassinato, já foi condenado a três anos de prisão, em regime semiaberto, pelo crime de tráfico de drogas, em junho deste ano. Ele é natural de Campo Grande (MS) e tem 27 anos.

O caso deve ser investigado pelo delegado Israel Pirangi, da Delegacia Municipal de Alta Floresta. A polícia ainda não sabe a justificativa do crime e o paradeiro do suspeito do homicídio.





G1/MT

ABC já tem 13 jogadores garantidos para temporada 2017


Encerrada a participação do ABC nas competições da temporada 2016, agora a diretoria abecedista começa a trabalhar no processo de renovação e montagem do elenco para o ano de 2017. Atualmente são 13 jogadores com contrato em vigência e que permanecem no clube.

Os atletas garantidos para a próxima temporada são: o goleiro Jota, o lateral-esquerdo Luiz Felipe, os zagueiros Léo Fortunato, Cleiton, Tiago Sala e Vinicius, o volante Jardel, os meias Erivélton, Fábio Gama e Chiclete, e os atacantes Nando, Dalberto e Leozinho.

Entre os jogadores que integraram o atual grupo do Alvinegro, alguns receberam proposta de renovação e agora a direção abecedista aguarda a resposta destes atletas para montagem do elenco 2017. Paralelo a isso, a diretoria também está buscando e negociando novos reforços para o Clube do Povo.



reprodução do Blog do BG

Ucraniano troca seu nome para 'iPhone 7' para ganhar um celular


Ele mudou nome oficialmente após desafio de loja de produtos eletrônicos.
iPhone 7 ganhou aparelho nesta sexta (28) e diz que família ficou chocada.


Ucraniano Olexander Turin trocou de nome para iPhone 7 depois que uma loja ofereceu um aparelho para quem fizesse a mudança (Foto: AP Photo/Efrem Lukatsky)

Um homem na Ucrânia trocou oficialmente seu nome para iPhone 7 depois que uma loja de eletrônicos ofereceu o novo aparelho da Apple às primeiras cinco pessoas que fizessem esta mudança, segundo a agência de notícias Associated Press.

Antes chamado Olexander Turin, de 20 anos, ele recebeu seu aparelho como prêmio nesta sexta-feira (28). Um iPhone 7 na Ucrânia custa a partir de US$ 850, enquanto a troca de nome no país custa apenas US$ 2.

iPhone 7 disse à agência que seus amigos e família ficaram chocados com a mudança no início, mas depois apoiaram a ideia. Ele afirmou que pode mudar o nome de volta para Olexander Turin quando tiver filhos.

Sua irmã, Tetyana, disse que "foi difícil aceitar e acreditar", mas "cada pessoa no mundo busca se expressar de certa maneira. Por que não assim?"



Do G1, em São Paulo

Tremor atinge centro da Itália, deixa feridos e derruba imóveis históricos




Um forte terremoto de magnitude 6,6 atingiu a região central da Itália neste domingo (30), segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), causando o colapso de mais construções e igrejas históricas em pequenas cidades e vilarejos atingidos por tremores nos últimos dias.

O sismo derrubou construções em diversos lugares na região central do país, que já havia sofrido um tremor na quarta-feira (26). A Proteção Civil italiana afirmou que o terremoto foi sentido do norte ao sul do país, de Bolzano, próximo à fronteira do país com a Áustria, à região de Puglia, no extremo sul.

Não há informação sobre mortos, mas dezenas de pessoas ficaram feridas sem gravidade, segundo o chefe da Defesa Civil italiana, Fabrizio Curcio. Apenas uma pessoa está “em condição mais grave”, segundo a France Presse. Várias pessoas foram tiradas com vida dos escombros – seis em Norcia, três em Tolentino.

O tremor provocou deslizamentos de terra e o tráfego em muitas estradas nesta região central da Itália está interrompido. Em Roma, linhas do metrô foram fechadas devido a problemas técnicos causados pelo terremoto. O dano nas construções é “substancial”, segundo a agência de notícias Reuters.

O terremoto desta manhã é o mais forte a atingir a península desde 1980, de acordo com o jornal Corriere della Sera. O tremor de Áquila, que matou mais de 300 pessoas em 2009, teve uma magnitude de 6,3, segundo a France Presse.

O tremor ocorreu às 7h40 do horário local (4h40 do horário de Brasília) e provocou medo entre a população da região de Úmbria, segundo a agência de notícias EFE. Uma transmissão ao vivo mostrou o colapso de uma igreja no centro de Norcia, uma cidade de 4 mil habitantes perto dePerugia, de acordo com a Reuters.

Em Norcia, a Basílica de San Benedetto, construída no século XIV, ficou parcialmente destruída. Segundo a lenda, foi construída sobre o local de nascimento de São Bento, fundador da Ordem Beneditina, nascido em 480. O primeiro-ministro italiano prometeu reconstruir casas e igrejas destruídas pelo abalo.

Norcia está na região que já havia sido afetada por outro forte terremoto, de magnitude 6,2, quedeixou 300 mortos. Na ocasião, também foram fortemente atingidos os municípios de Amatrice, de 2 mil habitantes, e Accumoli, de 700.

Neste domingo, em Amatrice, cidade que pagou o preço mais alto durante o tremor de agosto, com mais de 250 mortos, foram registrados apenas “poucos feridos”, segundo o prefeito de Amatrice, Sergio Pirozzi. “Nenhum morto e esta é uma boa notícia”, disse a uma rádio.





G1

Em Curitiba, Eduardo Cunha não pode se aproximar de Youssef




Na PF de Curitiba, onde está preso, há uma determinação expressa para Eduardo Cunha — ele não pode se encontrar com Alberto Youssef.

O doleiro, outra estrela da Lava-jato, detonou Cunha em seus depoimentos.



Lauro Jardim – O Globo

sábado, 29 de outubro de 2016

WhatsApp: cinco dicas para saber se você foi bloqueado no mensageiro


Os usuários de WhatsApp que estão desconfiados que foram bloqueados em alguma conversa podem ficar atentos a alguns sinais. Entre as dicas, é possível destacar a impossibilidade de visualizar a foto do perfil de determinado usuário e o impedimento de fazer parte de novos grupos, além de deixar de exibir o “visto pela última vez”, caso o recurso esteja ativado.

Veja, na lista abaixo, cinco maneiras de verificar se aquele “amigo” te bloqueou no app de mensagens. As dicas são válidas para smartphones com Android eiPhone (iOS).

1) Deixar de exibir status online ou “visto pela última vez”

Seu “amigo” não fica online há muito tempo no WhatsApp? É possível que o usuário tenha te bloqueado. Mas fique atento, o contato pode apenas ter desativado o recurso “visto pela última vez” ou o status online para não compartilhar o último horário que utilizou o mensageiro.

Para saber quando o usuário foi visto pela última vez no app, o procedimento a ser feito é o mesmo para celulares com iPhone e Android. Em ambos os casos, toque na janela de conversa do contato e abaixo do nome da pessoa, há a opção de status online ou “visto pela última vez às XX:XX”.



2) Deixar de aparecer foto do perfil


Não está mais visualizando a foto de perfil de um usuário no WhatsApp? Isso pode ser um sinal de que o seu “amigo” te bloqueou no mensageiro. Dessa forma, não é mais possível ver a imagem e até mesmo a mensagem de status do contato.





Veja o restante da matéria do Techtudo AQUI



Galo reage, vira, Guerrero empata, e jogão prejudica ambos na caça ao líder * SÉRIE A *




O duelo pela vice-liderança, entre Atlético-MG e Flamengo, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, pedia ingredientes de decisão. E não decepcionou na tarde deste sábado no Mineirão. Depois de um primeiro apagado dos donos da casa em Belo Horizonte, o Rubro-Negro carioca saiu na frente mas viu os rivais iniciarem reação aos 35 da etapa final.

A virada veio 41, mas os visitantes ainda foram buscar três minutos depois em partida eletrizante. No primeiro duelo entre Diego e Robinho, os ex-meninos da Vila caminhavam para serem protagonistas, mas os gringos Lucas Pratto e Guerrero mostraram poder de decisão para dar números finais ao jogo. 2 a 2 e a permanência da equipe comandada por Zé Ricardo na segunda colocação.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Veja os 7 Cortes de Cabelo que estão em Alta




Padrão


Conheça os 7 cortes de cabelo que estão fazendo, literalmente, a cabeça de homens de todo o mundo.
Undercut



Inspirado nos cortes militares e rockabilly, o “Undercut” traz as laterais raspadas e o cabelo comprido na parte de cima. É um corte que já está em alta há alguns anos.


Curto dos lados e atrás



É como o undercut, porém com a parte de trás acompanhando a mesma altura do cabelo das laterais.


Coque Samurai



Como o nome já diz, esse método de amarrar os cabelos (estilo coque) foi inspirado nos Samurais. É uma ótima opção para amarrar um cabelo mais comprido.


Top Knot



O corte “Top Knot” é uma opção para quem usa o “Undercut” com a parte de cima bem comprida. Daí é só prender a ponta do cabelo com um elástico (lembrando um pouco o coque).


Penteado de lado



Esse é um corte de cabelo/penteado para homens clássicos. Uma opção, para deixar esse corte mais moderno, é usar a lateral um pouco mais baixa.


Pompadour



O corte “Pompoadour” traz a parte de cima com bastante volume e movimento. As laterais podem ser um pouco raspadas ou não, mas devem ser menores do que a parte de cima do cabelo.

Degradê



Esse corte exige um bom cabeleireiro, logo que a intenção é criar um efeito de degradê (sem marcas). É uma técnica que pode ser associada a outros tipos de cortes de cabelo, como, por exemplo, o “Undercut” e o “Top Knot”.



E aí, meninos gostou de alguns desses cortes? Dêem dicas de postagens beleza?!


