quinta-feira, 30 de junho de 2016

RN tem maior aumento de homicídios entre jovens no país, destaca Mineiro




O Rio Grande do Norte é o estado onde mais cresceu o número de homicídios que vitimou crianças e jovens até 19 anos, entre 2003 e 2013, segundo dados apresentados pelo deputado Fernando Mineiro (PT) na manhã desta quinta-feira (30). De acordo com o parlamentar, o número subiu 509,8%, no período destacado. Os dados, informou, são do relatório Violência Letal contra as Crianças e Adolescentes do Brasil, elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) e divulgado nesta quinta-feira.

“Esses dados são preocupantes e alarmantes sobre a situação da criança e adolescente no país. Nossos jovens estão sendo dizimados, literalmente. E isso não é uma frase de efeito. É preciso uma reação da sociedade”, destacou o parlamentar.

Mineiro destacou que o estudo mostra que, no Brasil, em 2013, a cada 24 horas, 29 crianças e adolescentes foram assassinados, a grande maioria negros. “É necessário que setores da sociedade, em todos os seus níveis, se unam para enfrentar a violência”, destacou. De acordo com o estudo, o Brasil vive uma epidemia ocupa o 3º lugar no ranking de homicídios de crianças e adolescentes, atrás apenas de México e El Salvador.

Reprodução: Blog Os Amigos da Onça

Abono Salarial começa a ser pago em 28 de julho, diz ministério

O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), definiu nesta quarta-feira (29) o calendário de pagamento do Abono Salarial de 2016, ano-base 2015.

O benefício começa a ser pago em 28 de julho, nas agências das Caixa e do Banco do Brasil. A estimativa do Ministério do Trabalho é que sejam repassados R$ 14,8 bilhões a a 22,3 milhões de trabalhadores que têm direito ao Abono.

De acordo com o ministério, quem nasceu entre julho e dezembro recebe o benefício neste ano. Já os nascidos entre janeiro a junho, vão receber no primeiro trimestre de 2017.

“Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 30 de junho de 2017, prazo final para o recebimento”, informou o ministério, em nota.

Estimativa é que 22,3 milhões de trabalhadores tenham direito ao benefício.
Governo estima que serão repassados R$ 14,8 bilhões.
Novas regras

Em 2016, entraram em vigor as novas regras para o pagamento do Abono Salarial e que relacionam o valor que o trabalhador tem direito a receber ao total de meses trabalhado no exercício anterior.

Assim, terão direito a 100% do benefício (um salário mínimo) apenas aqueles que trabalharam 12 meses no exercício anterior. Quem trabalhou apenas um mês, terá direito a 1/12 do salário mínimo. Quem trabalhou 6 meses, terá direito à metade.

Tem direito a receber o Abono Salarial quem, em 2015, teve remuneração média de até dois salários mínimos mensais, com carteira assinada, e exerceu atividade remunerada por pelo menos 30 dias.

Para sacar o Abono é preciso estar cadastrado no PIS ou no Pasep há pelo menos 5 anos. E o trabalhador precisa ter sido relacionado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), entregue ao Ministério do Trabalho.

No exercício anterior, cujo calendário se encerra nesta quinta (30), mais de 22 milhões sacaram o benefício, informou o Ministério do Trabalho. Os repasses superam os R$ 18 bilhões.

Veja cronograma de pagamento do Abono Salarial:
 
(Foto: Reprodução/Ministério do Trabalho)
 
(Foto: Reprodução/Ministério do Trabalho)

(Foto: Reprodução/Ministério do Trabalho)

 Do G1, em Brasília

Cuidado: seu WhatsApp pode ser um vírus





Vírus para Android se disfarça de aplicativos populares para roubar dados

A empresa de segurança digital FireEye identificou recentemente uma nova ameaça que infecta dispositivos móveis com sistema operacional Android. Para roubar os dados de conta bancária das vítimas, o arquivo malicioso se “disfarça” de um aplicativo popular, como o WhatsApp ou o Facebook, para levar o usuário a crer que são estes apps que estão solicitando seus dados.

De acordo com a empresa de segurança, não se trata apenas de uma ameaça específica, mas de uma família de malwares que têm o mesmo método. Além dos aplicativos já citados, alguns deles também já foram vistos disfarçando-se do aplicativo de um banco na Alemanha, do aplicativo oficial dos correios na Dinamarca e na Austria, e do Youtube e WeChat no Reino Unido, Noruega e Itália.

Segundo o PplWare, os arquivos nocivos são propagados por meio de mensagens SMS com um link. Ao clicar no link, o usuário baixa o arquivo para seu smartphone. Ele então fica indetectável, e só “acorda” quando percebe que a vítima abriu um aplicativo que ele sabe imitar. Nesse momento, ele imita a interface do aplicativo original para enviar mensagens pedindo os dados bancários da vítima.

A vítima, por sua vez, acredita que na verdade é o aplicativo original que está solicitando seus dados, o que aumenta a probabilidade de que ela os forneça. Segundo os pesquisadores, na Dinamarca mais de 130 mil pessoas já foram infectadas por arquivos nocivos dessa família. Além disso, segundo a FireEye, o modo como os malwares são criados torna fácil para os criminosos incrementar suas capacidades. Com isso, eles podem “aprender” novos disfarces.

Prevenção

De acordo com a empresa, a principal recomendação para que os usuários de Android evitem ameaças desse tipo é permitir apenas a isntalação de aplicativos hospedados na Play Store. A FireEye também recomenda cuidado caso o usuário receba mensagens SMS de estranhos, ou com textos suspeitos. Nesses casos, o melhor a se fazer é deletar a mensagem e jamais clicar nos links enviados.

Além disso, fique atento ao comportamento de qualquer aplicativo popular que você utilize. Caso ele comece a enviar mensagens incomuns ou solicitar seus dados, não os entregue. Especialmente no caso de apps como o WhatsApp e o Facebook, é extremamente improvável que eles precisem de qualquer dado bancário seu para qualquer coisa.

Outra recomendação da empresa é o uso de alguma solução de segurança para o seu dispositivo móvel. O Olhar Digital já avaliou algumas das principais ferramentas de proteção disponíveis para o sistema operacional em um vídeo que pode ser visto por meio deste link.

Olhar Digital, UOL

Ex-cortador de cana e filho de pedreiro se forma em medicina em Pernambuco



Ex-cortador de cana com a prima na formatura dele em medicina pela UPE 
(Foto: Arquivo pessoal/Maria Eduarda Lopes)

Um dos sete filhos do pedreiro José Lopes, de 63 anos, e da dona de casa Edileusa Maria, de 59, o agora médico Jonas Lopes trabalhou como cortador de cana até os 15 anos. Nascido em Palmares, Mata Sul de Pernambuco, Jonas morou até 2006 em Joaquim Nabuco. Hoje com 30 anos, o futuro cardiologista garante ao G1: “o que me move é o conhecimento e ajudar as pessoas”.

Ele é o primeiro da família a ter curso superior, mas acredita que no futuro os irmãos irão seguir o mesmo caminho. “Agora eu só quero ajudar meus pais, dar orgulho a eles e aos meus irmãos e continuar exercendo meu amor pela medicina, distribuir esse amor para os meus pacientes. Também quero estudar, estudar e nunca parar”, afirmou.

Jonas se tornou médico de fato e direito na quarta-feira (29) – dia da colação de grau. Ele disse que não conseguiu segurar a emoção no momento em que foi homenageado pelos colegas.

“Tivemos uma colação antecipada no dia 17 de junho, que foi para pegar o registro do Cremepe [Conselho Regional de Medicina de Pernambuco]. Na solenidade oficial, na hora do discurso da oradora, ela disse: ‘Jonas, levante’. Em seguida, falou um breve histórico da minha vida, me parabenizou e todos os meus colegas me aplaudiram. Não aguentei e chorei demais”, revelou.

O médico, que desde de criança ajudava a mãe a cortar cana, trabalhou na zona rural de Joaquim Nabuco dos 12 aos 15 anos. Foi também durante a infância que veio o sonho de cursar medicina. Desde pequeno Jonas gostava de ciências. Devido às dificuldades pelas quais a família passava, pensou em ser professor, porque – para ele – seria mais fácil. “Mas eu ficava admirando o trabalho de médico. Sempre tive a medicina no coração”, falou.

Entre os anos de 1998 e 1999, o médico parou de estudar. Ao G1, ele disse que esta “parada” nos estudos foi um momento de rebeldia. “Eu recomecei em 2000. Na verdade, eu caí na real. Ver minha mãe trabalhando no engenho, sofrendo… Ela tinha que comprar os meus cadernos e dos meus irmãos ou comida para dentro de casa. Quando eu vi esse sofrimento dela, decidi que jamais iria parar de estudar. O céu não é nem o meu limite. Eu amo estudar”, explicou Jonas.

O recém-formado também trabalhou dando aulas de de reforço, em casas de jogos e carregando frete na feira. No ano de 2006 ele fez o vestibular de medicina e passou só na primeira fase.

Em 2007, Jonas começou a se preparar para o vestibular da Universidade de Pernambuco (UPE), que oferecia vagas exclusivas para estudantes de escolas públicas. “Eu conheci o sistema de cotas da instituição e vi que tinha como entrar por ele, já que eu sempre estudei por escola pública. Esse sistema de cotas foi minha esperança”, lembrou o médico.



Jonas Lopes se formou em medicina pela UPE. (Foto: Arquivo pessoal/Fábio Floriano)

Aprovação na UPE

Jonas tentou entrar na universidade por três anos. Em 2006 ele estudou sozinho e não conseguiu a aprovação. No mesmo ano ele juntou o dinheiro do trabalho para ir morar no Recife com a irmã. De 2007 até 2009 – ano no qual foi aprovado – ele cursou pré-vestibular e estudava de dez a 12 horas por dia.

O médico recém-formado conseguiu assistência moradia e alimentação como bolsa da UPE e morou durante seis anos na Casa do Estudante de Pernambuco. “Fui monitor de inglês na casa, ganhei bolsa de iniciação científica e extensão universitária”, disse.

Em 2014 Jonas começou a estagiar em uma unidade de saúde de Joaquim Nabuco. Com o estágio ele ajudava na renda dos pais. “Eu ficava atendendo e passava os casos para o médico plantonista, que é como é regulamentado pelo código de ética médica”, lembrou.