Forças Armadas são a instituição em que a população mais confia, diz pesquisa



Foto: Ilustrativa

As Forças Armadas são a instituição em que a população brasileira mais confia, segundo o Índice de Confiança na Justiça, produzido pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas e divulgado hoje (28). Segundo o índice, 59% dos entrevistados disseram confiar nas Forças Armadas.

Atrás das Forças Armadas, em sequência, estão a Igreja Católica (57%), a imprensa escrita (37%), o Ministério Público (36%), as grandes empresas (34%) e as emissoras de TV (33%). Para o índice, foram entrevistadas 1.650 pessoas residentes nas capitais e regiões metropolitanas do Distrito Federal, Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo durante os primeiros seis meses deste ano.

Apenas 29% do total de entrevistados acredita no Poder Judiciário e 25% na polícia, seguido pelos sindicatos (24%) e redes sociais (23%). A Presidência da República é acreditada por apenas 11% da população, o Congresso Nacional por 10% e os partidos políticos por 7%.

Para Luciana de Oliveira Ramos, coordenadora do estudo, a piora no desempenho da Presidência, dos partidos e do Congresso, embora estes sempre se apresentem com índices baixos de confiança, se deve ao contexto político do período. “A ampla exposição do funcionamento dessas instituições na mídia seguramente provocou um impacto negativo na avaliação da população”, disse ela.

Judiciário

O Índice de Confiança na Justiça foca principalmente na confiança da população no Judiciário. Em uma escala de 0 a 10, a nota recebida por este Poder no primeiro semestre deste ano foi 4,9 pontos.

O questionário perguntou também aos entrevistados qual a percepção de honestidade dos agentes da lei. Para metade dos entrevistados (50%), os juízes são honestos, enquanto 46% responderam o mesmo para os policiais e 41% para os advogados.

A maioria dos entrevistados (74%) também disse que as pessoas devem seguir a lei, mesmo quando a mesma é contrária ao que elas acreditam serem correto e 56% acreditam que uma pessoa deva seguir a ordem dada por um policial, mesmo discordando dele.

A pesquisa também apontou que 81% das pessoas ouvidas acham que, sempre que possível, as pessoas dão um “jeitinho” de não seguirem as leis e 76% responderam que é fácil desobedecer a lei no país.

Agência Brasil


Vídeo mostra casal fazendo sexo dentro da Câmara de Guarulhos


Um vídeo gravado pelas câmeras de segurança da Câmara de Vereadores de Guarulhos, na Grande São Paulo, mostra um casal fazendo sexo dentro do plenário da Casa. O local está ocupado desde o dia 20 por um grupo de manifestantes.

A cena foi flagrada na manhã desta quinta-feira (27), segundo informações de funcionários da Casa. O presidente da Câmara, vereador professor Jesus Roque Freitas (DEM), disse que tomou conhecimento das imagens, mas não viu o vídeo.

VEJA AQUI

Ele também afirmou que a Procuradoria da Casa entrou com um pedido para a reintegração de posse da Câmara, também quinta, na 1ª Vara da Fazenda Pública de Guarulhos.

A Câmara de Guarulhos está ocupada por cerca de 50 estudantes secundaristas e universitários desde o dia 20 de outubro, em protesto contra a PEC 241, que foi aprovada na Câmara dos Deputados em Brasília e que limita os gastos públicos da União.

A cena de sexo protagonizada pelo casal ocorreu na parte superior do plenário – que é ocupada, normalmente, pelo público que acompanha as votações.

O prédio da Câmara é um antigo cinema. A parte inferior, onde os vereadores realizam as sessões, é separada da parte posterior por um vidro e também está ocupada pelos alunos.

Durante a cena de sexo nas imagens, uma criança, que integra o grupo de invasores, passa ao fundo do plenário.

“Quando eu cheguei na Casa na quinta me avisaram que havia ocorrido isso (da cena de sexo no plenário). Eu estava entendendo a ocupação como um ato democrático. Mas a votação foi na terça e eles continuaram lá. Na quarta não saíram e então, na quinta, entramos com um pedido de reintegração de posse”, disse o presidente da Câmara.

“A Câmara está parada, temos votações para fazer, e não podemos ficar ao bel prazer [dos invasores], afirmou o vereador Jesus.

“Sou professor universitário e não queria parecer autoritário, já que é um ato democrático. Mas tudo tem limites”, acrescentou o vereador.



G1/SP


domingo, 23 de outubro de 2016

Tiro atinge avião durante voo entre Florianópolis e Porto Belo, SC





Um avião Cessna 152 foi atingido por um tiro após decolar do Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, rumo a Porto Belo, no Litoral Norte, na manhã de sábado (22). Ninguém ficou ferido e o avião, onde estavam dois funcionários de uma escola de aviação, pousou normalmente.

De acordo com a escola Voe Floripa, dona do avião, o disparo só foi percebido após o pouso, no Condomínio Aeronáutico Costa Esmeralda. O tiro atingiu a asa esquerda, próximo ao tanque de combustível, e danificou a asa e o flape.

Segundo o diretor de ensino da empresa, Eduardo Faraco, o avião decolou por volta das 10h, em direção à Ilha do Campeche, fez uma curva à esquerda, passando pela região do Estádio da Ressacada e do bairro Carianos, e seguiu em linha reta sobre a água, passando pela ponte Hercílio Luz e baía norte da capital.

Ao passar pela cidade de Biguaçu, o avião ingressou novamente sobre região de terra, sobre área rural, com poucas habitações, e passou por um bairro de Tijucas (veja mapa com o percurso ao final da reportagem).

“O único trecho, fora o Carianos, que ele sobrevoou e é bem habitado é a região de Tijucas próximo ao mar. Os pontos onde ele [avião] estava mais baixo eram justamente os pontos habitados. O avião voou a 800 metros até Tijucas, onde desceu para 400 metros e ingressou no circuito de tráfego de pouso do Costa Esmeralda”, disse o diretor.

A empresa afirma que registrou a ocorrência junto às polícias Civil e Federal no aeroporto de Florianópolis. “Colocar uma aeronave em risco é crime federal. O Controle de Tráfego Aéreo foi informado, assim como o Cenipa [Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos] e Seripa [Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos], que são órgãos de investigação de acidente”, disse Faraco.

“O plot radar do nosso avião vai ser disponibilizado semana que vem, fica gravado por 30 dias, para se poder ter certeza da posição geográfica do avião. A polícia vai fazer investigação balística para identificar qual foi a arma, calibre e direção. Aparentemete o tiro partiu bem de baixo, provavelmente o avião passou por cima do atirador”, afirmou.





G1/SC

Justiça condena Universal a pagar R$ 300 mil para vítima de estupro




A Justiça condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a pagar indenização de R$ 300 mil a uma vítima de estupro. A decisão é do juiz Océlio Nobre, da Comarca de Guaraí. O pedido foi feito pelo pai de uma jovem, que na época dos fatos, em 2011, tinha 13 anos. O acusado do crime, que inclusive já foi condenado penalmente, era auxiliar do pastor da igreja em Guaraí, região central do estado.

O advogado da Igreja no Tocantins informou que o caso está em segredo de Justiça e quem está responsável pelo processo é um advogado de São Paulo. A assessoria de imprensa da instituição disse que “Igreja Universal do Reino de Deus não concorda com o teor da decisão do juiz e recorrerá da sentença ao Tribunal de Justiça do Tocantins.”

A sentença foi publicada na última segunda-feira (17). Conforme consta na decisão, a defesa da igreja alegou que o autor do crime não estava à frente da instituição e que era apenas um membro, sem qualquer função dentro da estrutura hierárquica da entidade. Informou ainda que ele não possuía qualquer vínculo ou representatividade com a instituição.

Mesmo assim, o juiz concluiu pela responsabilização da entidade. Para o magistrado, embora não existam documentos que indiquem que o autor é representante da igreja, ele se apresentava como um representante e que sua atuação diária fazia crer que era em nome da instituição.

“O que importa é a forma como ele se apresentava perante a comunidade de fiéis, seu prestígio dentro da Igreja, que propiciou o ambiente para tornar a vítima presa e ele o algoz”, argumentou.

Conforme o magistrado, foi a condição de pastor auxiliar que favoreceu o acusado a obter a confiança da família e da vítima. Atualmente, a vítima tem 18 anos.

Nobre disse que o valor da indenização se justifica por causa das sequelas deixadas na adolescente e que por ser ela menor de idade na época, o valor deve ser elevado. Ainda sobre o valor da indenização, o juiz alega que a igreja pode suportar a quantia fixada que, além de reparar o dano, levará a igreja a reforçar “a vigília em defesa da confiança social da qual desfruta, exigindo de seus prepostos fáticos maior respeito”.

Entenda

Conforme consta na sentença criminal, o crime aconteceu no ano de 2011, quando a vítima tinha 13 anos. Conforme consta no processo, o réu conheceu a menina no grupo de jovens do qual era responsável.

Os dois tiveram um relacionamento e, segundo a Justiça, os fatos se deram na clandestinadade, com encontros às escondidas na igreja e na escola. “Tais encontros em segredo culminaram na fuga da vítima, persuadida pelo réu”, segundo consta no processo.

Ainda conforme a Justiça, o denunciado manteve conjunção carnal duas vezes com a adolescente em Guaraí e Teófico Otoni (MG), para onde eles fugiram com receio do pai não aceitar o relacionamento. Segundo relata na sentença, os dois admitiram os fatos.

“Todo este contexto impede a relativização do consentimento da vítima. Sua pouca idade, aliada a indigitada condição de autoridade do réu sobre ela, apontam, de forma clara e inequívoca, para a responsabilidade penal do réu”.

No ano de 2014, o auxiliar de pastor foi condenado a 10 anos e oito meses de reclusão. Ele está preso em Teofio Otoni (MG). O pedido para cumprir a pena na cidade foi do próprio réu.





G1/TO

Eletrobras vai trocar 50 executivos por eles terem destruido provas




O resultado de uma investigação interna vai promover um estrago na Eletrobras e em suas subsidiárias. Cinquenta executivos serão trocados. Entre eles, um diretor da holding e o presidente da Eletronorte, Tito Cardoso. Motivo das demissões: destruição de provas.





Veja

sábado, 22 de outubro de 2016

iPhone 7 e 7 Plus no Brasil: lançamentos da Apple já podem ser vendidos




Os novos iPhone 7 e iPhone 7 Plus foram homologados pela Anatel nesta semana e já podem ser vendidos no Brasil. Os modelos ainda não têm preço revelado no país, mas a versão tradicional chegou por US$ 649 (cerca de R$ 2.044) nos Estados Unidos, enquanto o Plus custa US$ 969 (R$ 3.052). O lançamento mundialdos iPhones 7 e 7 Plus aconteceu no início de setembro.

No documento oficial, a identificação dos aparelhos foi feita pelo código A1778 e A1784, respectivamente. Diferente das homologações dos modelos anteriores, desta vez, os certificados da Agência Nacional de Telecomunicações aparecem sem imagem do produto. Em comunicado à Anatel, a Apple explicou que omitiu as fotos e o manual do usuário para esperar o lançamento comercial dos smartphones em território nacional, que deve acontecer em até 90 dias.

Vale lembrar que a dupla 6S e 6S Plus chegou na primeira quinzena de novembro de 2015, assim como os 6 e 6 Plus pousaram por aqui no mesmo mês, só que de 2014. Partindo desse princípio, é possível que os novos tops de linha desembarquem no Brasil no mês que vem.





Techtudo

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Presentes para o ex-presidente: acervo de Lula tem de medalha dada por Aécio a cabeça de peixe








Confira descrição dos objetos em texto na íntegra aqui

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, apresenta nesta sexta (21) sua defesa no caso em que a OAS pagou R$ 1,3 milhão para manter o acervo do ex-presidente da República num depósito da Granero. Do total de itens, 394 mil são folhas de papel.

FOLHA

O acervo de Lula que foi mantido pela OAS tem, segundo a defesa de Okamotto, 369 mil cartas, 9.965 livros e 15.896 discursos feitos pelo petista.

Estão listados também milhares de bonés, bandeiras e camisetas.

VELHOS AMIGOS

Já no Banco do Brasil ficavam objetos mais valiosos, como uma adaga cravejada de rubis, já listada pela Polícia Federal, além de medalhas dadas a Lula por personalidades como Aécio Neves, Paulo Skaf, presidente da Fiesp, o hoje ministro Gilberto Kassab, o milionário empresário mexicano Carlos Slim e a rainha da Inglaterra, Elizabeth 2ª.

OCULTO

O Ministério Público Federal acusa Okamotto de lavagem de dinheiro por ter dissimulado a origem dos recursos usados para manter o acervo. O advogado dele, Fernando Fernandes, diz que o acervo era de interesse público e que não houve benefício pessoal. Portanto, não teria havido corrupção nem lavagem de dinheiro.

Mônica Bergamo, Folha de São Paulo

Seis passos básicos para você ganhar dinheiro com o Facebook



Muitos empresários ainda acham que o Facebook é mais uma rede para relacionamento pessoal, e não para promover as suas marcas. Outros empreendedores também não estão familiarizados com as redes sociais e acreditam que dá para divulgar suas empresas da forma tradicional, como sempre fizeram.

E há um terceiro grupo, de pessoas de negócios, que já comprovaram os resultados que o impulsionamento correto no Facebook pode trazer para ampliar suas vendas e também a autoridade e conhecimento daquela marca.

A boa notícia é que é mais fácil e mais barato fazer o impulsionamento no Facebook do que investir em Google Adwords, por exemplo. E você pode começar sozinho mesmo, se não tiver um profissional dedicado à divulgação da sua empresa ou uma agência de marketing digital.

Preparamos seis passos para você aplicar as melhores técnicas e começar hoje mesmo a impulsionar sua empresa no Facebook.

1) A primeira ação é verificar se a marca possui uma página de empresa nessa rede social.

2) Você pode escolher qualquer publicação da sua página para impulsionar. Como sugestão, pense em uma mensagem que promova a sua marca e que provoque um benefício ou que gere curiosidade.

3) Depois de selecionar o post, clique em impulsionar, e inclua o público que pretende atingir e a verba que destinou para essa ação. Nesse momento, pense na região em que está o seu público-alvo, na idade, sexo e todas as informações adicionais que puder ter sobre o seu ciente em potencial.

4) Não esqueça de colocar o tempo em que o impulsionamento ocorrerá.

5) Lembre-se que você pode pausar ou excluir a campanha, quando quiser.

6) E aproveite para consultar os resultados da campanha e conferir o desempenho do seu impulsionamento.

Um bom exercício é anotar o número de curtidas da página da sua empresa antes da campanha e depois, para enxergar de forma clara os resultados. E veja o impacto na organização: se recebeu mais solicitações de informação e até pedidos na área comercial.

O importante é aproveitar os benefícios desse tipo de divulgação e começar hoje mesmo a comprovar os resultados.

Estar atento às inovações e se manter presente na internet e nas redes sociais para falar com o seu público onde ele está são regras fundamentais para alavancar a sua empresa e gerar mais negócios!

Mônica Lobenschuss é fundadora da Social Lounge.

Exame


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Depois de parar na delegacia, “de menor” no Brasil promete parar de assustar moradores vestido de palhaço



Uma brincadeira de um adolescente, de 13 anos, causou pânico e assustou os moradores de Castelo, interior do Espírito Santo, na noite da última quarta-feira (19). Ele vestiu uma fantasia de palhaço e saiu pelas ruas do centro da cidade. A Polícia Militar precisou ser acionada para tranquilizar os moradores.

De acordo com informações da PM, um grupo de adolescentes estava em uma praça no Centro da cidade, quando o palhaço apareceu. Elas contaram aos policiais que ele estava com um pedaço de madeira na mão e correndo pela rua. Assustadas, as adolescentes correram e uma acabou caindo e ficou ferida.

Vários moradores encontraram o palhaço nas ruas e, rapidamente, as fotos se espalharam pelas redes sociais, causando ainda mais confusão. A Polícia Militar realizou buscas pela cidade, mas o palhaço não foi encontrado.

O adolescente, fantasiado de palhaço, foi visto em várias ruas no centro de Castelo na noite da última quarta-feira (19)


Foto: ​Reprodução / Facebook

Na manhã desta quinta-feira (20), o adolescente foi até a Delegacia do município prestar esclarecimentos sobre a confusão. Segundo a Polícia Civil, ele contou que estava brincando e se arrependeu da brincadeira. O adolescente contou ainda não que não atacou ninguém, e que as adolescentes se assustaram com a fantasia e correram atrás dele com um pedaço de madeira. Uma delas, estava de salto alto e caiu, e que ele não provocou ninguém na rua.

Após prestar os esclarecimentos, ele foi liberado. Antes de sair da delegacia, o adolescente divulgou uma foto nas redes sociais em que se desculpa pela confusão causada.

Em várias cidades do Brasil moradores relatam o aparecimento de “palhaços assustadores”. Em Minas Gerais, um estudante de direito, que atua como voluntário, chegou a ser agredido por causa da fantasia.

R7, com Folha de Vitória

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Léo Pinheiro promete revelar novos detalhes do petrolão




Depois de ter revelado que o empreiteiro Léo Pinheiro citou o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), nas negociações de sua delação premiada, o procurador-geral da República Rodrigo Janot decidiu suspender o acordo com o empresário e jogou no lixo revelações cruciais sobre o esquema de corrupção instalado na Petrobras. VEJA revelou o teor de sete anexos que detalham a conta clandestina que abastecia os cofres do ex-presidente Lula, o caixa dois para a campanha de Dilma Rousseff e escancaram a cobrança de propina de um operador do senador Aécio Neves (PSDB) e o recolhimento de dinheiro em espécie no governo de José Serra. Mas a delação continuou paralisada.
Agora um aceno do juiz federal Sergio Moro pode contribuir para que o empreiteiro possa voltar a revelar o que sabe. O magistrado decidiu manter o empresário na carceragem da Polícia Federal em Curitiba e, por questões de segurança, se recusou a enviá-lo ao presídio onde estão os demais condenados no petrolão. O motivo é a promessa de Léo Pinheiro de dar continuidade a depoimentos comprometedores sobre o esquema de corrupção, sem poupar ninguém. “Quero colaborar, Excelência, no que eu puder, e agindo exatamente como agi aqui, eu sei dos crimes que eu cometi, não estou fugindo de nenhum deles, direi todos que eu cometi, e seja quem for do outro lado”, disse o empresário a Sergio Moro.

“As divulgações, fundadas ou não, da possibilidade de José Adelmário Pinheiro Filho vir a celebrar acordo de colaboração premiada, aliada ao potencial e à extensão das informações que reuniria, recomenda prudência e, por conseguinte, a manutenção dele, no presente momento e para segurança dele, na carceragem da SR/DPF/PF [Polícia Federal]”, decidiu o juiz.

O Ministério Público insistia para que o ex-chefe da OAS fosse direto para o Complexo Médico-Penal, onde estão presos condenados do calibre de Marcelo Odebrecht e José Dirceu. Pinheiro, já condenado a mais de 16 anos de prisão, foi preso novamente em setembro da Lava Jato. Desta vez, por integrar um esquema de cobrança de propina para que empreiteiros fossem blindados em uma CPI mista da Petrobras no Congresso.