G1


quarta-feira, 29 de junho de 2016

Saiba como atualizar a versão do Android e do iOS

Vem comigo que eu te ensino como atualizar o Android e o iOS!                                      
(Foto: Reprodução)
Sabia que atualizar o sistema operacional do seu smartphone é importante para corrigir falhas de segurança, garantir que novos aplicativos sejam compatíveis com o aparelho e para aproveitar os recursos trazidos pela nova versão do sistema?

Android

Para atualizar o Android, vá nas “Configurações” e procure a opção “Sobre o telefone”. Para verificar se há atualização disponível para o seu aparelho toque em “Atualizações do sistema”. Caso haja, basta aceitar o download e seguir as orientações para instalar a atualização.

Não esqueça que quem controla as atualizações do sistema é a empresa fabricante do celular, ou seja, nem sempre a versão mais recente do Android vai estar disponível para todos os aparelhos e você talvez precise esperar algumas semanas para conseguir atualizar.



iOS

Atualizar o sistema operacional iOS é bem fácil: vá em “Ajustes” e em “Geral”; depois clique em “Atualização do Software”. Ele vai verificar se tem alguma atualização para ser feita. Se não tiver, vai aparecer uma mensagem mostrando a versão do seu sistema. Agora, se não estiver, vai mostrar a versão disponível.

Clique em “Transferir e Instalar” e espere porque vai ser feito o download do novo programa. Quando já tiver baixado tudo, vai aparecer uma mensagem para você escolher se quer instalar imediatamente ou mais tarde. Pronto, o sistema será atualizado!



E eu tenho uma dica para você: sempre faça a atualização com o celular conectado a uma rede Wi-Fi e ao carregador, porque assim você não corre o risco de gastar sua internet baixando a nova versão do sistema operacional e nem ficar sem bateria na hora que ele estiver atualizando.

Justiça do Rio aceita pedido de recuperação judicial da Oi


O juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio, deferiu na noite desta quarta-feira (29) o pedido de recuperação judicial do Grupo Oi, formado pelas empresas Oi, Telemar Norte Leste, Oi Móvel, Copart 4 e 5 Participações, Portugal Telecom e Oi Brasil.

A Oi anunciou na segunda-feira (20) o pedido de recuperação, incluindo no processo um total de R$ 65,4 bilhões em dívidas. A empresa é a maior operadora em telefonia fixa do país e a quarta em telefonia móvel, com cerca de 70 milhões de clientes.


O juiz determinou também que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) apresente, no prazo de cinco dias, uma relação de até cinco empresas, com "idoneidade e expertise sobre a matéria", que será avaliada pela Justiça para nomeação do administrador judicial.

Na decisão, o magistrado disse que considerou o fato de a empresa ser uma das maiores do setor de telecomunicação no mundo e o impacto na economia brasileira.

"Há de se reconhecer que o presente pedido de proteção judicial é formulado por uma das maiores empresas de telecomunicações do mundo, que impacta fortemente a economia brasileira, já que alcança um universo colossal de 70 milhões de clientes, empregando mais de 140 mil brasileiros, com milhares de fornecedores, e ainda gera recolhimento de volume bilionário de impostos aos cofres públicos", escreveu o magistrado em sua decisão.

Trata-se do maior pedido de recuperação judicial da história do Brasil. Até então, o maior era o da Sete Brasil (empresa de sondas de águas ultraprofundas), que envolveu R$ 19,3 bilhões.

Como a Justiça aceitou o pedido, a empresa terá agora 60 dias para elaborar plano de recuperação e, em seguida, buscar um acordo com os credores.

Investimentos mantidos, diz diretor

Também nesta quarta, o diretor de varejo da Oi, Bernardo Winik, afirmou que, mesmo com o pedido de recuperação judicial, os investimentos programados para 2016 “estão mantidos”.

“A vida operacionalmente continua absolutamente normal. A gente está com foco total na operação, as vendas não diminuíram por conta disso, a recarga não diminuiu por conta disso”, afirmou.

A empresa apresentou também resultados dos serviços. Segundo a Oi, o número de assinantes do serviço que integra telefone móvel, banda larga e TV por assinatura chegou a 320 mil, com cerca de 80 mil instalações mensais. “A despeito de todo o problema macroeconômico, a gente é a única operadora que cresce no Brasil", afirmou o executivo.

Anatel: 'Vamos entrar como parte no processo'

Antes de a Justiça deferir a recuperação, o presidente da Anatel, João Rezende, disse que a agência será parte no processo de recuperação judicial da Oi . Segundo ele, a agência está tomando medidas reservadas sobre o caso, que ainda não podem ser anunciadas. "Estamos trabalhando para fazer com que o usuário tenha garantida a continuidade do trabalho da Oi, principalmente no campo operacional", disse.o presidente da Anatel.

O que é recuperação judicial

A recuperação judicial é o mecanismo através do qual as empresas em dificuldade financeira tentam reestruturar a dívida com credores. A lei 11.101, sancionada em 9 de fevereiro de 2005 pelo Presidência da República, regula a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência do empresário e da sociedade.

A lei de 2005 acabou com o instrumento da "concordata" no Brasil e permite que a empresa endividada apresente a sua própria proposta para os credores.

A legislação fixa um prazo de 6 meses para a negociação entre as partes, que é intermediada por um administrador judicial nomeado pela Justiça. No caso de não haver acordo entre credores e devedores sobre o plano de recuperação, é decretada a falência.

Ao apresentar o pedido de recuperação judicial, a Oi disse que a medida visa, entre outros objetivos, proteger o caixa das empresas do grupo e garantir a preservação da continuidade da oferta de serviços aos clientes.

Dívida e prejuízos

Endividada, Oi fechou 2015 com prejuízo de R$ 5,3 bilhões. No primeiro trimestre de 2016, a Oi registrou prejuízo de R$ 1,64 bilhão e encerrou março com dívida líquida de R$ 40,8 bilhões.

No dia 17 de junho, a agência de classificação de risco Fitch Ratings rebaixou a nota de crédito da Oi, de "CCC" para "C" (último nível antes do default), considerando insustentável a atual estrutura de capital da operadora.

No último dia 10, o então presidente da Oi, Bayard De Paoli Gontijo, renunciou ao cargo em meio à crise e discordâncias com sócios portugueses do grupo sobre a forma de reestruturação financeira da companhia.

Participação de mercado

A Oi é considerada a maior concessionária de telecomunicações do Brasil. Segundo dados da Anatel de abril, a Oi detém 18,6% de participação de mercado em telefonia móvel, atrás de Vivo (28,57%), Tim (25,88%) e Claro (25,28%).

Em telefonia fixa, a Oi divide a liderança com a Telefonica (ambas com 34,42% de acessos em serviço), segundo dados de março da Anatel.

Em abril de 2016, a Oi era a quarta empresa com mais linhas ativas na telefonia móvel, segundo a Anatel. Eram 47,6 milhões, o equivalente a 18,6% do mercado de telefonia móvel, segundo a Anatel. Ficou atrás de de Vivo (28,57), Tim (25,88%) e Claro (25,28%).

Na telefonia fixa, a Oi obteve o primeiro lugar em março junto com a Telefónica, com 14,8 milhões de linhas ou 34,4% do mercado, também de acordo com a Anatel. Em terceiro ficou a Telecom Americas, com 26,48%.

Histórico da empresa

A Oi nasceu da reestruturação da antiga Telemar, em março de 2007, quando assumiu o mercado na região Sudeste (exceto São Paulo), Nordeste e demais estados do Norte.

Desde 1997, a telefonia fixa no Brasil estava dividida em três áreas pela provatização do setor de telecomunicações, com a pulverização da Telebrás. A Brasil Telecom ficou com os estados do Sul, do Centro-Oeste e com os estados do Acre, Rondônia e Tocantins e a espanhola Telefônica ficou com o mercado paulista.

Em 2008, a Oi uniu-se à Brasil Telecom para criar uma "supertele verde e amarela", operadora de atuação quase nacional, com sócios majoritários brasileiros. A mudança afetou mais de 20 milhões de clientes das duas companhias, em um negócio de R$ 5,86 bilhões, acima das expectativas de mercado.

Problemas com a Portugal Telecom

Em 2013, a empresa anunciou com a Portugal Telecom (PT) um processo de fusão para criar uma empresa chamada CorpCo, que previa um aumento de capital de pelo menos R$ 13,1 bilhões na operadora brasileira. O negócio surgiria para ajudar a controlar a dívida crescente da empresa.

Mas no ano seguinte, a empresa portuguesa pediu para reformular sua fusão com a Oi ao assumir que teria dificuldades em recuperar os € 900 milhões investidos em títulos da holding Rioforte, do colapsado Grupo Espírito Santo (GES), um dos acionistas da PT.

O objetivo era amortecer o impacto que da falta de pagamento no projeto de ambas empresas. Afundada em seus próprios problemas financeiros, a Portugal Telecom teve sua participação na Oi reduzida para 25,6% desde então.

Em 2014, a Oi contratou o BTG Pactual para tentar fazer uma oferta pela TIM Participações, num esforço para não ficar à margem na consolidação em curso no setor de telecomunicações no Brasil, mas o negócio não vingou. A LetterOne, empresa de investimento do bilionário russo Mikhail Fridman, desistiu do negócio após ter proposto investir até US$ 4 bilhões no negócio.

Depois do fracasso da fusão com a TIM, veio a tentativa de reestruturar a dívida da Oi. No final de maio, a Anatel aprovou a troca de multas não pagas pela Oi por um programa de investimentos ao longo de quatro anos estimado em R$ 3,2 bilhões


G1 Rio

Graciane Dias estará no Encontro Com Fátima Bernades





NESTA MANHÃ EMANUEL RECEBEU A CONTERRÂNEA GRACIANE DIAS, A MESMA FOI INFORMAR QUE VIAJARÁ AMANHÃ PARA O RIO DE JANEIRO PRA PARTICIPAR DO PROGRAMA ENCONTROS COM A JORNALISTA E APRESENTADORA FÁTIMA BERNARDES. EMAUEL AFIRMOU QUE DEIXOU TUDO PREPARADO PARA QUE A MESMA POSSA SE DESLOCAR DE SUA CIDADE AO AEROPORTO COM TODO CONFORTO E SEGURANÇA QUE GRACIANE MERECE. 

NESSA MESMA OPORTUNIDADE A MESMA FOI CONVIDADA PELA EMPRESA ESPECIALIZADA NO SEGUIMENTO DE ROUPAS "DAYA" PARA REFORMAR SEUS LOOKS E CHEGAR NO RIO DE JANEIRO REPRESENTANDO SUA CIDADE E SEU ESTADO COMO ELE MERECE. 

GRACIANE DIAS FICOU FAMOSA DEPOIS DE SUAS FOTOS EM POSES INUSITADAS FAZEREM SUCESSOS EM SUA PÁGINA DO FACEBOOK, HOJE SUAS FOTOS TEM MILHARES DE CURTIDAS E COMPARTILHAMENTOS.... SUA APARIÇÃO SE DARÁ INICIALMENTE AO PROGRAMA QUE SERÁ EXIBIDO NA SEXTA FEIRA.


SUCESSO GRACIANE!






Relato de Emanuel em sua página do facebook: Recebi hoje a visita de nossa conterrânea Graciane Dias que sempre teve nosso apoio e nossa disposição em somar com seus pleitos e suas necessidades. Hoje Graciane veio nos dar a boa notícia, que estará nesta sexta-feira participando do programa Encontro com Fátima Bernardes na Rede Globo. Muito feliz em ver uma cidadã serrabentense se destacando no cenário nacional. Mas uma vez me coloquei à disposição neste momento. Vamos assistir e aplaudir!






Autora do projeto que pretende criar a Patrulha Maria da Penha em Natal, a vereadora Júlia Arruda apresenta mais uma proposta para romper com o ciclo da violência contra as mulheres e seus filhos. A parlamentar protocolou, na manhã desta quarta-feira (29), Projeto de Lei que dispõe sobre a garantia de vagas em creches e escolas municipais a filhos de vítimas de violência doméstica e familiar.

A matéria compreende a transferência motivada por mudança de endereço da mãe, visando a preservar sua segurança, bem como do seu filho. Para tanto, ao pleitear a vaga na rede municipal de ensino, a mulher deve apresentar boletim de ocorrência, medida protetiva de urgência, certidão ou qualquer outro documento comprobatório da violência, seja ela de natureza física, moral, patrimonial ou sexual.

“O que queremos é evitar que a mulher que sai do seu lar em busca de acolhimento em casas de abrigo ou na residência de terceiros, e leva consigo os filhos, seja novamente violentada ao não conseguir vagas em creches e escolas. Sabemos que essa é uma realidade para muitas mulheres que, muitas vezes, são obrigadas a continuar vivendo próximo ao agressor para garantir que seus filhos continuem frequentando as aulas”, destaca a vereadora autora da proposta.

O Projeto de Lei foi protocolado na Câmara Municipal de Natal e agora deve seguir os trâmites processuais do Legislativo, passando pelas Comissões Técnicas, até chegar a Plenário para votação.



Blog do BG

Mulher perde oportunidade de emprego por ter filhos e não ser casada



(Fotos: Reprodução/Facebook/Diário de Uma Mãe Solteira)

A página no Facebook “Diário de Uma Mãe Solteira” postou em seu perfil a história de uma mulher que perdeu seu emprego por não ser casada e ter três filhos. A repercussão gerou discussões na rede social.

Segundo a administração da página, a filha de uma mulher, que não quis ter a identidade revelada, enviou três prints de sua mãe perdendo uma oportunidade de trabalho após a empregadora descobrir que ela não era casada e tinha filhos. “Então me desculpe, mais (sic) vou ter que cancelar a faxina de amanhã. Não posso ter este tipo de gente na minha casa, perto do meu marido”, disse a moça identificada apenas como “Simone”.

Após a divulgação do caso na rede social, muitas pessoas se ofereceram para ajudá-la a encontrar um advogado e também para oferecer um emprego a ela. Porém, a página não está conseguindo contato com a filha para repassar o que já conseguiram até agora.


A descrição do perfil da página informa: “Mães solteiras e jovens, decidimos criar essa página para apoiar e dar voz a todas as mães solteiras que sofrem com o abandono/preconceito”.

A ideia é basicamente expor e discutir as dificuldades enfrentadas por mulheres que educam seus filhos sem a ajuda do pai e que, muitas vezes, passam por situações de humilhação quando procuram trabalho, quando namoram ou quando são julgadas em eventos sociais e familiares.

UOL, via RedeTV

Juíza diz que endereço IP não prova nada em caso de pirataria



O que você faz se for pego pirateando um filme terrível do Adam Sandler? Você nega. Essa parece ser a lição de um caso federal recentemente arquivado, aumentando o ônus da prova que o proprietário de direitos autorais deve fornecer.

Segundo o TorrentFreak, a juíza Stacie Beckerman rejeitou um processo contra Thomas Gonzales, acusado de baixar ilegalmente o filme Trocando os Pés.

Beckerman, do tribunal distrital de Oregon (EUA), afirma que endereços IP não são suficientes para provar que Gonzales esteve diretamente envolvido na violação de direitos autorais.

Gonzales cuida de um lar para idosos, e não era a única pessoa no local com acesso à internet. Simplesmente não há uma forma direta de identificar se ele foi culpado do ato.

Nos EUA, se um endereço IP recebe muitas queixas de violar direitos autorais, o provedor de internet emite avisos ao cliente. Em 2013, Verizon e Comcast ativaram o Copyright Alert System, que exibe seis avisos para o usuário – e reduz a velocidade caso ele continue a baixar conteúdo pirata.

Ainda assim, Beckerman argumenta que só se pode responsabilizar uma pessoa por violar direitos autorais caso você consiga provar que ela fez isso. Ela escreve na decisão:

“Estes são os únicos fatos que o autor da ação alega para sustentar sua acusação de que Gonzales é o infrator: ele é o assinante do endereço IP usado para baixar ou distribuir o filme; e ele recebeu avisos de atividade ilícita, aos quais ele não respondeu. Isso não é suficiente”.

Parece razoável. Não há nenhuma garantia de que todos os juízes em nos EUA vão usar o mesmo padrão, no entanto.

Os estúdios de cinema definitivamente não vão parar de impedir a pirataria, o que é justo – eles têm o direito de proteger sua propriedade. Ao mesmo tempo, essas empresas precisam usar algo além de endereços IP como prova.

UOL, via GizModo

SISTEMA PRISIONAL: Falta de vagas permitirá a preso regime mais brando, confirma STF



O STF (Supremo Tribunal Federal) confirmou nesta quarta-feira (29) entendimento fixado pelo tribunal de que o sentenciado deve cumprir a pena em regime mais benéfico sempre que não houver vaga em unidade prisional.

Isso porque a superlotação não autoriza a manutenção do condenado em regime prisional mais rigoroso.

Os ministros aplicaram essa tese numa chamada súmula vinculante -espécie de norma que se aplica a todo poder público. O texto aprovado diz que a “falta de estabelecimento penal adequado não autoriza a manutenção do condenado em regime prisional mais gravoso”.

A situação de cada preso será definida, no entanto, pelo juiz da execução penal, que terá que avaliar situações como a periculosidade do preso e o tempo de condenação.

Por esse entendimento, por exemplo, a falta de vagas no sistema penitenciário pode levar o condenado para a prisão domiciliar com monitoramento eletrônico.

Os ministros sugerem ainda medidas alternativas para tentar resolver a questão, como a abertura de vagas no regime semiaberto mediante a saída antecipada de detentos que estejam mais próximos da progressão do regime (e que serão colocados em liberdade monitorada eletronicamente) e a conversão em penas restritivas de direitos e/ou estudo para os apenados em regime aberto.

Folha Press

segunda-feira, 27 de junho de 2016

‘Thomas Turbando’ paga conta de Cardozo em restaurante de Brasília





Os dois ex-ministros da Advocacia-Geral da União (AGU), José Eduardo Cardozo e Luís Inácio Adams, foram alvo de uma brincadeira quando almoçavam nesta segunda-feira, em Brasília. Um advogado que fazia a refeição na mesa ao lado dos dois pagou a conta deles e atribuiu a gentileza ao jurista “Thomas Turbando”.

“Cardozo, uma cortesia do ilustre jurista Thomás Turbando”, escreveu na nota do pagamento o advogado Eduardo Moreth Loquez. No momento em que pagou a conta, ele não se identificou, mas postou, posteriormente, foto da brincadeira em suas redes sociais.

Em sessão da comissão de impeachment, Cardozo fez uma exposição sobre renomados juristas contrários ao processo envolvendo Dilma. No entanto, ao citar o nome do professor de direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG),

Thomas Bustamante incluiu também o sobrenome “Turbando”, que terminou gerando uma cacofonia: “Thomas Turbando”.
Em conversa com o Estado de Minas no dia seguinte ao fato, Bustamente disse que “foi uma honra” ter seu nome citado entre tantos renomados juristas. Disse também que a gafe de Cardozo fez com que a caixa de e-mails dele “ficasse lotada”.



EM.com.br

Henrique Alves é citado em mais uma delação


O Antagonista destaca a delação de Alexandre Romano, advogado, ex-vereador pelo PT em Americana, informa ainda que ele detalhou a origem do esquema Consist no Ministério do Planejamento e a participação do ex-ministro Carlos Gabas e do ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira.

Romano relata uma reunião na sede do PT em Brasília, na sala de Ferreira. Foi na reunião que ficaram acertados os percentuais de 5% para Gabas e 5% para Duvanier Paiva, então secretário de Paulo Bernardo e já falecido.

Na mesma delação, Alexandre Romano também fala da relação da Consucred com o PMDB. A Consucred teria perdido espaço nos contratos de crédito consignado para a Consist, ligada ao PT.

Apesar da disputa, os empresários acabaram chegando a um acordo para a distribuição da propina.

Joaquim Maranhão e Emanuel Dantas do Nascimento, sócios da Consucred, foram presos na Operação Custo Brasil.

Como mostra o documento em anexo, em seu depoimento, Alexandre Romano cita o ex-ministro, Henrique Alves.