Mulher é acusada de matar o filho de oitos anos depois de ser flagrada por ele fazendo sexo com o avô da criança



Veronica Panarello, uma moradora de uma pequena comunidade em Sicília, na Itália, está vivendo um verdadeiro pesadelo. Ela é acusada de estrangular o filho Loris Stival, de apenas oito anos, com cabos de eletricidade e jogar seu corpo de um barranco após ser flagrada por ele quando tinha relações sexuais com o avô da criança.

Inicialmente, Veronica mentiu para a polícia ao dizer que seu filho havia desaparecido após levá-lo para a escola e que no momento em que foi buscá-lo, à tarde, ele havia sumido. A polícia começou a trabalhar com a hipótese de sequestro, mas passou a desconfiar de Veronica quando examinou as imagens de câmeras de segurança da escola e verificaram que ela não havia ido buscar a criança.


Depois de confrontada, a mulher confessou que a criança estava morta e culpou seu sogro, o avô da criança, Andrea Stival.


EXTRA

Deputados e MP discutem crise na saúde do Rio Grande do Norte



A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa recebeu, na tarde desta quarta-feira (19), representantes do Ministério Público e Poder Judiciário para discutir a situação da Saúde no Rio Grande do Norte. O principal ponto em discussão foi a situação orçamentária para a área, que teve redução de recursos em 2016 e há a projeção para nova queda em 2017. Os parlamentares vão ampliar a discussão e buscar alternativas parta a melhoria do setor.

Contando com a presença do presidente da Comissão de Saúde da Assembleia, deputado Álvaro Dias (PMDB), e do deputado Hermano Morais (PMDB), suplente da comissão, os participantes relataram os principais temores com relação à situação da saúde pública potiguar.

O promotor Carlos Henrique Rodrigues explicou que, entre janeiro e agosto desse ano, o Governo do Estado gastou menos do que o mínimo previsto em lei. Ao todo, foram aplicados R$ 546,6 milhões, o equivalente a 11,7% do orçamento, em despesas coim ações e serviços de saúde. A redução corresponde a R$ 40,7 milhões e, caso não ocorra uma mudança na destinação dos recursos, é possível que o Executivo termine o ano sem atingir o percentual mínimo determinado por lei, que é 12%.

“Os repasses para custeio na saúde caíram drasticamente. Para uma simples comparação, em 2015, que também foi ano de crise, a média de repasses era de R$ 16,7 milhões por mês. Até o dia 14 de setembro de 2016, a média foi de R$ 10,2 milhões. Isso corresponde a uma queda de 38%”, disse o promotor Carlos Henrique Rodrigues da Silva.

Além da necessidade de cumprimento dos valores para este ano, os promotores também pedem a colaboração dos deputados na discussão sobre a proposta orçamentária para 2017. Os membros do Ministério Público querem evitar a redução ainda mais significativa.

“Sabemos da crise, das dificuldades financeiras, mas a saúde vem sendo ainda mais penalizada. Há os problemas na gestão dos hospitais, na utilização de recursos e é importante que possamos discutir o que fazer para evitar o agravamento da situação da saúde pública”, disse a promotora Iara Pinheiro.

Na opinião dos deputados, é preciso se ampliar o debate e apontar direcionamentos claros sobre como reordenar os recursos para a área de saúde. Por isso, os deputados Álvaro Dias e Hermano Morais, inicialmente, levarão o tema a uma reunião ordinária da Comissão de Saúde, na quinta-feira (27), onde os pleitos específicos serão analisados. Após isso, os parlamentares realizarão um debate mais amplo, contando com demais setores da sociedade e do Poder Público para tratar acerca do assunto antes da análise do orçamento para 2017.

“É um assunto que afeta toda a população potiguar e nós temos a obrigação de colaborar com a melhoria, ampliando o debate e apresentando as mudanças necessárias. É isso que faremos”, disse o deputado Álvaro Dias. “Sabemos das dificuldades, mas vamos ajudar a buscar soluções”, concluiu Hermano Morais.



Blog do BG

terça-feira, 18 de outubro de 2016

PF encontra R$ 600 mil em dinheiro em empresa dona da banda Aviões


Durante a operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira (18), policiais apreenderam R$ 600 mil em espécie em uma empresa ligada ao grupo A3 Entretenimento, investigado por supostas fraudes no Imposto de Renda.

A PF realizou a operação “For All” para investigar fraudes supostamente cometidas pela empresa, que administra a banda Aviões do Forró, entre outras. De acordo com a delegada da Polícia Federal Doralúcia Oliveira foram bloqueados também 163 imóveis de todos os investigados e 38 veículos de pessoas jurídicas e 31 de pessoas físicas.

“Hoje mesmo tivemos uma apreensão bem expressiva algo em torno de R$ 600 mil em dinheiro. Nessa decisão que foi prolatada pelo juiz da 11ª Vara Federal do Ceará já foram bloqueados também 163 bens imóveis dos investigados físicas e jurídicas, além dos bens móveis. Muitos veículos. Trinta e oito veículos de pessoas jurídicas e 31 de pessoas físicas. E o dinheiro como falei que foi apreendido”, disse a delegada.

As fraudes no Imposto de Renda investigadas pela Polícia Federal (PF) e Receita em um dos maiores grupos empresariais de forró do país podem chegar a R$ 500 milhões, segundo divulgou a PF em coletiva nesta terça-feira (18). Pelo menos quatro bandas administradas pela A3 Entretenimento são investigadas, entre elas, a Aviões do Forró. Segundo a PF, as bandas declaravam apenas 20% do que ganhavam.

Com informações do G1/CE

Mendonça Filho diz que contratos atrasados do Fies serão normalizados


Depois que o Congresso Nacional aprovou nesta terça-feira (18) a liberação de R$ 702,5 milhões para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o ministro da Educação, Mendonça Filho, afirmou que, com o crédito extraordinário, serão normalizados cerca de 1,5 milhão de contratos com instituições de ensino cujos pagamentos estão atrasados.

Em nota, o MEC informou que abrirá na quarta-feira (19), a partir das 15h, o Sistema Informatizado do Fies (SisFies) para que os estudantes iniciem a validação dos aditamentos de renovação dos contratos do fundo para o segundo semestre deste ano.


Na tarde desta terça-feira (18), os deputados e senadores aprovaram, em votação simbólica, a liberação de recursos ao Ministério da Educação (MEC).

A verba será destinada a quitar taxas administrativas dos bancos oficiais que operam o programa, destinado a financiar mensalidades de estudantes matriculados em instituições privadas. O atraso de repasses pelo governo federal já chega a quatro meses.

De acordo com o Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), o atraso nos repasses do programa chega a R$ 5 bilhões, referentes a cerca de 2 milhões de contratos firmados com 1.358 instituições.

Na Câmara, o ministro disse que os estudantes que estavam com contratos em atraso “não terão nenhum prejuízo”. “Todos eles serão preservados nos seus direitos e terão a garantia de que os contratos serão honrados”, afirmou.

Para que os recursos sejam liberados, o texto aprovado precisa ser sancionado pelo presidente da República. Interinamente, ocupa a Presidência o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), em razão da viagem oficial de Michel Temer à Índia e ao Japão.

Mendonça Filho disse esperar que a sanção seja feita rapidamente e que o trâmite para normalização dos contratos seja concluído em no máximo uma semana. “Tão logo seja sancionado o projeto, a gente já desdobra com as medidas práticas para que se dê sequência à renovação ou complementação da renovação dos contratos antigos”, afirmou o ministro.

G1


‘Wagner Moura é um desastre’, diz ex-amante de Pablo Escobar





Durante cinco anos, Virginia Vallejo García manteve um relacionamento cheio de idas e vindas com, se não o maior, pelo menos um dos mais famosos narcotraficantes de todos os tempos: Pablo Escobar. Mas a jornalista que inspirou a personagem Valeria Velez, de “Narcos”, não gosta de ser lembrada por seu amante, e tampouco aprovou como foi caracterizada na série. Sobre Wagner Moura, ela não mede as palavras: “Esse ator brasileiro é um desastre”, disse ela, em uma entrevista à “GQ“.

Virginia mora nos Estados Unidos desde 2006 como asilada política. Ela fugiu da Colômbia depois de delatar a possível participação do ex-candidato à presidência da Colômbia Alberto Santofimio no atentado que matou seu concorrente Luis Carlos Galán. A história é mostrada no episódio “Haverá um futuro”, o quinto da primeira temporada da série criada por José Padilha.

Ela contou à revista que chegou ao país onde mora atualmente com apenas duas moedas de US$ 0,25 no bolso. Para contratar os advogados que cuidaram de seu pedido de asilo, ela orientou o irmão de Galán a venderà televisão um vídeo no qual contava toda a sua história. Deu certo: ela embolsou US$ 20 mil e 14 milhões de pessoas assistiram à sua versão sobre os fatos.

“Se eu estivesse na Colômbia já teria desaparecido como sumiram as grandes testemunhas que estavam prestes a se reunir com os oficiais da embaixada americana para dar informações sobre a família de Escobar e dos Rodriguez [Rodríguez Orejuela, líderes do Cartel de Cali]. Mataram a todos porque alguém da embaixada os dedurava para os cartéis”, contou a jornalista à “GQ”.

Em seu livro “Amando a Pablo, odiando a Escobar”, prestes a ser lançado no Brasil pela Globo Livros, Virginia fala sobre o período em que se relacionou com o traficante, revelando, por exemplo, que o ajudou a construir imagem de benfeitor dos pobres. Mas a jornalista reclama de como costuma ser retratada, não apenas em “Narcos”, mas também em outras produções baseadas na vida de Escobar:

“Cada vez que um canal decide inventar a história da relação de Pablo e Virginia usa uma imagem minha que obviamente é muito velha. Usam porque sou muito famosa na América do Sul. Como em toda novela tem a mocinha e a vilã, me colocam sempre como a mulher má da história. E a mocinha é a esposa do Escobar, que era uma criminosa”.

Virginia reclama que “Narcos” daria a entender que ela fez parte dos cartéis de Cali e Medellín, mas explica que morava na Alemanha durante o período do narcoterrorismo. Ela também não aprova a transformação do traficante em um “ídolo” (Todos os 40 milhões de habitantes do país o odiavam”), mas tem esperança de ver sua história contada de forma diferente em “Escobar”, filme espanhol previsto para 2017 com Javier Bardem e Penélope Cruz.

“Acho que Javier Bardem é perfeito para o papel de Pablo. Esse ator brasileiro (Wagner Moura) é um desastre. As pessoas nem querem ver o segundo episódio da serie porque ele falando em portunhol é uma coisa ridícula. Isso não tem nada a ver com o Pablo. Tenho esperança de que o papel de Penélope também corresponda ao que eu era naquela época, uma menina muito linda e inocente que um dia, por coisas estranhas da vida, esbarrou em Pablo Escobar”





O Globo


segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Primeiro país fora da Terra se chama Asgardia – e você pode se tornar um cidadão de lá



Se você sempre se sentiu deslocado na Terra, sua hora chegou. O primeiro país espacial foi oficialmente fundado – pelo menos no papel – e você já pode até dar entrada no pedido de dupla cidadania.

A astronação ganhou o nome de Asgardia, em homenagem a Asgard, terra de Thor, Odin e os outros deuses nórdicos. O slogan do país é “Paz no Espaço” e a ambição do projeto é evitar que os conflitos geopolíticos da Terra sejam transferidos junto com a colonização humana do espaço.

Mais de 370 mil pessoas já se inscreveram para ganhar a cidadania de Asgardia. A maioria delas mora hoje na China, nos EUA e na Turquia. Com a população atual, Asgardia seria o 178º país mais populoso do mundo, à frente de Belize e da Islândia, e os números só crescem.

As condições básicas para ser um asgardiano é ter mais de 18 anos e morar em um país que permite a dupla cidadania. Os candidatos podem se inscrever no Asgardia.space.

A ideia é que os primeiros 100 mil inscritos tenham preferência no processo de seleção, mas os experts por trás do novo conceito de nação também estão buscando as pessoas baseadas em suas competências. Profissionais de tecnologia, ciência e direito espacial estão entre os mais cobiçados. Investidores nessas áreas também podem furar a fila para ganhar a carteirinha de asgardianos.

A nova nação pretende decidir sua bandeira, sua insígnia e seu hino com participação popular. O concurso para o design da bandeira, inclusive, já está disponível. Qualquer um pode mandar sua ideia, que vai ser votada online pelos asgardianos.

Falando sério

O fundador de Asgardia é o cientista e empresário Igor Ashrbeyli, russo nascido no Azerbaijão. Ele se cercou de cientistas renomados para seu projeto visionário. Um dos que mais chamam a atenção é Ram Jakhu, diretor do Instituto de Direito Aéreo e Espacial da Universidade McGill, uma das mais importantes do mundo (a Harvard canadense, de acordo com Os Simpsons).

Em termos práticos, o time de empresários e cientistas por trás da iniciativa está colocando grana própria e buscando parcerias para lançar um satélite na órbita terrestre e dar o primeiro passo na democratização da exploração espacial, que hoje só faz parte da realidade de um pequeno grupo de nações desenvolvidas. A ideia é que esse satélite seja lançado entre 2017 e 2018, em homenagem ao aniversário de 60 anos desde que o primeiro satélite humano entrou em órbita.

Como o lançamento tem que ser feito da Terra e Asgardia não pretende ter território no nosso planetinha, o objetivo dos fundadores é fazer uma parceria com um país em desenvolvimento, que não tem tradição de exploração espacial – tipo o Brasil.

É aí que entra o dilema muito sério que o projeto de Asgardia, por mais bizarro que seja, se propõe a discutir. Só 20 dos mais de 200 países da Terra tem algum acesso ao espaço e alguns deles já estão pensando em como explorar recursos extraterrestres. Enquanto isso, o direito espacial está anos-luz de ter criado medidas regulatórias para lidar com esse tipo de situação. O risco é que se criem monopólios nacionais, que a desigualdade aumente absurdamente (aqui e lá) e que as tensões econômicas e geopolíticas que temos por aqui se reflitam no Universo afora.

No momento, o que Asgardia vai fazer é reunir pessoas dispostas a pensar sobre essas questões indo além das limitações nacionais, porque estariam todos unidos sob a nação asgardiana, para proteger os direitos da humanidade.

Para que o país seja reconhecido pela ONU, ele precisa ter território próprio. Então, a ideia é que Asgardia tenha uma nave tripulada passeando pelo espaço – sim, a nave seria um território perambulante. Mas pode segurar a empolgação. O objetivo não é que Asgardia seja uma nação geográfica, em que todo mundo vive junto. Então, dificilmente todo cidadão vai sair da Terra para conhecer o país.

Super Interessante


Judiciário levaria três anos para zerar estoque de processos




Ainda que nenhuma nova ação fosse impetrada no período, a Justiça brasileira precisaria de 3 anos para zerar o estoque de processos pendentes. É o que mostra relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgado nesta segunda-feira. De acordo com o documento Justiça em Números, o Poder Judiciário encerrou o ano de 2015 com quase 74 milhões de processos em tramitação.

O relatório destaca que, pela primeira vez desde 2010, o número de processos novos caiu em relação ao ano anterior. Segundo a pesquisa, 27 milhões de casos chegaram ao Judiciário em 2015, uma redução de 5,5% em relação a 2014. Como o Judiciário conseguiu manter o ritmo de 28 milhões de processos finalizados ao longo, o Índice de Atendimento à Demanda (IAD) alcançou no ano passado o seu melhor desempenho na série histórica: 104,4%.

A pesquisa mostra, contudo, que o crescimento acumulado de processos em relação a 2009 é de 19,4% – ou 9,6 milhões de ações. Por isso o saldo permanece alto embora o número de processos finalizados seja quase sempre equivalente ao total de novas ações – ou superior, como em 2015. A diretora do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ) do CNJ, Maria Tereza Sadek, destacou a morosidade como o grande problema da Justiça brasileira. Os magistrados do país, lembrou, acumularam 6.577 processos em média no ano passado. Pela primeira vez, a pesquisa mensurou também o tempo médio de tramitação dos processos. E os dados são alarmantes: apenas na fase de execução – determinante para o cumprimento da sentença – o tempo média chega a 8,5 anos.

Ainda de acordo com o relatório, as despesas totais do Poder Judiciário registraram aumento de 4,7% em 2015, chegando a 79,2 bilhões de reais – ou 387,56 reais por brasileiros. Os gastos com a folha de pessoal ainda são a principal despesa: o pagamento de funcionários foi responsável por 89,2% dos gastos totais do Judiciário em 2015 (70,6 bilhões de reais).



Veja


domingo, 16 de outubro de 2016

Palmeiras vence fora de casa e Flamengo perde para o Internacional


FIGUEIRENSE X PALMEIRAS

Este domingo (16) pode ser lembrado no futuro como decisivo na luta pelo título do Campeonato Brasileiro. Pela 31ª rodada, o Palmeiras venceu o Figueirense por 2 a 1 no Estádio Orlando Scarpelli e voltou a abrir quatro pontos de vantagem na liderança. Jean marcou ambos os gols alviverdes, e Rafael Silva diminuiu.

O Palmeiras encerra uma semana conturbada com uma vitória importante que garante a liderança pela 13ª rodada seguida. O Alviverde tem 64 pontos, quatro a mais que o Flamengo, mas volta as atenções à Copa do Brasil: nesta quarta-feira (19) decide com o Grêmio uma vaga nas semifinais.


INTERNACIONAL X FLAMENGO

O Internacional deixou a zona de rebaixamento. Neste domingo (16), o Colorado saiu atrás, mas apoiado por mais de 30 mil Colorados, com gols de Sasha e Vitinho, o time vermelho bateu o vice-líder Flamengo por 2 a 1. De quebra, ajudou o Palmeiras na briga pelo título brasileiro.
Foi tenso, dramático, heroico como as últimas partidas do Colorado no Beira-Rio. Aos 11 minutos de jogo, Réver abriu o placar para os cariocas. O Inter, então, foi forte. Jogou como há muito não se via. Empatou com Sasha, virou com Vitinho. Sofreu muita pressão até o minuto derradeiro, mas venceu.

Com isso chegou aos 36 pontos, pulou para a 14ª colocação e deixou de vez a zona de rebaixamento. Não entra mais nesta rodada. Já o Fla parou com 60 e ainda foi prejudicado pela vitória do Palmeiras contra o Figueirense. Agora os paulistas abriram 4 de vantagem sobre o vice-líder.



UOL

Enquanto o MP age para fechar a CEASA, obras na orla de Natal irão consumir mais de R$ 80 Mi até 2018


Após provocação pelo Ministério Público do Meio Ambiente, a justiça determinou a evacuação e o fechamento da Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (CEASA), em no máximo 72 horas, sob a alegação de problemas no esgotamento sanitário e questões concernentes ao patamar mínimo de impermeabilização do solo do equipamento. Ora, e o comércio, mercadinhos, distribuição de alimentos, supermercados, restaurantes, etc, etc, etc, que vivem direta ou indiretamente da Central?

A Ceasa atende a uma função social e econômica de primeira necessidade. O recado dado é límpido – que se explodam. Enquanto a Ceasa é tratada deste modo, digamos assim, insensível, vejamos como a promotoria do Meio Ambiente se comporta diante dos calçadões de Natal, que não aguentam nem uma maré direito, apesar de terem sido feitos de frente para o mar.