Chambinho, como é conhecido o ex-vereador, se tornou alvo da Lava Jato em meados de 2015, depois de a força-tarefa do Ministério Público ter mapeado que ele arrecadou mais de 50 milhões de reais em propina a partir de contratos de empréstimos consignados no Ministério do Planejamento. O esquema criminoso, que teve início em meados de 2010, envolve empresas do grupo Consist e pagamentos de vantagens por meio de empresas de fachada e inclui a emissão de notas fiscais falsificadas para desvio de dinheiro público, segundo denuncia dos procuradores envolvidos na operação Lava Jato.



Blog do BG

Com 116 vagas, seguem abertas até 7 de julho as inscrições para o concurso da UERN



Seguem abertas as inscrições ao Concurso Público da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. O candidato deve se inscrever no site do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN), cujo endereço é: www.idecan.org.br. A UERN está ofertando 116 vagas, sendo 76 docentes, 29 para Técnico de Nível Superior e 11 vagas para Agente Técnico Administrativo (Nível Médio).

O prazo para as inscrições termina dia 7 de julho. As taxas são R$ 200,00 para professor; R$ 70,00, Técnico de Nível Superior e R$ 50,00, Agente Técnico Administrativo (Nível Médio). Estão isentos doadores de sangue e pessoas que prestaram serviço à justiça eleitoral trabalhando em eleições.

Todas as informações nos editais:

EDITAL PROFESSORES

EDITAL TÉCNICOS


quinta-feira, 23 de junho de 2016

Globo exibirá 1ª transa entre dois homens em novela





A Globo exibe no próximo dia 12 a primeira cena de sexo entre dois homens na história da telenovela brasileira. Os protagonistas serão os atores Ricardo Pereira e Caio Blat, que interpretam, respectivamente, Tolentino e André em Liberdade Liberdade, novela das onze. A cena, já escrita pelo autor Mario Teixeira, foi liberada pela direção da Globo. Irá ao ar numa terça-feira, depois das 23h.

A sequência não terá sexo explícito, mas será muito intensa, com beijo na boca. O roteiro pede “um beijo represado, afoito, desesperado, angustiado”. Em seguida, Tolentino “tira a camisa. André engole em seco. Tolentino o empurra para a cama. André cai sentado. Começam a transar. Uma transa urgente, adiada, bruta e tão ansiada”, escreveu Teixeira.

A primeira relação sexual entre dois homens completará um ciclo que começou com o primeiro beijo gay, na novela Amor à Vida, em janeiro de 2014, e continuou com sexo entre duas mulheres na minissérie Felizes para Sempre? (2015), estrelada por Paolla Oliveira e Maria Fernanda Cândido.

Maria Immacolata Vassallo de Lopes, coordenadora do Centro de Estudos de Telenovela da Escola de Comunicação e Artes da USP (Universidade de São Paulo), diz que a transa homossexual de Liberdade, Liberdade representa um avanço na abordagem ao tema. “É um fato inédito. Vejo como uma conquista, lembrando que no passado o beijo gay foi censurado. A Gloria Perez relatou que tinha escrito um beijo entre dois homens em América (2005), que foi cortado. As novelas estão avançando no tema. O horário da trama, o atual momento social, é tudo oportuno”.

A especialista, que acompanha a evolução das relações homoafetivas nas novelas, afirma que foi um marco na história a audiência torcer pelo beijo entre Félix (Mateus Solano) e Nico (Thiago Fragoso) no final de Amor à Vida.

Liberdade, Liberdade irá além. Os personagens de Ricardo Pereira e Caio Blat estarão atormentados com a atração e o amor que se sentem um pelo outro na trama, que se passa em 1808. A homossexualidade era chamada de sodomia e classificada como crime de lesa-majestade, cuja punição era a morte na forca. A amizade entre o coronel Tolentino e o fidalgo afeminado André foi crescendo aos poucos desde a segunda semana do mês de maio.

Os dois já protagonizaram algumas cenas de afeto que indicavam que um beijo iria acontecer, mas sempre havia algo os interrompia. No capítulo do dia 12, mais uma vez, Tolentino tentará resistir, mas tomará a iniciativa do sexo após um beijo intenso.

O autor Mario Teixeira escreveu acontecimentos fortes que levarão ao momento de entrega entre os dois. Tolentino fracassará em uma busca a presos foragidos e será humilhado por Rubião (Mateus Solano). André não permitirá que ele se deprima e será extremamente carinhoso. O coronel reconhecerá que o filho de Raposo (Dalton Vigh) é um homem especial em sua vida, gerando um clima.

Medo e desejo

O roteiro entregue aos atores mescla o medo de Tolentino em assumir seus sentimentos com o desejo pelo sexo. Arrasado por ter sido humilhado por Rubião, ele chegará ao seu quarto reclamando. André o confortará. “Você, André. Que é sensível. Capaz de entender os mistérios da vida. As voltas que o mundo dá. As surpresas que a vida nos reserva”, dirá o coronel. “Inclusive as surpresas sobre nós mesmos?”, indagará o irmão de Joaquina (Andreia Horta).

Tolentino, ainda tímido, responderá que sim: “Você mesmo me disse um dia. Que todos temos uma segunda natureza. Que, às vezes, permanece oculta”, dirá. “Mas não para sempre”, retrucará André, olhando o amigo nos olhos. “Não. Não para sempre”, concordará o coronel.

Eles vão se abraçar e surgirá um clima para um beijo, só que Tolentino virará o rosto. Mas ele não resistirá, beijará e fará sexo com o amigo. Depois, o público verá o coronel sair desnorteado, com o sol raiando, apressado para se apresentar ao trabalho, na intendência de Vila Rica. André surgirá em seguida, tomando um café, aéreo.

No próximo encontro deles, Tolentino vai rejeitar o amigo, prefirirá fingir que nada aconteceu. Eles se encontrarão no bordel de Virgínia (Lilia Cabral), e o coronel fará de tudo para provar que gosta de mulher, agarrando a prostituta Gironda (Hanna Romanazzi) violentamente na frente do amigo e dizendo que vai “tirá-la da vida e torná-la sua mulher”.

UOL


Sine-RN oferece no período até segunda 91 vagas de emprego


O SINE-RN oferece no período de (23 a 27/06), mais de 91 oportunidades de emprego em Natal, Mossoró, Santa Cruz e Currais Novos. Para concorrer às vagas, os candidatos devem se cadastrar via Internet no Portal Mais Emprego do Ministério do Trabalho e Emprego através do endereço maisemprego.mte.gov.br ou na unidade do Sine Matriz Cidade da Esperança, localizada na Rua Adolfo Gordo, s/n, Cidade da Esperança – Natal-RN no prédio da Central do Trabalhador no horário de 8h ás 16h ou em qualquer agência do Sine nas centrais do cidadão de Natal e no interior.

Os interessados que não tem cadastro e acesso ao Portal Mais Emprego, podem comparecer as Agências do SINE, com Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Número do PIS, cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. O atendimento é de acordo com o horário de funcionamento das centrais do cidadão e do SINE Matriz Cidade da Esperança no prédio da Central do Trabalhador, das 8h às 16h. CONFIRA AQUI

Anvisa irá propor regras para alimentos integrais



A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deve passar a regular o mercado de alimentos integrais no país. A ideia é fazer com que os consumidores possam identificar quais desses alimentos são, de fato, compostos por cereais integrais.

A iniciativa por regular o tema foi aprovada em reunião da diretoria colegiada da agência na última terça-feira (21). Após a aprovação, a proposta de normas para o setor passa a ser estudada e elaborada pela equipe técnica do órgão, que regula alimentos, medicamentos e outros produtos no Brasil. Uma das possibilidades é propor níveis específicos de presença de cereais integrais para a definição do alimento como integral.

“Ainda vamos iniciar o processo regulatório. Mas o objetivo geral é que o consumidor quando faz a escolha por alimentos integrais tenha a certeza de que ali têm grãos integrais de determinado teor e que ele consiga ver isso no rótulo”, afirmou à Folha o diretor-presidente da agência, Jarbas Barbosa. “Muitas vezes, não há uma coerência entre o que está informado no rótulo e o que tem dentro [do produto].”

Segundo Barbosa, a expectativa é que a proposta de uma nova resolução com as normas para esses alimentos esteja finalizada até 2017. Antes, o tema também deve ser submetido à consulta pública.

A decisão por regular o tema foi divulgada pelo jornal “O Estado de São Paulo”. A iniciativa ocorre diante do crescimento do mercado de alimentos integrais no país, que têm ganhado espaço nas prateleiras.

Em geral, os alimentos integrais são aqueles compostos basicamente por grãos e cereais (como arroz, trigo, aveia e centeio) que não passaram por processos de refinação e, com isso, possuem maior teor de fibras, sendo considerados mais ricos em nutrientes.

Folha Press

terça-feira, 21 de junho de 2016

Moro já tentou intimar mulher de Cunha duas vezes, sem sucesso




O juiz Sérgio Moro já tentou por duas vezes, sem sucesso, intimar Cláudia Cruz, mulher do presidente afastado da Câmara dos Deputados, denunciada na Lava-Jato por lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O mandado de citação foi expedido pela Justiça Federal do Rio e o oficial de Justiça foi duas vezes ao endereço do casal, na Barra da Tijuca, nos dias 14 e 16 passados. Numa das vezes, foi informado pelo caseiro que Cláudia está morando em Brasília, no imóvel funcional da presidência da Câmara dos Deputados.

A Justiça do Paraná teve de expedir outra carta precatória, agora para Brasília, para que Cláudia Cruz seja intimada e apresente resposta aos autos. A denúncia contra a mulher de Cunha foi apresentada à Justiça Federal de Curitiba pelo Ministério Público Federal, depois que as investigações foram desmembradas das investigações contra o deputado, que tem foro privilegiado.

O advogado de Cláudia Cruz, Pierpaolo Bottini, disse ao GLOBO que informou ao oficial de Justiça que sua cliente pode ser encontrada nos fim de semana no Rio de Janeiro e, de segunda a sexta, no endereço de Brasília.