Em 2012, ainda na gestão da ex-prefeita, Micarla de Sousa, o Ministério Público cantava de galo, conforme matéria da Tribuna do Norte – “obra de reparo no calçadão de Ponta Negra está no alvo do Ministério Público”. Quando Carlos Eduardo Alves assumiu a prefeitura, o diálogo, que era “requisitório”, palavra utilizada em 2012, se tornou conjunto com o MP, conforme matéria de 2013.

A obra deixou de ser “alvo” para o MP, mas não de problema para Natal. Em 2013, a primeira etapa de recuperação começava com um orçamento deR$ 4,8 milhões e a ideia era gastar mais R$ 17,6 milhões, recursos advindos
do Ministério da Integração.

Em 2014, começavam os reparos no calçadão da Praia do Meio, com suafinalização não concluída porque a prefeitura destinava novo aditivo à obra. Já no final de 2014 o próprio Ministério Público reclamava sobre o projeto feito em Ponta NEgra, que era distinto do apresentado. Além disso, o MPE e o MPF argumentavam que a Prefeitura omitiu informações sobre o calçadão. As pedras utilizadas pesavam menos da metade do que o espeficicado.

Em bom português: venderam pedras de contenção mais caras e pesadas e instalaram mais leves e baratas. Em poucos meses, a maré levou tudo. Em 2015, em matéria de Rafael Barbosa para o Novo Jornal, já era possível ncontrar falhas nos calçadões, após a revitalização feita para a Copa do Mundo.

Em 2016, o calçadão da praia do meio novamente ia ao chão. Foi decretado estado de calamidade e as obras contratadas com dispensa de licitação. Valor inicial de R$ 8 milhões. Em 2016, novo contrato com a Tetra Tech de quase um milhão foi fechado para analisar o processo de erosão do calcadão de Ponta Negra, que já havia passado por vários reparos e novamente apresenta problemas.

Estranhamente, as muitas análises anteriores não foram capazes de impedir o gasto com mais essa consultoria. Recentemente, a mesma prefeitura do Natal, apresentou projeto de engorda da praia de Ponta Negra, alegando que a solução definitiva custará R$ 56 milhões de reais. O secretário de obras, Tomaz Neto, que sempre alegava uma força inesperada da natureza e de correntes, para justificar as muitas falhas e quedas anteriores, agora diz que, com esses recursos, será possível resolver o problema por 25 anos. Há elementos para acredito nisto?

Após os muitos reparos e justificativas sempre desmentidas poucos meses depois, com tudo regado a muito dinheiro público, fica a pergunta – tais obras não merecem um olhar mais detido do Ministério Público? Quem são as empresas que vendem uma coisa, entregam outra ou efetivam obras que cedem rapidamente? Quem são os peritos e empresas contratadas, que não são capazes de predizer nada sobre como uma maré irá se comportar? Quanto mais sera necessário injetar de dinheiro público para resolver este quase que insolúvel problema? Mais de R$ 80 milhões serão consumidos até 2018 em busca de uma solução para as orlas de Natal.

O recurso é suficiente para fazer quase duas pontes de 70 metros, cruzando o Rio Potengi e ligando o bairro Guarapes à Zona Norte. De repente, talvez, quem sabe, por ventura, se não for incomodar, o Ministério Público precise mudar seu jeito de encarar e atribuir importância aos problemas da cidade. Certamente, fechar a CEASA de forma sumária não irá alterar a situação, mas produzirá muitos danos à sociedade. Porém, seria de bom tom prestar um pouquinho mais de atenção ao que vem ocorrendo nos cartões postais de Natal. Quem sabe, o ímpeto utilizado contra a Ceasa, se canalizado para as obras dos calçadões, não gere algum resultado? Não é tão difícil assim tentar.



Por Daniel Menezes

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Gasolina deve cair menos que R$ 0,05 projetados, dizem postos


O preço da gasolina deve cair R$ 0,03 para o consumidor, e não os R$ 0,05 estimados pela Petrobras, pelo cálculo do Sincopetro (sindicato dos postos de combustíveis de São Paulo).

O presidente da entidade, José Alberto Gouveia, atribui a diferença à alta recente nos preços do álcool, que sobem devido à aproximação da entressafra da cana-de-açúcar. A gasolina tipo C, vendida no posto de combustível, tem 27% do biocombustível na mistura.

“O que a Petrobras esqueceu é que o etanol subiu por causa da entressafra”, disse José Alberto Gouveia, presidente do Sincopetro.

Segundo o Cepea/Esalq, que pesquisa preços agrícolas, o etanol está em alta desde julho -foram R$ 0,05 só na última semana. O repasse recente, de acordo com Gouveia, foi de R$ 0,04.

Elizabeth Farina, presidente da Unica (entidade da indústria da cana-de-açúcar), defende que o etanol sempre vai ter impacto sobre o preço da gasolina, mesmo que ele não suba, justamente porque ele é parte do produto que chega ao consumidor. E diz que a Petrobras não tem como controlar o repasse da redução da gasolina em toda a cadeia de distribuição.

“É complicado antecipar o desconto para o consumidor, porque que pode frustrá-lo muito”, diz Farina.
“Se o preço do anidro [variedade considerada pura que é misturada à gasolina] subir, tem mais um componente de mudança no preço. Mas se na semana que vem o preço não cair, não se pode colocar a culpa no etanol”, defende a presidente da Unica.

Para o presidente da consultoria do setor de açúcar e etanol Datagro, Plinio Nastari, os preços do etanol já subiram para acompanhar a escassez do combustível nos próximos meses e o biocombustível não deve ser o responsável pela queda menor que a projetada no preço da gasolina.

“Se a estimativa da Petrobras vai chegar ao consumidor, vai depender da cadeia de distribuição”, diz Nastari. Para ele, a competição entre os postos deverá garantir o desconto na bomba.

Quando reduz o preço do combustível, a Petrobras faz o corte na refinaria. Até chegar ao consumidor, o produto passa pelas distribuidoras e pelos postos.

“Na hora que muda na refinaria, ainda tem produto armazenado. Historicamente leva de quatro a a seis semanas para o preço cair”, afirma Nastari.



Folha


quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Hubble revela que Universo tem dez vezes mais galáxias do que se pensava




De repente, o Universo se tornou muito mais povoado. Uma análise de imagens captadas pelo telescópio espacial Hubble e outros grandes observatórios concluiu que existem ao menos 10 vezes mais galáxias do que se pensava. Agora, estima-se que existam, no mínimo, 2 trilhões de sistemas estelares espalhados pelo espaço observável.

O estudo, liderado por Christopher Conselice, da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, descobriu que num determinado volume de espaço no início do Universo existiam dez vezes mais galáxias do que o encontrado hoje. Muitas delas são relativamente pequenas, com massas similares às galáxias satélites próximas da Via Láctea. Ao longo do tempo, elas se fundiram com sistemas maiores, reduzindo a densidade. Os resultados foram publicados nesta quinta-feira no periódico “Astrophysical Journal”.

— Esses resultados são evidências poderosas de que uma evolução significativa das galáxias aconteceu ao longo da história do Universo, que reduziu dramaticamente o número delas por meio de fusões — explicou Conselice.

Uma das questões fundamentais da Astronomia é quantas galáxias existem no Universo. O estudo Hubble Deep Field, realizado na metade dos anos 1990, trouxe a primeira resposta para esta pergunta. Observações subsequentes como o Hubble Ultra Deep Field revelaram ainda mais sistemas, que levaram a uma estimativa de aproximadamente 100 bilhões de galáxias.

Conselice e sua equipe chegaram a conclusão que essa estimativa não está correta convertendo dados coletados pelo Hubble e outros observatórios em imagens tridimensionais, para fazer a contagem no número de galáxias em diferentes épocas da história do universo. Além disso, usaram modelos matemáticos, que permitiram a inferência da existência de galáxias que a geração atual de telescópios não conseguem observar.

Isso levou à surpreendente conclusão de que o número de galáxias que nós vemos representa apenas 10% do número total existente no Universo observável, todas muito distantes ou fracas para serem vistas com a nossa tecnologia. Essas pequenas galáxias do passado distante se uniram a outras maiores ao longo do tempo, que hoje nós podemos observar.

— Confunde a mente saber que mais de 90% das galáxias no Universo não foram estudadas. Quem sabe quais propriedades interessantes nós vamos encontrar quando descobrirmos esses sistemas com as futuras gerações de telescópios — disse Conselice. — No futuro próximo, o James Webb Space Telescope será capaz de estudar essas galáxias mais fracas.

O número decrescente de galáxias com a progressão do tempo contribui para a solução do paradoxo de Olbers, que questiona por que o céu noturno tem espaços pretos se o Universo contém numero infinito de estrelas.

A nova descoberta conclui que cada pedacinho do céu é povoado por galáxias, entretanto, a luz emitida por grande parte delas é invisível para o olho humano, graças a fatores que reduzem sua visibilidade e sua luz ultravioleta. Esses fatores são a vermelhidão da luz ligada à expansão do espaço, a natureza dinâmica do Universo e a absorção da luz por poeira e gases. Tudo isso contribui para o céu negro durante a noite.

O Globo


quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Galinha Pintadinha: a marca milionária que começou por acaso







Pais e mães do Brasil inteiro conhecem bem esta marca: sucesso absoluto entre as crianças, a Galinha Pintadinha já teve 4 bilhões de visualizações em seu canal no Youtube e hoje movimenta mais de 300 milhões de dólares em produtos licenciados.

Porém, o que pouca gente sabe é que essa história de sucesso começou quase que por acaso.

O fundador Juliano Prado conta que ele e seu sócio Marcos Luporini estavam com dificuldade para conseguir investimento e continuar o que antes era apenas um projeto pessoal. Um dia, um amigo da dupla pediu o arquivo em vídeo para apresentar numa emissora de TV.