Para os procuradores, Cláudia tinha plena consciência dos crimes que praticava, pois é a única controladora da conta da offshore Köpek, na Suíça. Com valores desta conta ela pagou despesas com cartão de crédito superiores a US$ 1 milhão em sete anos, de 2008 a 2014. O dinheiro, incompatível com o patrimônio e os ganhos lícitos do deputado, foi usado para pagar artigos bolsas, sapatos e roupas de grifes.

Moro afirmou em despacho que a mulher de Cunha pode ter agido com dolo ou cegueira deliberada. “(…) a própria ocultação desses valores em conta secreta no exterior, por ela também não declarada, a aparente inconsistência dos gastos efetuados a partir da conta com os rendimentos lícitos do casal, aliada ao afirmado desinteresse dela em indagar a origem dos recursos, autorizam, pelo menos nessa fase preliminar de recebimento da denúncia, o reconhecimento de possível agir com dolo eventual ou com cegueira deliberada (…)”, disse o juiz.

O Globo

Salário de juiz e custo do Judiciário no Brasil são 10 vezes mais altos do que nos EUA


O Poder Judiciário brasileiro, que está no centro da crise polícia e econômica do país, é um dois mais caros do mundo e também um dos maiores salários do mundo.

Para se ter uma ideia, em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) o custo do Poder Judiciário no Brasil consome 10 vezes mais recursos do que países como Espanha, Argentina e Estados Unidos. Os salários no Brasil também são astronômicos. O juiz no Brasil chega a receber 10 vezes mais em relação aos juízes dos Estados Unidos, França e Portugal.


Além do consumo de recursos públicos ser um dos maiores do mundo, o judiciário brasileiro é um poço de contradições diante dos péssimos resultados para a população. É o que se vê na realidade e no diagnóstico do cientista político e pesquisador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Luciano Da Ros, em entrevista ao jornal espanhol El País.


No diagnóstico do pesquisador e da própria população, o Brasil tem um Judiciário que consome uma enorme quantidade de recursos, é ineficiente, juízes julgam a revelia da legislação, recebem salários e recursos acima da lei (teto constitucional), é injusto porque prende sem julgar e não julga setores da elite, além de ser um poder moldado na Ditadura instalada após o golpe de 64.



Da Carta Campinas

OAB emite Nota sobre a atuação jurisdicional da Quinta Vara Cível da Comarca de Natal


Veja Nota abaixo:


O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e a Seccional do Estado do Rio Grande do Norte, em face de Nota divulgada pela Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte, assinada ainda por Associação dos Juízes Federais do Brasil da 5ª Região – AJUFE, Associação dos Magistrados do Trabalho da 21ª Região – AMATRA21 e Associação dos Juízes Federais da 5ª Região – REJUFE, que ataca a OAB/RN em razão de pedido de providências no tocante à situação caótica em que se encontra a atuação jurisdicional da Quinta Vara Cível da Comarca de Natal, protocolado junto à Corregedoria Geral de Justiça, apresentam os seguintes e necessários esclarecimentos:

1 – Na tarde de hoje (21/06), a Corregedoria Geral de Justiça protocolou junto à Presidência do Tribunal de Justiça do RN ofício solicitando o apoio de estrutura de pessoal (4 servidores) para promover a suspensão dos trabalhos na Quinta Vara Cível de Natal por 60 dias, no intuito de orientar e sugerir um novo modelo de gestão nos moldes daqueles já implementados na Oitava Vara Cível de Natal.

2 – Diferentemente do que afirmam as associações de magistrados, e segundo o relatório da Corregedoria do TJRN de 2015, já “ocorreu a INTERVENÇÃO efetiva em uma unidade jurisdicional, a 8ª Vara Cível da Comarca de Natal, com alterações na estrutura organizacional, seguindo diretrizes traçadas por esta Corregedoria de Justiça, havendo, inclusive, designação de um novo Magistrado e chefe de secretaria.” Tal medida já resultou em melhora substancial dos serviços prestados aos jurisdicionados.

3 – A nota das associações de magistrados desconsidera que o último relatório da CGJ referente à Quinta Vara Cível indica existirem, somente aguardando juntada aos autos, “600 mandados; 670 contestações; 120 cartas devolvidas pelos correios; 630 Avisos de Recebimento – AR’s; 350 ofícios; e, aproximadamente, 4.000 petições.” Um total de 6.370 expedientes que deixaram de produzir efeitos processuais, sem contar a infinidade de decisões e despachos aguardando publicação, alguns há mais de 2 anos.

4 – Tais números já são mais do que suficientes para justificar a necessidade de providências imediatas, sobretudo quando o relatório constata, ainda, que “o juiz não estabelece metas a serem cumpridas pela secretaria”; que “inexistem métodos e rotinas de trabalho”; e “que as sentenças, decisões e despachos ficam pendentes de publicação, por tempo indeterminado”.

5 – A Ordem dos Advogados do Brasil lamenta que a nota tenha sido assinada também por associações de magistrados que não têm qualquer relação com o Poder Judiciário Estadual, e que desconhecem a realidade dos problemas enfrentados por advogados e jurisdicionados nessa seara, demonstrando apenas a preocupação com uma proteção corporativa, relevando a importância de suas atuações na proteção do maior interessado na celeridade judicial, o cidadão.

6 – Como deveria ser do conhecimento das referidas associações, a Constituição Federal atribui à advocacia o papel de “essencial à administração da justiça”, e cabe à Ordem dos Advogados do Brasil atuar de forma altiva e livre de assédio na defesa das melhorias do Poder Judiciário. Não abriremos mão do exercício de tal função, nem seremos intimidados com a pecha de oportunistas, sobretudo quando confrontados por interesses menores, que em nada contribuem para o fortalecimento do Estado Democrático de Direito em nosso País.

Natal – RN, 21 de junho de 2016.
Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil






Blog do BG

Em delação, Marcelo Odebrecht admitirá que controlava caixa 2 de Dilma


Marcelo Odebrecht, ex-presidente da Odebrecht, vai assumir no acordo de delação que negocia com procuradores da Lava Jato que controlava pessoalmente os recursos legais e ilegais que irrigaram as campanhas presidenciais de 2010 e 2014, vencidas pela presidente afastada, Dilma Rousseff, segundo a Folha apurou.

O executivo vai relatar que teve uma conversa com Dilma no México em 26 de maio de 2015, quando teria alertado a então presidente que os investigadores da Lava Jato estavam prestes a descobrir os pagamentos ilícitos que a Odebrecht fez ao marqueteiro João Santana na Suíça.

De acordo com o executivo, Dilma não deu atenção ao que ele dizia.

A conversa ocorreu 24 dias antes de Marcelo ser preso pela Polícia Federal —a prisão preventiva de Marcelo completou um ano no último domingo (19).

O ex-presidente da Odebrecht chegou a tratar de pagamentos ao PT com representantes do partido, em sua casa no Morumbi, na zona sul de São Paulo.

ALERTA A DILMA


Até a descoberta dos pagamentos na Suíça, no valor de US$ 4 milhões, segundo os primeiros documentos enviados pelo país europeu, Marcelo dizia a seus interlocutores que não se sentia ameaçado pela Operação Lava Jato por acreditar que, se ele fosse preso, o governo de Dilma cairia junto com ele.

Marcelo também deve dizer que não considerava crime os pagamentos ilícitos que fez ao marqueteiro do PT.

Para ele, os repasses via caixa dois são parte da cultura política do país e do sistema de financiamento a partidos no Brasil.

O relato de Marcelo sobre as duas últimas campanhas presidenciais confirma uma das suspeitas dos procuradores e da Polícia Federal: a de que Santanarecebeu recursos ilícitos no Brasil e no exterior. O marqueteiro recebeu R$ 42 milhões e R$ 78 milhões pelas campanhas presidenciais de 2010 e 2014 respectivamente, de acordo com prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral.

O financiamento ilícito das duas últimas campanhas presidenciais faz parte de um total de 20 temas que Marcelo já esboçou nos preparativos para a delação.

Marcelo disse a interlocutores que assumirá o controle sobre os gastos nas campanhas presidenciais de 2010 e 2014 porque quer fazer um acordo de delação que prime pela “justeza” –nas campanhas de Lula de 2002 e 2006, ele não estava na presidência do grupo, função que assumiu em 2009.

O executivo já afirmou a interlocutores, por exemplo, que jamais cuidou de pagamento de propina a diretores e gerentes da Petrobras e que, portanto, não incluirá esses crimes nos seus relatos.

Outros executivos do grupo, que também foram presos, mas já estão soltos, queriam que Marcelo assumisse outros crimes sob o argumento de que ele presidia o grupo que foi beneficiado pelos negócios fechados com a Petrobras com o pagamento de suborno.

Marcelo se recusou a assumir irregularidades que teriam sido praticadas por outros diretores. Tomou essa decisão mesmo com o argumento de que a empresa deve perder a elite de seus executivos com a delação, já que terão de deixar seus cargos após o acordo ser fechado.

OUTRO LADO


A assessoria da presidente afastada Dilma Rousseff confirmou, por meio de nota à Folha, que ela esteve com Marcelo Odebrecht em maio de 2015 na Cidade do México, durante viagem oficial.

Segundo Dilma, doações e pagamentos a João Santana não foram tratados na conversa. A nota diz que “todos os pagamentos pelos serviços prestados da campanha de reeleição, inclusive a João Santana, foram feitos dentro da lei e declarados à Justiça Eleitoral”.

De acordo com Dilma, Santana recebeu R$ 70 milhões de seu comitê –o PT arcou com mais R$ 8 milhões.

A nota diz ainda que Marcelo faz “suposições” que não merecem comentários.

O PT afirma que o partido só recebe doações oficiais, todas declaradas à Justiça.

O advogado de Santana, Fabio Tofic Simantob, afirmou que só se manifestará nos processos judiciais.

Em manifestação ao juiz Sergio Moro, o advogado negou que Santana soubesse que recebia recursos ligados a contratos obtidos por meio de suborno. A Odebrecht não quis se manifestar.


Por Folha

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Comissão rejeita pela 2ª vez incluir áudios de Machado no impeachment


A comissão de impeachment do Senado negou novamente, nesta segunda-feira (20), a inclusão das gravações feitas por Sérgio Machado com integrantes da cúpula do PMDB ao processo de impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff.

O pedido foi feito pelo advogado da petista, José Eduardo Cardozo, sob a alegação de que eles sustentam a tese de que a aceitação do caso é oriunda de uma articulação para barrar o avanço das investigações da Operação Lava Jato, o que comprovaria que houve desvio de finalidade na origem do processo.

O ex-presidente da Transpetro gravou conversas com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP). Os áudios integram a delação premiada de Machado e começaram a ser revelados pela Folha no mês passado.

Cardozo alegou que, quando o presidente do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski indeferiu o primeiro pedido feito pela defesa, ele o fez porque o conteúdo das gravações ainda estava sob sigilo. Como o segredo da delação foi retirado pelo STF, Cardozo argumenta agora que as gravações podem ser compartilhadas com a comissão.

O relator do processo, Antonio Anastasia (PSDB-MG), indeferiu o pedido por considerar que ele é estranho aos pontos analisados na denúncia. Em seguida, os integrantes do colegiado votaram e mantiveram o entendimento do tucano. Cardozo deve recorrer ao presidente do STF.



Folha


Califórnia passa Brasil e França e vira 6ª maior economia




A Califórnia ultrapassou a França e se tornou a 6ª maior economia do mundo.

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Escritório de Análise Econômica dos Estados Unidos, o PIB do estado atingiu US$ 2,46 trilhões em 2015 enquanto o tamanho da economia da França é estimado em US$ 2,422 trilhões.

No começo do ano passado, a Califórnia já havia ultrapassado o Brasil, com o qual era comparada em um mapa que iguala o PIB de estados dos EUA com países com base em dados de 2013.

O segundo estado com maior PIB é o Texas, comparável à economia australiana, e o terceiro é Nova York, mais ou menos do tamanho da Espanha (ainda com os dados de 2013).

O que fez diferença desde então foi o crescimento. A Califórnia teve a segunda maior taxa do país em 2015 (5,7%), só atrás do Oregon, que registrou 5,9%.

Enquanto isso, a França cresceu apenas 1,1% em 2015 e o Brasil teve uma recessão profunda depois de passar 2014 estagnado.

Vale lembrar que há 39,1 milhões de californianos e 66,4 milhões de franceses, então a conta por habitante acaba sendo bem mais alta no estado americano.

As economias do mundo que saem na frente são, em ordem, Estados Unidos, China, Japão, Alemanha e o Reino Unido. Esses são os números em termos nominais; em paridade de poder de compra, a China já lidera.



Exame

domingo, 19 de junho de 2016

Telexfree: 2 milhões de pessoas esperam há três anos pelo dinheiro


Pessoas que perderam tudo, que tiveram que adiar planos, que foram demitidas, que sofreram ameaças de morte. A história da Telexfree esconde dramas que vão muito além do crime de pirâmide financeira a qual a empresa é acusada. São casos de ódio, de violência, de amizades rompidas, de laços familiares afetados pelas dívidas e de igrejas rachadas por causa do negócio, que pode ser o maior caso de fraude envolvendo marketing multinível do mundo.

Há exatos três anos, dois milhões de brasileiros que depositaram esperança em um alto retorno financeiro ficaram sem chão quando a empresa foi impedida de continuar a operar e teve os bens bloqueados pela Justiça do Acre. Desde então, os afiliados da rede estão à espera de uma definição sobre o dinheiro que aplicaram no negócio. Muitos não acreditam mais que vão recuperar suas economias.

A empresária Maria (nome fictício) está entre os divulgadores, como eram chamados os associados da empresa, que perderam a fé. Ela vendeu uma casa em Vila Velha para um dos líderes da Telexfree. Recebeu parte em dinheiro. O restante, cerca de R$ 100 mil, ganhou em contas da empresa, que duas semanas depois da transação teve as atividades suspensas pela Justiça.

“Eu havia acabado de comprar um apartamento e precisava do dinheiro para quitá-lo. Mas fui convencida por esse líder a aceitar os bônus da Telexfree, com a promessa de alto rendimento. Não sei porque fiz esse investimento. Nunca fui gananciosa”, conta Maria, que não quis revelar o nome verdadeiro por medo de retaliações. “Para mim, o pior foi ter prejudicado mais gente. Coloquei na Telexfree várias pessoas da minha família, achando que era algo bom. Depois, quando tudo veio à tona, não sabia o que falar a todos”.

Segundo o promotor de Justiça do Acre, Marco Aurélio Ribeiro, responsável pela ação civil pública contra a Telexfree, na lista de prejudicados estão pessoas que investiram até R$ 500 mil, que venderam casas, carros e até pegaram empréstimos com a expectativa de ver o dinheiro multiplicar.

O aposentado Dalton dos Santos, 62, ganha pouco mais de um salário mínimo do INSS. Foi convidado a participar da Telexfree por amigos. Juntou dinheiro e aplicou R$ 3 mil. “Passou uma semana e tudo foi barrado. A empresa não havia quebrado, podia nos pagar. Mas a Justiça nos prejudicou. Era só mandar a Telexfree devolver o dinheiro ainda naquela época”, reclama o idoso, que viveu um conflito com a ex-mulher, que o culpou pelo mau negócio.

Um analista de sistema, de 25 anos, que preferiu não se identificar por vergonha, diz aguardar os famosos plantões, vídeos com Carlos Costa, um dos donos da Telexfree, que são publicados no Facebook, para saber se vai tentar resgatar o que aplicou no grupo. “A gente aprende com os erros. Todo mundo entrou com ganância. A empresa era boa, mas a vontade de todos de lucrar levou a isso. Foi uma lição. Mas também acho que a Justiça foi culpada pelos nossos prejuízos”, afirma o rapaz, que colocou na época na faixa de R$ 6 mil.

Outro divulgador que também pediu anonimato disse ter recuperado R$ 50 mil dos R$ 70 mil investidos ao colocar o líder da empresa contra a parede. “Eu ainda continuei a cobrá-lo os R$ 20 mil que perdi. Quando entrei, paguei direto a ele, que me deu bônus. Não tenho comprovante das negociações. Foi tudo no boca a boca”, revela o empresário, morador de Vitória.

Definição sobre divulgadores pode levar mais de 10 anos
Embora em outubro do ano passado, a Justiça do Acre tenha obrigado a Telexfree a devolver o dinheiro aos divulgadores, a sentença que ainda condenou a empresa por pirâmide financeira encontra vários empecilhos para ser cumprida. Além dos recursos que tramitam em instâncias superiores, a Telexfree e os donos são alvo de outras medidas de bloqueio de bens, decisões tomadas pela Justiça Federal no Espírito Santo, em processos cautelares criminais e na área tributária.

Divulgadores e União disputam R$ 700 milhões em dinheiro, depositados em contas judiciais, além de recursos milionários que foram aplicados em renda fixa e em fundos de pensão. Estão sequestrados ainda bens, como carros e imóveis. A Procuradoria da Fazenda, em Vitória, já conseguiu penhorar parte das propriedades e aguarda a tramitação de recursos na Receita Federal para cobrar o restante. Estima-se dívida de R$ 3,5 bilhões em PIS/Cofins, FGTS, INSS, Imposto de Renda e tributos sobre o lucro.

O caso pode demorar dez anos ou até mais para se desenrolar como aconteceu com a Avestruz Master, empresa semelhante à Telexfree, que depois de ter sido fechada em 2004, até hoje não pagou aos associados.

O promotor de Justiça Marco Aurélio Ribeiro diz que o processo da Telexfree é complexo, mas afirma que os divulgadores podem buscar a Justiça em seus municípios para liquidar a sentença e esperar pelo resultado. “Ainda que as pessoas não entendam, o bloqueio foi uma forma de protegê-las. Em outras pirâmides recentes, os donos sumiram com o dinheiro e ainda fugiram para outros países”.


Por G1

Ossada humana é encontrada na Zona Rural de Mossoró


Uma ossada humana foi encontrada no começo da tarde deste sábado (18), no Sítio Santana, localizado na zona Rural de Mossoró, Região Oeste do Rio Grande do Norte.

A ossada foi encontrada por populares, que de imediato acionaram o Centro de Operações de Policia Militar (Copom). Uma viatura da PM foi ao local e realizou o isolamento.

Ainda não se sabe a identificação, mas segundo a Polícia Civil, existem duas pessoas desaparecidas na cidade de Mossoró e apenas os resultados de exames feitos pela Medicina Legal, poderão definir a identificação dos restos mortais.



Com informações do 190RN.com

Mega acumula e pode pagar R$ 27 milhões na quarta-feira; veja as dezenas




Nenhum apostador acertou os seis números do concurso 1.829 da Mega-Sena, sorteado em Caratinga, Minas Gerais, neste sábado (18). Confira as dezenas abaixo:

07 – 13 – 24 – 30 – 32 – 53



Ainda assim, 103 pessoas acertaram a quina e levam R$ 21.224,08 cada. Outros 6.254 apostadores conseguiram R$ 499,35 pela quadra.

O próximo sorteio realizado pela Caixa Econômica Federal será na quarta-feira (22) e o prêmio deve chegar a R$ 27 milhões.

Gilberto Gil segue internado em SP para tratar insuficiência renal





Gilberto Gil continua internado neste domingo (19) no Sírio-Libanês, em São Paulo, para dar prosseguimento a um tratamento de insuficiência renal. A informação é da assessoria de imprensa do hospital, que não deu mais detalhes sobre o quadro de saúde do cantor.

Gil foi internado na última terça (14) e a previsão, de acordo com seus representantes, era de que saísse no sábado (18), o que não ocorreu.

A agenda de shows continua inalterada -a próxima apresentação está marcada para 27 de agosto, na turnê “Dois Amigos, um Século de Música”, em que ele se apresenta com Caetano Veloso, no Rio.

Em maio, Gil passou nove dias internado para tratar o problema na capital paulista. Sua estadia no hospital foi prolongada depois de exames apontarem taxa elevada de creatinina, resíduo que serve de parâmetro para avaliar a função renal, em seu sangue.
Ele já havia ficado por 13 dias internado no mesmo hospital entre fevereiro e março, após ser diagnosticado com um quadro de hipertensão arterial. Na ocasião, também precisou passar mais tempo que o previsto no local por causa de uma crise renal.