“Como não conseguimos gravar em DVD, resolvemos subir o clipe no Youtube para que ele pudesse ter acesso. Íamos apagar logo depois, mas acabamos esquecendo o clipe lá”, lembra Prado.

A emissora não se interessou pelo produto. Porém, seis meses depois o vídeo tinha 500 mil visualizações no Youtube. “Foi quase por acaso. Vimos que as pessoas gostavam e pediam novos clipes”, conta. O empreendedor lembra que na época, em 2006, praticamente não havia conteúdo profissional no Youtube.

“Ficamos inclusive com medo de que colocar na internet pudesse nos prejudicar na hora de crescer. Mas aconteceu justamente o contrário”, conta.

Força do online


Foi o estalo para a marca deslanchar. Depois do sucesso do primeiro vídeo, em vez de continuar esperando por patrocinadores ou pela aprovação de emissoras de TV, os sócios decidiram investir por conta própria na gravação do primeiro DVD da marca.

Com 15 mil reais e muita boa vontade de todos os envolvidos na produção, eles conseguiram lançar a coletânea de forma independente em 2008. Desde então, a marca já lançou outros três DVDs. Só no Youtube são 7 milhões de visualizações diárias.

A marca tem apostado em reforçar sua presença online e tem seus clipes disponíveis em cerca de 15 canais na internet (além do Youtube, está na Netflix e Now, por exemplo).

Em dez anos de história, nunca teve um programa na televisão.

Música brasileira


Além dos vídeos, em 2012 a Galinha Pintadinha passou a faturar também com produtos licenciados. Hoje são 900 itens, que incluem material escolar, bonecos, itens de higiene, decoração de festas etc.



No total, os produtos licenciados da marca movimentam um montante de 300 milhões de dólares, dos quais a empresa de Prado fica com cerca de 2%. “Estamos em 89º lugar no ranking global das marcas licenciadas, com o agravante de que não temos programa na TV, algo raro nesse meio”, afirma o empreendedor.

Para Prado, o sucesso dos vídeos é fruto de uma conjunção de fatores. O primeiro deles é o fato de a empresa ter aproveitado o início do da febre pelos vídeos na internet.

“A gente tem um produto que, meio sem querer, estava bem adaptado a esse universo digital. Na época era só um projeto que a gente estava botando no ar e vendo no que dava. Tem a ver com essa mudança de paradigma. Somos uma produtora de fundo de quintal que concorre com grande empresas”, afirma.

Outro fator, segundo Prado, é que a Galinha Pintadinha trabalha com músicas brasileiras. “A música brasileira é muito rica. Nosso primeiro DVD é feito apenas com músicas nacionais de domínio público, até por uma questão de custo. A gente pegou essas musicas que já tinham sido muito regravadas e pela primeira vez incluímos um desenho animado. Aí juntou a força da música nacional com a novidade do formado digital.”

Futuro

A Galinha Pintadinha também está fazendo sucesso no exterior. O canal do Youtube em espanhol já soma 2,5 bilhões de visualizações. Há ainda conteúdos traduzidos para o inglês.

Agora, a marca trabalha na tradução para mais cinco línguas: italiano, francês, alemão, japonês e chinês.

Outro produto a ser lançado no ano em que a marca comemora dez anos é a Galinha Pintadinha Mini. “É uma série com histórias, um pedido antigo dos fãs”, explica Prado. Serão 26 episódios, com 11 minutos cada, em que haverá história, música e conteúdo educativo.


Por Exame.com

Juíza do PA que manteve menina em cela masculina é punida pelo CNJ




O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu proibir a juíza Clarice Maria de Andrade de atuar como magistrada por pelo menos dois anos. Apontada como responsável pela manutenção da prisão de uma adolescente de 15 anos em uma cela masculina na delegacia de polícia de Abaetetuba, nordeste do Pará, Clarice sofreu pena de disponibilidade e, embora não possa trabalhar, receberá salário proporcional ao tempo de serviço.

O caso ocorreu em novembro de 2007. Segundo os autos, a juíza recebeu um ofício da polícia pedindo “em caráter de urgência” a transferência da menina, já que ela corria “risco de sofrer todo e qualquer tipo de violência por parte dos demais”. De acordo com o CNJ, a juíza só solicitou a transferência da menina 20 dias após o comunicado, e durante este intervalo a adolescente sofreu abusos, maus tratos e tortura nas mãos de quase 30 detentos.

Esta é a segunda vez que o CNJ decide punir Clarice. Em 2010 o conselho havia determinado a aposentadoria compulsória da juíza, mas a decisão acabou revista pelo Supremo Tribunal Federal dois anos depois.


De acordo com o CNJ, a maioria dos conselheiros seguiu o voto de Arnaldo Hossepian, relator do processo administrativo que julga a conduta da magistrada. Segundo ele, a demora na comunicação da situação vivida pela adolescente deixou evidente “a falta de compromisso da magistrada com suas obrigações funcionais”.

Ainda segundo o CNJ, Clarice Maria de Andrade alegou, na sua defesa, que delegou ao diretor da secretaria do juízo a tarefa de comunicar a Corregedoria em 7 de novembro, o que foi desmentido pelo servidor e por outros funcionários e comprovado por perícia feita no computador da serventia.

“Não é admissível que, diante da situação noticiada no ofício – presa do sexo feminino detida no mesmo cárcere ocupado por vários presos do sexo masculino, algo ignominioso – a magistrada Dra. Clarice, no exercício da jurisdição, tenha simplesmente delegado para seu subordinado a expedição de comunicados pelas vias formais”, disse o relator.



G1/PA

TRE de Alagoas deve cassar deputado que comprou voto e não pagou




O deputado estadual alagoano Marcos José Dias Viana, o Marquinhos Madeira (PMDB), deve perder seu mandato no próximo dia 20 por comprar votos nas eleições de 2014. A cassação de seu diploma e a perda de direitos políticos por oito anos foi encaminhada na tarde desta terça-feira (11) pela maioria do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), com a aceitação da tese do Ministério Público Eleitoral (MPE) por cinco dos seis desembargadores eleitorais que já votaram ao longo do processo.
Além do desembargador-relator José Carlos Malta Marques, votaram favorável à cassação de Marquinhos Madeira pelo crime de abuso do poder econômico nas eleições de 2014 os seguintes desembargadores: Gustavo de Mendonça Gomes, Orlando Rocha Filho, Paulo Zacarias e Sebastião Costa Filho.

O julgamento foi suspenso por causa do pedido de vistas do desembargador Fábio Henrique Cavalcante Gomes e deverá retomar na sessão do próximo dia 20. O único voto divergente até agora, contra a cassação, é do desembargador Alberto Maya de Omena Calheiros.

O suplente de Marquinhos Madeira é o ex-deputado Judson Cabral (PT), que atuou como assistente simples de acusação e deixará o comando do Serveal de Alagoas para assumir os mais de dois anos de mandatos restantes nesta Legislatura.

Mas o recurso de Madeira junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) poderá dar sobrevida a seu cargo, enquanto aguarda o julgamento na instância superior.



Diário do Poder


Polícia prende suspeito e resgata menina de 13 anos que estava desaparecida



Policiais da Delegacia Especializada em Capturas (Decap) e da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) localizaram e resgataram na manhã desta quarta-feira (12) Sthefany Rhilenny da Silva, 13 anos, que estava desaparecida desde o dia 27 de setembro, quando desembarcou na rodoviária de Natal e seguiu um homem desconhecido.

A menina foi encontrada pela polícia em uma casa no bairro Bela Vista, em Parnamirim, por volta das 9h. No local foi detido um homem identificado até o momento como Rodrigo Alencar.

Tanto a jovem como o suspeito foram encaminhados à Delegacia Plantão Zona Sul, em Natal, onde prestarão depoimento. As informações são do delegado Raimundo Rolim.

Com informações do Novo Jornal

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Presidente do TJRN recebe visita de comissão em prol da vaquejada


O presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador Claudio Santos, recebeu na manhã de hoje (11) uma comissão formada pelos deputados estaduais Tomba Farias e Kelps Lima e diversos representantes de vaqueiros e defensores da vaquejada, os quais estão fazendo mobilização para obter apoio ao movimento em face da recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que julgou inconstitucional uma lei estadual que regulamenta o esporte no Estado do Ceará.

A visita aconteceu após mobilização anteriormente feita na Assembleia Legislativa do RN, quando foram apresentados alguns números sobre a atividade, sua história e importância. Os representantes explicaram que o segmento está buscando defesa e respaldo jurídico para que a vaquejada continue de uma forma regularizada, inclusive deixando claro que não existem maus tratos, pois várias mudanças foram feitas na prática, com a possibilidade de adoção de outras para melhorar o esporte.

O presidente do TJRN se mostrou sensível à causa, reconhecendo a legitimidade do esporte e sua tradição na cultura da região Nordeste. Ele acredita ser possível reverter a situação em âmbito nacional. “Adiantadamente, vocês podem contar com toda a minha boa vontade para a causa. Acredito que isso irá se reverter brevemente, inclusive já há manifestações no Congresso Nacional nesse sentido e ele certamente irá regulamentar a atividade com qualquer instrumento normativo que traga pelo menos um pouco de estabilidade momentânea até se pensar em uma solução definitiva”, comentou o desembargador.

Prejuízos

No encontro, representantes da Associação dos Vaqueiros Amadores do Rio Grande do Norte (Assovarn) e da Associação Norte-Rio-Grandense de Criadores do Rio Grande do Norte (Anorc/RN) se mostraram bastante preocupados com os eventos de vaquejadas que estão previstas para acontecer ainda este ano, alguns, inclusive com despesas já feitas, o que representa, na visão deles, um prejuízo muito grande para todo o Nordeste.

Segundo afirmaram, o objetivo da visita ao Tribunal de Justiça é conseguir uma garantia de que estas vaquejadas que estão previstas para acontecer possam se concretizar sem nenhum incidente jurídico e que haja um entendimento com a Justiça em cada comarca, até que advenha os efeitos concretos da decisão do STF. O segmento acredita que a solução deve ser uma

Proposta de Emenda à Constituição (PEC) regulamentando a atividade, inclusive os eventos de rodeios e laço também.
Ainda segundo a comissão, está sendo criado um movimento nacional para ir à Brasília (DF) discutir o tema. No âmbito do Rio Grande do Norte, o segmento está ouvindo os poderes constituídos (Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça e Ministério Público) para explicar a situação e obter apoio para a causa em nível estadual.

De acordo com a Comissão, o que se quer mostrar aos poderes é que, com a implantação de novas regras, a vaquejada atual não causa mais maus tratos aos animais. Ou seja, houve uma mudança conceitual na atividade e por isso deve-se manter uma tradição que está enraizada não apenas na cultura do povo do Nordeste, mas também na força econômica da região.



Blog do BG

Brasil é o pior país da América do Sul para ser menina, diz estudo




O Brasil é um dos piores países do mundo para meninas, se igualando a países como Guatemala, Nova Guinea, Sudão e Burundi. Foi o que revelou o estudo Every Last Girl da ONG internacional Save The Children.

O Brasil aparece na 102ª posição dos 144 países pesquisados, ficando atrás de todos seus vizinhos da América do Sul e de países em desenvolvimento, como Índia, Costa Rica, Timor Leste, Colômbia e Gana.

Para compilar o ranking, o relatório leva em consideração problemas que comprometem o desenvolvimento e independência das meninas, como casamento na infância e adolescência, gravidez precoce, mortalidade materna, representatividade feminina no parlamento e acesso à educação básica.

Segundo o relatório, o Brasil apresenta números elevados em todos os problemas, com ênfase na baixa representatividade feminina na política, casamento infantil e baixo índice de conclusão do ensino médio. Tais indicadores são barreiras para o desenvolvimento socioeconômico, o bem-estar e a independência econômica das mulheres.



Exame

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Samsung joga a toalha: “desligue seu Galaxy Note 7 agora”





Em mais um capítulo negativo do problemático histórico do smartphone Galaxy Note 7, a Samsung, fabricante do aparelho, orientou seus consumidores a desligar o celular imediatamente. Após uma série de casos de combustão espontânea de smartphones Galaxy Note 7 enquanto eles eram recarregados, a Samsung anunciou um recall para substituir os aparelhos – mas casos de incêndios e explosões também foram registrados entre os novos celulares.

“Como a segurança dos consumidores continua sendo nossa maior prioridade, a Samsung vai solicitar em escala global a todos os revendedores e parceiros varejistas que interrompam as vendas e substituições do Galaxy Note 7 enquanto as investigações estiverem em andamento”, disse a empresa, em nota. “Consumidores com um Galaxy Note 7 original ou substituto devem desligar o aparelho e interromper seu uso.” Orientação semelhante foi dada pela Comissão de Segurança de Produtos de Consumo (CPSC, na sigla em inglês).

Mais cedo, também nesta segunda-feira, a companhia coreana já havia informado que faria um “ajuste nos volumes de produção” do aparelho. No fim do dia, no entanto, surgiu o comunicado mais enfático, que orienta a interrupção do uso.

Em setembro, a Samsung anunciou o recall de 2,5 milhões de aparelhos. Houve registros de casos de incêndios nos aparelhos inclusive dentro de aviões, como os ocorridos na Índia e nos Estados Unidos.

As imagens de telefones carbonizados inundaram as redes sociais de todo o mundo nas últimas semanas, um dano grave na imagem de uma marca que se vangloria de ser o campeão da inovação e da qualidade. Analistas calculam que o custo do recall oscila entre 1 e 2 bilhões de dólares.


Cachaça, vinho e cerveja artesanal entram no Simples e oferta pode aumentar


Com as mudanças no Supersimples (regime de tributação diferenciado para pequenos negócios) aprovadas na última terça-feira (4) pela Câmara dos Deputados, as microcervejarias, pequenas destilarias, vinícolas e produtoras de licores ganham a possibilidade de aderir ao sistema.

O texto ainda precisa ser sancionado pelo presidente Michel Temer para começar a valer a partir de 2018.

A inclusão desses negócios no Supersimples (ou Simples Nacional) pode ajudar muitos pequenos negócios a saírem da informalidade, colocando mais produtoscachaças, vinhos, licores e cervejas artesanais– no mercado e gerando novos empregos, afirmam entidades como Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho) e Ibrac (Instituto Brasileiro da Cachaça).

“Foi um trabalho importante no sentido de mostrarmos as particularidades de um setor em que cerca de 90% das empresas são de pequeno e médio porte, além de darmos uma passo significativo para a desburocratização da atividade vitivinícola. Podemos ter centenas de novas empresas, produtores de vinho colonial, formalizados”, afirmou o diretor de Relações Institucionais do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Carlos Paviani.

Limite de faturamento maior

Pela regra em vigor atualmente, para ser considerada uma pequena empresa e se enquadrar no Supersimples, o negócio não pode faturar mais de que R$ 3,6 milhões por ano.

O texto aprovado pela Câmara, no entanto, aumenta esse limite para R$ 4,8 milhões por ano. A mudança também passa a valer em 2018, caso o presidente sancione a proposta.

Fonte: UOL Economia


Juiz manda bloquear Facebook em todo o Brasil por 24 horas



Mais uma vez o Facebook está na mira da Justiça brasileira, mas dessa vez não é por culpa do WhatsApp. Um juiz de Santa Catarina ordenou que a rede social fosse retirada do ar em todo o Brasil por 24 horas por desobedecer uma ordem judicial.

De acordo com a decisão de Renato Roberge, juiz eleitoral de Joinville (SC), o Facebook se recusou a tirar do ar um perfil falso que tirava sarro de um candidato à prefeitura, Udo Döhler (PMDB). A Justiça também exige que a rede social revele o IP do administrador do perfil “Hugo Caduco”.

“Não há dúvida alguma de que o perfil tratado nestes autos está à margem da legislação eleitoral vigente, pois claramente criado para o fim de infirmar o candidato representante”, disse o juiz na sentença. A ordem foi encaminhada para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para que ela obrigue as operadoras brasileiras a impedir acesso ao Facebook.

Procurada pelo Olhar Digital, a assessoria da empresa disse que a decisão “já foi cumprida” e o tal perfil foi retirado do ar. A rede social, porém, não disse se forneceu ou não o IP do administrador como exigia a sentença original. “Por ora”, alegou um porta-voz, “o Facebook não vai sair do ar”.

Olhar Digital, via Conjur


Assaltante é preso após fazer vídeo na BA para ostentar celulares roubados



ASSISTA AQUI
Um homem foi preso no município de Barreiras, localizado na região oeste da Bahia, após postar um vídeo na internet em que mostra celulares e tablets roubados. De acordo com informações da Polícia Militar, passadas ao G1 nesta segunda-feira (10), os aparelhos eram de uma loja da cidade, assaltada na semana passada.

O vídeo foi compartilhado em redes sociais, na quinta-feira (6), e ajudou a polícia a localizar o suspeito, Pedro de Souza Nunes. Ele foi preso por policiais da 83ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Barreiras) quando estava em uma pousada ao lado da namorada, no Jardim Ouro Branco.

No vídeo, o suspeito aparece retirando vários celulares e tablets de uma mochila e espalhando sobre uma cama. A gravação teria sido feita pela namorada do suspeito, que também foi presa, conforme a PM. A mulher não teve a identidade divulgada.

No momento da prisão dos dois suspeitos, a polícia disse ter apreendido um revólver calibre 38, drogas e uma quantia no valor de R$ 2,7 mil. Grande parte dos celulares roubados não foi localizada. A PM não soube estimar o prejuízo causado pelo roubo dos aparelhos.

Ainda de acordo com a polícia, Pedro já tinha passagens pela prática de assaltos. Ele e a namorada vão responder por porte ilegal de arma de fogo e roubo.

G1

Governo investe R$ 718 mil e conclui a nova ponte sobre o Rio Doce, na Zona Norte de Natal






FOTOS: Dinarte Mariz

O Governo do Estado, através do Departamento de Estradas de Rodagens (DER) concluiu a obra de construção da nova ponte sobre o Rio Doce, no bairro da Redinha, na zona norte de Natal. O Rio Doce corta a avenida João Medeiros Filho (RN-302) e a antiga ponte estava em estado precário e prejudicando o tráfego de veículos e pessoas.

As obras foram realizadas num período 120 dias e custaram R$ 718 mil (setecentos e dezoito mil Reais). O trabalho de engenharia envolveu além da construção do novo pontilhão, equipamentos que antes não existiram como calçada, passagem para pedestre, acesso para deficientes, mureta e corrimão. Também foi ampliada a capacidade de vazão da tubulação embaixo da ponte. Agora a capacidade é duas vezes maior.

Os recursos para a obra são originários da Contribuição de intervenção no domínio econômico (CIDE) incidente sobre as operações realizadas com combustíveis.

O governador Robinson Faria disse que apesar das dificuldades econômicas, o Governo do Estado vem mantendo investimentos. “Priorizamos obras e ações que vêm atender as necessidades da população. No caso da ponte do Rio Doce é beneficiada grande parcela da população de Natal que utiliza a avenida João Medeiros Filho diariamente. Executamos uma obra de qualidade, moderna, que atende motoristas e pedestres, inclusive pessoas com dificuldade de locomoção”, afirmou o Governador.



Reprodução do Blog do BG