Folha


sábado, 18 de junho de 2016

iPhone 6 e 6S: como impedir que o WhatsApp envie notificações no celular


O WhatsApp é o app mais usado pelos brasileiros, segundo pesquisa realizada pela Conecta, em dezembro de 2015. Por conta das constantes notificações, é bastante comum que o iPhone não pare de tocar/vibrar em boa parte do dia. Para te ajudar a não ser mais incomodado pelo famoso mensageiro, o TechTudo preparou este tutorial.

Veja, no passo a passo abaixo, como impedir que o WhatsApp envie notificações para os iPhone 6 e iPhone 6S. Vale ressaltar que o procedimento é semelhante nos outros celulares da Apple.

Passo 1. Selecione os “Ajustes” do iPhone e, em seguida, clique em “Notificações”.


Abra os Ajustes do iPhone (Foto: Reprodução/Lucas Mendes)

Passo 2. Na página que abrir, desça até encontrar o WhatsApp e toque sobre o app.



Escolha o app WhatsApp (Foto: Reprodução/Lucas Mendes)

Passo 3. Desative a chave da opção “Permitir notificações”.



Desative a chave de notificações (Foto: Reprodução/Lucas Mendes)

Caso você queira voltar a receber notificações do WhatsApp, é só ativar a chave novamente.

Galaxy J5 ou Lenovo Vibe K5: qual é o melhor celular por menos de R$ 1 mil?


O Galaxy J5, da Samsung, e o Lenovo Vibe K5, são duas opções de celulares do segmento intermediário. OGalaxy J5, atualmente comercializado por cerca de R$ 900, agrada aos fãs da empresa sul-coreana, dona da linha Galaxy. Já o Vibe K5, encontrado por cerca de R$ 800, promete ser uma alternativa mais barata ao Lenovo Vibe A7010.

Os dois smartphones atendem muito bem ao público que não exige um telefone top de linha. Porém, entre eles, qual ganha a disputa? Veja agora em nosso comparativo.


Galaxy J5 ou Lenovo Vibe K5: confira qual celular por menos de R$ 1 mil se sai melhor em comparativo (Foto: Arte/TechTudo)

Presos tiram fotos dentro de presídio em Roraima e postam no Facebook



Detento postou foto dentro de 'piscina' (Foto: Reprodução/Facebook/Marcelo Silva)


Detentos da Penitenciária Agrícola usam celular para acessar rede social.
Em postagens, presos trocam mensagens com as esposas e familiares.


Presos que cumprem pena na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista, usam nomes falsos no Facebook e fazem da rede social uma plataforma de comunicação para manterem contato com esposas e familiares, fazer selfies e até 'desabafos virtuais'. Policiais que atuam na unidade informaram ao G1 que o uso de smartphones por detentos é 'comum'.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação do governo sobre o acesso de presos a celulares e aguarda resposta.

Apesar de usarem nomes falsos, os detentos postam fotos de dentro do presídio. A ideia, conforme policiais, seria despistar possíveis monitoramentos de segurança.

Em um dos casos, o disfarce do detento Herik Douglas Alencar, cadastrado na rede social como 'Marcelo Silva', acabou sendo descoberto após uma declaração da esposa. Ele, que é condenado por roubo, respondeu à mulher e ainda pediu um número de telefone para entrar em contato com ela.


Mulher 'entregou' nome do detento em post na rede social (Foto: Reprodução/Facebook)

“(...) eu amo muito meu futuro esposo Herik Douglas Alencar meu amor que amor muito ...amor de mais ...meu amor te amor de mais .minha vida .meu amor minha vida te amo ..te amarei eternamente ...vida sou eu(...)”. Douglas Alencar tem dois perfis no Facebook com nomes diferentes e em uma das fotos compartilhadas ele aparece dentro uma piscina improvisada.

As atualizações dos usuários de dentro do presídio seguem diariamente. O detento Max Robert Matos, o 'Dentinho' usa na rede social o nome 'Maxzynhoh Dentynhoh'. Ele responde por tráfico e associação criminosa.


Perfil mostra que preso atualizou rede social na terça
(Foto: Reprodução/Facebook/Maxzynhoh Dentynhoh)

No perfil, 'Dentinho' publica várias selfies tiradas de dentro da maior unidade prisional do estado. A última atualização teria ocorrido no último dia 13 de junho.

Ele também mantém dois perfis falsos. Em um deles, a publicação de uma foto da mulher no destaque da rede social recebe vários comentários de felicitações, com direito a emojis.

Além disso, a mudança de estado civil também é motivo de comentários de amigos. “Que sejam felizes”, escreve um amiga em comum do casal.

De acordo com um policial militar, que atua dentro da penitenciária, são dezenas de presos que possuem celulares com acesso a internet, redes sociais e aplicativos de trocas de mensagens.

“Não temos um número de quantidade de detentos que acessam ao Facebook para trocar mensagens. Mas sabemos que são muitos que têm aparelho com internet”, confidencia o militar.

Em setembro do ano passado, a polícia encontrou selfies de detentos da penitenciária em celulares apreendidos na unidade. Os detentos Naldo Conceição Conceição, Wax Nunes, e Oliveira Correia contemplam a lista de usuários de presos que nagevam na rede social.


Pressionada, CBF deve pagar R$ 280 mil além do que ofereceu a Tite e comissão





Além de debater neste domingo o dia do anúncio oficial da contratação pela CBF e a apresentação de Tite, o empresário Gilmar Veloz, que representa o treinador e integrantes da sua comissão técnica, espera receber também uma resposta positiva à contraproposta feita à entidade, com valores superiores ao que havia sido oferecido inicialmente.

A CBF sabia quanto Tite recebia no Corinthians e ofertou um montante um pouco superior. Mas, ciente da pressão sobre a CBF e da posição favorável na negociação, o valor pedido foi maior. A diferença entre o que foi proposto pelo representante para pagamento dos salários de Tite e de sua comissão técnica – somados – e o que foi oferecido gira em torno de R$ 280 mil por mês.

Apesar de ter sinalizado para a CBF desde a reunião de terça-feira que salário não seria problema, boa parte desse total se refere à diferença entre o que recebiam no Corinthians os membros da comissão técnica com quem Tite faz questão de contar – a negociação do contrato do gerente Edu Gaspar não é feita por Veloz, e, portanto, não entra nessa conta. Desde o início da negociação, a CBF apostou no nome de Tite e não colocou outras opções em pauta.


A vida no bairro milionário onde delator acusado na Lava Jato vai ficar preso




Ruas de condomínios fechados e mansões, todas com câmeras e seguranças à espreita. Nas calçadas cercadas por muros altos, passa só um ou outro carro de luxo. Ao redor das quadras milionárias, favelas se acumulam.

O bairro Dunas, em Fortaleza, uma das áreas mais nobres – e desiguais – da cidade, será o cenário da prisão domicilar de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro que em seu acordo de delação premiada na operação Lava Jato acusou mais de 20 políticos dos principais partidos brasileiros em repasses que, segundo ele, totalizam R$ 100 milhões.

Machado, que relatou ter passado recursos ilícitos para nomes de diversos partidos, vai inicar nos próximos dias o cumprimento de três anos de pena em sua casa.

O delator passará seus dias em uma mansão com piscina e quadra poliesportiva, construída num terreno de cerca de 3.000 m² e cercada por outras construções de alto padrão. Segundo corretores imobiliários de Fortaleza, imóveis na mesma região, com piscina e metragem semelhante (entre 2.500 m² e 3.000 m² de área total), custam de R$ 10 milhões a R$ 12 milhões.

Veja matéria completa da BBC AQUI

Servidores da Saúde do RN vão entrar em greve a partir da quarta (22) alegando descaso do Governo Robinson




Nesta sexta-feira (17), os servidores da saúde estadual realizaram uma assembleia e um ato em frente ao Pronto Socorro Clóvis Sarinho, no hospital Walfredo Gurgel. As atividades confirmaram o início da greve que se iniciará na próxima quarta-feira (22). Os trabalhadores terceirizados da saúde também estiveram presentes para mostrar a insatisfação com a Sesap e empresa Safe, que até o momento não pagaram seus salários. Os terceirizados paralisaram as atividades do dia e decidiram entrar em greve na segunda-feira (17), com um ato na Sesap.

Desde o dia 20 de maio, na assembleia que deflagrou o indicativo de greve, os servidores da saúde estadual estão participando de atos públicos e reuniões nos locais de trabalho, para mobilizar a categoria pra greve. As atividades de hoje finalizam o calendário de mobilizações aprovado na assembleia e marcam o início da greve da saúde estadual.

Para o servidor Nabucodonosor, do Walfredo, os servidores precisam fazer como os bufalos que para se defenderem dos ataques dos outros predadores, se unem com todas as forças. “É assim que precisamos estar, unidos. Só dessa forma nos fortalecemos para enfrentar os ataques dos governos”, disse.

A categoria está há seis anos sem receber um reajuste, faz cinco meses que vem recebendo o pagamento do salário atrasado, está sofrendo com os ataques do governo Robinson, que vai desde a ameaça da retirada da insalubridade (que com a luta dos servidores e do sindicato, o governo voltou atrás), com a retirada da gratificação da vantagem pessoal, com o não pagamento do 13° salário, com o ataque à Previdência, com as condições precárias da saúde pública, entre outros.

Pedreiro é assassinado após discussão com a mulher em Monte Alegre




Um homem identificado como Carlos Antônio Lourenço, de 34 anos foi morto com um golpes no pescoço, durante uma discussão, na noite desta sexta-feira (17), na rua Manoel de Paiva, no bairro Esperança, em Monte Alegre. A família da vítima acredita que pelo menos duas pessoas praticaram o crime.

De acordo com Maria Aparecida, irmã de Carlos há muito tempo que ele e a esposa mantinham uma relação conturbada movida principalmente por agressões. “Eu sabia que isso tudo terminaria em tragédia, mas o que eu não consigo entender é como eles conseguiu matar meu irmão, certamente alguém ajudou. Antônio era grande e forte”, disse.

A polícia tentou colher informações sobre a autoria do assassinato, porém os moradores e possíveis testemunhas preferiram o silêncio. A mulher da vítima, que terá o nome preservado, não foi localizada.

Portal BO

Delator liga Aécio a esquema na Petrobras





O ex-deputado Pedro Corrêa afirmou em depoimentos de suadelação premiada que o então deputado (hoje senador) Aécio Neves (PSDB-MG), foi um dos responsáveis pela indicação do diretor de Serviços da Petrobras, Irani Varella, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.



Segundo Corrêa, Varella era responsável por conseguir “propinas com empresários para distribuir com seus padrinhos políticos” por meio de seu genro, identificado apelas como Alexandre. Esta é a primeira vez que o nome do senador tucano é relacionado por um delator da Operação Lava Jato a um suposto esquema de pagamento de propinas na Petrobras.

Em nota divulgada por sua assessoria, Aécio disse que Corrêa é desprovido de qualquer credibilidade e sua afirmação é falsa e absurda. O senador, presidente nacional do PSDB, já foi citado outras vezes no âmbito das investigações da Lava Jato por delatores como o doleiro Alberto Youssef, o senador cassado Delcídio Amaral (sem-partido-MS), o lobista Fernando Moura e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.



Aécio é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal abertos a partir da delação premiada de Delcídio. Uma das investigações tem como objetivo saber se Aécio atuou para “maquiar” dados da CPI dos Correios, em 2005, e esconder a relação entre o Banco Rural e o chamado mensalão mineiro. O senador também é alvo de uma outra linha de investigação no STF, que apura se ele recebeu propina de Furnas, subsidiária da Eletrobrás.

Estadão

PF prende homens suspeitos de arrombar caixas eletrônicos no RN


A Polícia federal prendeu em flagrante na última quarta-feira (15) em Parnamirim, Região Metropolitana de Natal, dois homens com idades de 32 e 38 anos, ambos potiguares, suspeitos de integrar uma quadrilha de arrombadores que praticou assalto contra a Caixa Econômica Federal em Natal, no último final de semana. Com a dupla foram apreendidos carros, dinheiro e diversos apetrechos utilizados nos ataques aos caixas eletrônicos.

A ação aconteceu quando a Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (DELEPAT), investigava o arrombamento praticado no dia 12 deste mês, contra um terminal eletrônico da Caixa Econômica Federal, situada na Av. Maria Lacerda Montenegro, Zona Sul da capital.

A PF conseguiu chegar ao paradeiro dos acusados, a partir da análise feita em imagens de câmeras instaladas em via pública, as quais mostravam, no dia do crime, um automóvel suspeito circulando nas imediações daquela agência. Posteriormente, um carro com as mesmas características foi encontrado no endereço em que os homens estavam e, também foi apreendido, juntamente com furadeiras, alavancas, alicates, maçaricos, lixadeiras, lanternas, além de três veículos, documentos de identificação falsificados, cartões de crédito, envelopes de diversos bancos e cerca de R$ 11 mil em espécie, sendo que algumas cédulas estavam parcialmente queimadas.

Após receberem voz de prisão, eles foram conduzidos para autuação na sede da PF, mas durante o interrogatório, na presença de seus advogados, negaram participação nos atos criminosos.

A Polícia Federal somente hoje (18), noticiou a prisão dos homens porque a investigação teve prosseguimento e, qualquer divulgação anterior poderia prejudicar outros desdobramentos em relação ao caso, os quais terminaram não se concretizando.
Indiciados nos crimes de formação de quadrilha, receptação e falsificação de documento público, a dupla foi transferida da sede da PF para o Centro de Detenção Provisória de Pirangi, onde vai permanecer custodiada, à disposição da Justiça.



Blog do BG

sexta-feira, 17 de junho de 2016

2° Arraiá da Junina Coração Serrano - Serra de São Bento/RN



Tá chegando o dia galera, é domingo ultima apresentação da CORAÇÃO SERRANO na serra, será uma apresentação EMOCIONANTE contamos com todos os amigos para prestigiar esse trabalho simples, mais feito com muito carinho e dedicação...

Operação prende secretário de Administração e Obras de Serrinha

Foto: Reprodução/Internet
O Ministério Público do Rio Grande do Norte, através da Promotoria de Justiça da Comarca de Santo Antônio e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com o apoio da Polícia Militar, deflagrou, na manhã desta sexta-feira (17), a operação “Cérbero”. Na ação, foram expedidos, pelo juízo da Comarca de Santo Antônio, mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva, os quais foram cumpridos nas cidades de Parnamirim e Serrinha.


Durante a operação, o secretário de Administração e Obras de Serrinha, Jefferson Marinho Santos, foi preso. No curso da investigação, restou evidenciado que o investigado usava três identidades distintas. Como Jefferson Marinho Santos exercia o cargo de secretário Municipal em Serrinha. Como Jefferson Marinho Campos constituiu a empresa M&S Serviços e Locações, CNPJ 10.806.752/0001-06 e com a identidade de Jeferson Miguel Marinho adquiriu a empresa Serrinha Derivados de Petróleo LTDA, CNPJ 03.632.203/0002-70.

As duas empresas são contratadas pelo município de Serrinha e já receberam dos cofres públicos o valor de R$ 4.597.152,52 (quatro milhões quinhentos e noventa e sete mil cento e cinquenta e dois reais e cinquenta e dois centavos), entre os anos de 2009 a 2016, conforme informações obtidas junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Ele é investigado pela prática dos crimes tipificados nos arts. 299 (falsidade ideológica), 304 (uso de documento falso), 171 (estelionato) e 312 (peculato), todos do Código Penal.

Blog Os Amigos da Onça

Brasil registra 5.411 casos e 886 mortes por H1N1 este ano, diz ministério




Idosos em Brasília são vacinados contra gripeMarcelo Camargo/Agência Brasil

O Brasil registrou 5.411 casos de influenza A (H1N1) entre janeiro e 6 de junho deste ano, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Ao todo, 886 pessoas morreram em decorrência desse tipo de gripe. No mesmo período do ano passado, foram 19 registros da doença em todo o país, com duas mortes.

Região e estados

Com 2.280 casos, a Região Sudeste concentra o maior número de registros de H1N1, dos quais 1.926 no estado de São Paulo.

Os estados que notificaram o maior número de pessoas infectadas foram: Rio Grande do Sul (650 casos); Paraná (568); Goiás (265); Mato Grosso do Sul (180); Pará (150); Rio de Janeiro (141); Espírito Santo (124); Santa Catarina (121) e o Distrito Federal (105).

O estado de São Paulo também lidera o número de mortes pela doença, 402 óbitos, seguido por Rio Grande do Sul (105); Paraná (72); Goiás (46); Rio de Janeiro (42); Mato Grosso do Sul (33); Santa Catarina (28); Espírito Santo (26); Minas Gerais (23); Pará (21); Bahia (19); Pernambuco (14) e o Distrito Federal (12).

Vacinação

A campanha nacional de vacinação contra a gripe imunizou neste ano 49,9 milhões de pessoas que fazem parte dos grupos de maior risco de complicação pela doença, que supera o público-alvo previsto pelo ministério, formado por 49,8 milhões de pessoas.

O público-alvo é formado por crianças de 6 meses até 5 anos incompletos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres que tiveram filhos há no máximo 45 dias, presos, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis.

As crianças que tomaram a vacina pela primeira vez este ano devem retornar aos postos de saúde para aplicação da segunda dose até o dia 20 de junho.

Oficialmente, a campanha nacional terminou no dia 20 de maio, porém, o Ministério da Saúde recomendou a continuidade da vacinação aos estados que não atingiram a meta. Foram disponibilizadas 54 milhões de doses da vacina – uma reserva técnica de 4,2 milhões de doses acima do quantitativo de pessoas que integram o público prioritário.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de internações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Prevenção

O Ministério da Saúde recomenda que, além da vacinação, a população deve adotar medidas de prevenção para evitar a infecção por influenza. Algumas delas são lavar sempre as mãos e evitar locais com aglomeração de pessoas, o que facilita a transmissão de doenças respiratórias.

Agência Brasil

Em crise e às vésperas das Olimpíadas, Rio decreta calamidade pública


O governador em exercício do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles (PP-RJ), decretou “Estado de Calamidade Pública no âmbito da administração financeira” no Estado. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (17) na segunda edição do Diário Oficial.

No texto, o governador justifica a medida pela “grave crise econômica que assola o estado”, e diz que a crise está impedindo o Rio de “honrar seus compromissos” para a realização da Olimpíada de 2016.

O decreto possibilita às “autoridades competentes” a “adotar medidas excepcionais necessárias à racionalização de todos os serviços públicos essenciais, com vistas à realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016”.

O governo, de acordo com o texto, teme um “total colapso na segurança pública, na saúde, na educação, na mobilidade e na gestão ambiental” devido à falta de recursos. O texto também cita a queda na arrecadação, principalmente no ICMS e nos royalties do petróleo; os esforços de “reprogramação financeira” para ajustar as contas do estado; a dificuldade de honrar compromissos com os Jogos; as dificuldades em prestar serviços públicos essenciais e a chegada iminente das delegações estrangeiras para a Olimpíada.

Dornelles também cita a “importância e repercussão mundial” do evento, “onde qualquer desestabilização institucional implicará em risco à imagem do país de dificílima recuperação”.

Crise se arrasta desde novembro

A pouco dias das Olimpíadas, o Rio de Janeiro enfrenta uma das piores crises financeiras de sua história. Ao menos 143 mil aposentados e pensionistas receberam seus pagamentos atrasados em maio.

A crise se arrasta desde novembro do ano passado, quando os salários dos servidores públicos passaram a ser parcelados. A cada mês, o Estado foi adiando o dia de pagamento, chegando agora ao décimo dia útil.

Em dezembro, serviços de emergências de hospitais estaduais foram fechados por falta de recursos básicos, como algodão e esparadrapo. O Hemorio, centro de coleta e distribuição de sangue, fechou as portas por um dia por falta de seringas.

Policiais militares recebem com atraso o pagamento extra a que têm direito por trabalharem na folga. Nas delegacias, foi proibida a impressão de registros de ocorrência para economizar papel.

Na semana passada o Estado suspendeu a assistência financeira às famílias mais pobres, encerrando o programa Renda Melhor e os restaurantes populares, sem repasses desde 2015, ameaçam fechar as portas.

UOL